domingo, 16 de novembro de 2008

Voltamos à zona da degola... em situação complicada!

Alô, Almirantes...

Eu não abandonei vocês muito menos fiquei desanimado com a derrota, mas esses dias foram dias intensos no meu trabalho. Não tive nenhuma folguinha. Hoje, domingo, eu estou trabalhando mas tive a oportunidade de dormir até mais tarde. Vou trabalhar na rodada de agora, mas vim comentar rapidinho com você algumas coisas.

Então, para não deixar vocês tão desatualizados assim, só vou fazer um breve comentário sobre os jogos de sábado.

Com a vitória do Náutico (um inexplicável 5 a 2 sobre o Cruzeiro) e do Fluminense, voltamos à zona de rebaixamento. E, dependendo dos resultados deste domingo, poderemos ficar a três pontos de ficar fora dela. Se o Atlético-PR vencer o Vitória, a situação se complica... e muito!!!

Enfim, o bom disso tudo é que o Santos empacou e voltou para esta briga. Ou seja, é mais um time que briga para não ser rebaixado.

Para fugir do rebaixamento, o jogo contra o São Paulo, em São Januário, toma um clima ainda mais de decisão. Tanto para o Vasco tanto para o São Paulo. Mas a casa é nossa! Temos que vencer para sair dessa...

Bem, é isso!
Amanhã, devo ter mais tempo e faço uma análise mais profunda!
SaraVasco a todos!


19 comentários:

leo disse...

Alô Dennis:

O jogo contra o S.Paulo é mesmo uma decisão. Veja, se perdermos, praticamente estaremos rebaixados.

Os times lá de baixo estão fazendo realmente o dever de casa. Até o Ipatinga. Tá feia a coisa.

Para sairmos dessa, temos que vencer o São Paulo. Depois eu volto a fazer mais comentários. O importante agora é voltar a brigar de igual para igual. Se o Atlético ganhar do Vitória, ainda estaremos pior. É nosso último suspiro. Se der zebra e o Atlético perder, pelo menos será mais um lá embaixo.

Já estou ficando doido.

Fabinho disse...

É Leo, Dennis e amigos... estamos ficando cada vez em situação pior! lamentaremos muito aqueles pontos perdidos na colina.

Temos que vencer de qualquer maneira!

BOA SEMANA PARA TODOS E QUE NOSSO TIME TREINE COM AFINCO.

ABRAÇOS

leo disse...

Amigos:

A rodada, mais uma vez, foi totalmente desfavorável. Nem o Cruzeiro conseguiu ganhar do Náutico. Incrível, mas verdade.

Nota-se que o fator campo, ou casa, está fazendo a diferença.

Foi assism com:

- Flu diante do Palmeiras;
- Lusa diante do Grêmio;
- Náutico diante do Cruzeiro.

Falta quem? Isso mesmo amigos, falta o Vasco. Também, não podemos ficar até o final do campeonato somente na dependência/derrota dos outros, chegaria uma hora em que teríamos que fazer nossa parte. A hora é agora.

Esqueçamos o momento vivido pelos 02 times. O S.Paulo também precisa da vitória. Claro, se eles perderem, podem ser ultrapassados pelo Grêmio na reta final.

Preparem-se, meu queridos, tenho certeza de que nesta semana surgirão comentários de que S.Januário não é adequado para receber um jogo desses, que a torcida faz pressão atirando objetos, etc, etc. Pensam que não? Eles também terão medo. O Vasco ainda assusta.

Amigos, partindo do pressusposto de que jogar em casa está fazendo a diferença, ao final do campeonato, ficaríamos assim: (eta otimismo, viu?).

At.Paraná - 44 pontos-11 vitorias.
Vasco - 43 pontos 12 vitórias.
Fluminense-43 pontos - 11 vitórias.
Náutico - 43 pontos - 11 vitórias.
Lusa - 42 pontos - 11 vitórias.
Figueira - 41 pontos - 10 vitórias.
Ipatinga - 37 pontos - 10 vitórias.

Escaparíamos por pouco. Mas vejam, teríamos que vencer os 02 jogos em casa e ainda torcer (missão cada dia mais difícil) para que, por exemplo, nem Fluminense, nem Náutico ganhem ou empatem os 02 jogos que farão fora de casa. Entenderam? Se não, deixa prá lá. Na verdade, estou procurando caminhos que nos livrem da segundona.

O Vasco poderá surpreender? Claro, para tanto, tem que chegar lá e ganhar os 03 jogos restantes. Do contrário, terá que ganhar o já definido mas surpreendente Coritiba fora de seus domínios e torcer MUITO pelo tropeço dos outros.

Estou com umas anotações aqui sobre o restante do campeonato. Estou até com medo, mas depois, devo divulgar. Se o Vasco conseguir pelo menos 02 vitórias ainda poderá se livrar. Aguardem amigos.

De um desesperado mas ainda confiante vascaíno.

Boa semana a todos.

Paulo da Cancela disse...

Bela análise Leo. O desespero já me dominou.

Amigos o tal nó está cada vez mais apertado.

Abraços

Gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó

Meus reys, eu to é muito aperriado com isso tudo. Demoramos foi muito a reagir!

É TACA Paulo, é o nó da forca!!

Axé e Saravasco

Murilo disse...

Amigos, estamos naquela sofrida situação: temos que ganhar e ainda ficar torcendo por outros times e fazendo contas sem fim!

Leo – Espero boas notícias das suas anotações

Será uma longa semana!


Abraços

Kiko disse...

Plantão: "DOS DESESPERADOS!!"

Vasco não depende mais de si para permanecer na Série A

Terminada a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, a 16ª do returno, o Vasco, que foi derrotado pelo Atlético-MG por 4 a 1, está numa situação dramática: na 17ª posição e dentro da zona do rebaixamento, não depende mais de seus próprios esforços para se manter na Série A em 2009.
Mesmo vencendo seus três jogos restantes (contra o líder São Paulo em casa, Coritiba fora e Vitória em casa), o Vasco só se livrará do rebaixamento se pelo menos um dos seis times que estão à sua frente na tabela - Náutico, Fluminense, Atlético-PR, Santos, Sport e Vitória - perder um número de pontos suficiente para que possa ser ultrapassado pelo Clube da Colina. Os confrontos diretos entre essas seis equipes até o fim da competição não ocorrerão em número suficiente para que o Vasco possa se beneficiar em termos de classificação.

Isso não quer dizer, entretanto, que o Vasco não possa se salvar da degola com menos de nove pontos; mas terá, pela primeira vez, obrigatoriamente, que torcer contra vários clubes além de tentar fazer a sua parte.

Fonte: NETVASCO
==

Eu já estou me acostumando com a idéia! Que triste fim nos aguarda!

Vamos continuar acreditando!!

Saravasco

Manfredi disse...

Nossa situação só desce ladeira abaixo, simplesmente porque os outros ameaçados estão dando a alma em campo! Leo eu também ando desesperado!

Abraços

Zé Júlio disse...

Pessoal, lá no Manél , no sábado, acho que eu era o único ainda a acreditar.
Se bem que depois dessa rodada, nada favorável, minhas esperanças estão balançadas.

Continuarei pensando positivamente, vamos ver o desfecho da próxima rodada.

Abraços

kiko disse...

Plantão: "JÁ ESTÃO CAINDO NA REAL!"

Renato admite que situação do Vasco é dramática

Adepto de discursos otimistas, Renato Gaúcho admitiu que a situação do Vasco no Campeonato Brasileiro é dramática. O treinador admitiu que o time terá que se superar para vencer o São Paulo e seguir com chances de evitar o rebaixamento para a Série B.



"É necessário ter de tudo nesse momento. O time tem que querer ganhar, tem que honrar a camisa, ter união e garra para vencer. Precisamos fazer nossa parte, que é fazer o dever de casa domingo para continuar respirando, continuar correndo atrás", afirmou.



Renato voltou a apostar na torcida vascaína para superar o São Paulo, domingo, no Estádio de São Januário. "Precisamos muito de nossa torcida e sei que vamos contar com ela sempre. Além de ganhar vamos depender dos outros resultados. Na teoria é fácil arriscar palpites mas na prática é muito diferente. Vamos enfrentar uma equipe e técnico experientes, mas com uma boa atuação podemos sair vitoriosos".



Com apenas 37 pontos, o Vasco ocupa o 17º lugar no Brasileirão. O Náutico, primeiro time fora da zona de rebaixamento, tem três pontos a mais do que a equipe carioca.

Fonte: Estadão/SUPERVASCO
==

A situação é crítica amigos. Já estão balançando!

Saravasco

Carla Lia disse...

Amigos , estamos mesmo precisando de otimismo! Não é isso Leo?
Nossa torcida mais uma vez terá que entrar em campo, e empurrar nosso time. Será um jogo tenso para todos, espero que o nosso time tenha equilíbrio suficiente para suportar a pressão do jogo!

"Temos que vencer em casa". Mesmo que seja o São Paulo....

Abraços

Kiko disse...

Plantão: "VAMOS COMPRAR - VAMOS LOTAR A COLINA"

Venda de ingressos para Vasco x São Paulo começa nesta 4ª-feira

Começa nesta quarta-feira (19/11), a venda os ingressos para a partida entre Vasco x São Paulo, que será realizada no domingo (23), às 17h, em São Januário.

De quarta a sábado, a venda de ingressos será realizada das 11h às 17 horas nos seguintes postos: São Januário, Vasco Barra, Sede Náutica da Lagoa, Tijuca Tênis Clube e Maracanã.

No dia do jogo os ingressos serão vendidos SOMENTE em São Januário a partir das 11 horas. As bilheterias serão fechadas 10 minutos antes do final do 1º tempo.

Compre seu ingresso somente nas bilheterias do clube ou nos postos acima citados. Para sua maior comodidade os portões serão abertos às 15h.

Procure comprar o seu ingresso antecipadamente

Vasco x São Paulo

Preços:

Sócios - R$ 15,00
Arquibancada 1/2 entrada - R$ 10,00
Arquibancada inteira - R$ 20,00
Visitante 1/2 entrada - R$ 10,00
Visitante inteira - R$ 20,00
Cadeira 1/2 entrada - R$ 25,00
Cadeira inteira - R$ 50,00
Cadeira especial 1/2 entrada -R$ 50,00
Cadeira especial inteira - R$ 100,00

Informações importantes:

- Na compra de Cadeira Especial o torcedor terá direito ao estacionamento pelo portão 18.

-Serão disponibilizadas “orientadoras”, no dia do jogo, com a missão exclusiva de encaminhar os torcedores aos corretos locais de entrada no estádio.

- Idosos e menores até 12 anos terão a gratuidade assegurada e ao estádio com ingressos específicos pelos seguintes acessos:
Sócios (Idosos e crianças até 12 anos) – Portão 19 (portão do HSBC)
Arquibancada (Idosos e crianças até 12 anos) – Portão 5 (Rua General Almério de Moura)
Arquibancada (Idosos e crianças até 12 anos) – Portão 9-A

-Portadores de necessidades especiais e cadeirantes entram pelos portões 17 e 18.

- Não será permitido ao torcedor entrar com qualquer tipo de bebida e alimentos.

- Poderão ser adquiridos até 2 ingressos de 1/2 entrada e 4 de inteira por pessoa.

- O acesso ao campo é permitido para crianças menores de 12 anos, vestidas com uniforme do VASCO e cadastradas. O cadastramento será encerrado 20 minutos antes do início do jogo, limitado a 320 crianças.

Fonte: Site oficial do Vasco/NetVasco
==

Temos que invadir São Januário!

Vascoooooooo!!!

Saravasco

Lenon disse...

Beleza Kiko, vou comprar logo antes que caia tudo com os cambistas...

Eu tô nervoso!!!!

Vascooooooooooo....

Saravasco

leo disse...

Carla, Kiko, Paulo, Manfred, Zé Júlio, Murilo, Gilberto, Dennis e Demais Amigos do dia a dia:

Que semana difícil não? Não me lembro de estar tão tenso assim há muito tempo. Uns otimistas, outros pessimistas. Mas vamos lá, não podemos parar.

- Domingo – 23.11.2008 – Vascão x São Paulo.

Quis o destino que no jogo mais importante da história de toda a existência do Club de Regatas Vascão da Gama, pegássemos justamente o líder do campeonato. Estamos diante de 02 extremos: De um lado, um time lutando pelo título. Vitória aqui, significa o S.Paulo colocar a mão na taça. Do outro lado, um Vasco desesperado, lutando como nunca pela permanência na elite do futebol brasileiro. Aqui, a vitória dará uma tranqüilidade ímpar para o restante do campeonato. Numa análise mais otimista, diria que nos livraria da degola.

O São Paulo é mesmo o favorito. Há 17 jogos sem perder. Querem saber? O bom no futebol é que nem sempre o favorito ganha. Outra coisa, quem vem de uma sequência de vitórias, uma hora perde.

Jogo dificílimo para o Vasco. Tivemos “N” oportunidades de já estarmos livres, mas não conseguimos. Até o final, será uma jornada dura, pesada, árdua. Tudo que posso afirmar PA este jogo é o seguinte:

Vitória – Não cairemos mais; Empate – respiraremos com aparelhos; Derrota – Dependendo dos outros resultados, já selaremos nosso destino com 02 rodadas de antecedência.

De tudo que será dito até a hora do jogo, uma certeza apenas: A vitória é mesmo a nossa única meta. Em caso de derrota –chego a tremer ao escrever- restaria-nos, já na base do desespero, ganhar os 02 jogos restantes e ainda, torcer por uma combinação muito, mas muito complicada, diria até milagrosa. Levando-se em consideração que nada tem ajudado o Vasco...Vejam bem a rodada passada. O Vitória foi valente em Curitiba. Fez o primeiro gol, mas sucumbiu diante de um Atlético, que tem feito da Arena seu verdadeiro trunfo. O segundo gol deles foi inacreditável; Já o Santos, acreditem, o atacante chutou uma bola que iria para fora do estádio. Acontece que ela tocou no zagueiro do Inter e caiu no cantinho do goleiro grená. Amigos, neste lance, deu vontade de chorar.

Finalmente, gostaria de registrar 02 fatos aqui:

1. A torcida tem apoiado. São Januário novamente estará lindo e lotado;
2. Os jogadores até tem se esforçado nos últimos jogos (exceto no jogo contra o Galo). Resta-nos saber se isso será suficiente para nos dar alegria ao final do campeonato.

Quinta-feira – 20.11.2008.

Figueirense x Náutico – 02 concorrentes diretos do Vascão. A princípio, parece que o empate aqui seria ideal. Não é o caso. Uma vitória do Figueira seria perfeita. Explico: O Náutico não pode mais marcar pontos fora de casa, pois, se distanciaria do Vasco e seria um candidato a menos (já temos poucos) na luta contra a degola. Já o Figueira, em caso de vitória, passaria o Vasco, mas ainda teria outro jogo fora. Perdendo, mesmo que ganhasse o último jogo em casa, chegaria ao máximo a 41 pontos e somente 10 vitórias. Complicado? Aguardem a sequência.

Palmeiras x Ipatinga – O Palmeiras está mordido. De candidato ao título, está vendo até a vaga na Libertadores indo pelo ralo. Aqui, ganha fácil, fácil.


Internacional x Fluminense – Não é possível que toda rodada nos será desfavorável. Meus diletos, neste jogo, vou depositar MINHA MAIOR ESPERANÇA. O Inter jogará com vários reservas, assim mesmo, espero que derrote a Unimed. Vejam, um empate aqui poderá ser desastroso para o Vasco. Uma derrota, porém, mesmo que percamos para o São Paulo, ainda nos trará esperança. Como? Na rodada seguinte a Unimed pegará o mesmo São Paulo no Morumbi e o Vasco, o já desinteressado Coritiba. A Unimed perdendo e o Vasco ganhando, restaria a última rodada, onde a Unimed fecha contra o Ipatinga e o Vasco contra o Vitória. Os dois chegariam a 43 pontos, porém, teríamos 12 vitórias contra 11 deles.

Claro gente, não considerei aqui os que estão abaixo da gente, ou seja, Lusa, Figueirense e Ipatinga.

Os. Quanto mais escrevo, mais sinto necessidade de uma vitória já, diante do São Paulo...

Sábado – 22.11.2008.

Fogão x Atlético Paranaense – É inacreditável a queda do Fogão. Até a vaga na Sul Americana já está ameaçada. Ninguém quer mais nada por lá. Diretoria não paga os salários, jogadores pedindo rescisão. Até a torcida já se contentou. O ideal aqui seria pintar pelo menos um mês de salário (RS).
Como este jogo será no sábado, entraremos em campo já sabendo se o Atlético continuará ou não sendo um candidato a degola. Fogão neles.

Aqui, está depositada minha segunda esperança. Vejam que situação até interessante. Se o Atlético perder, fará outro jogo difícil fora de casa, diante do Náutico, perdendo, fecha em casa contra o Flamengo, que pode estar desesperado por uma vaga na libertadores. Portanto amigos, poderá este ficar estacionado nos 41 pontos. UFA, será? será?


Lusa x Goiás – Outro jogo para nos matar do coração. Derrota da Lusa ou mesmo empate é tudo que queremos. Se der Lusa, ela ainda terá o Sport em casa e poderá chegar aos 42 pontos, pegará o Cruzeiro fora e ficará por aí mesmo. Destaco aqui, a garra do Goiás. Tem lutado, surpreendido e feito muitos gols. Que continue assim.

Queridos amigos:

Para chegarmos lá, precisamos trocar de posição com um dos 03 times imediatamente acima da gente. Cada um deles com suas facilidades e/ou dificuldades. No meu entender, o Fluminense é quem tem o caminho mais difícil, depois, o Atlético. Vamos torcer muito, mas muito mesmo para que estes dois percam já nesta rodada. Nossa atenção estará no engenhão sábado e em São Januário e paralelamente no Beira Rio no domingo...

Finalmente, quero dizer a cada um de vocês que “enquanto há fôlego, há esperança”. Nossa sorte poderá mudar já nesta rodada. Dependemos sim, do tropeço dos outros, claro, se eles ganharem todos os jogos, estaremos condenados, mesmo que ganhemos todos também. Mas ainda não é o desespero. Portanto, façamos nossa parte. Depois é esperar (e quem sabe, comemorar). Por enquanto são 04 equipes brigando pela última vaga. Qualquer pontinho conquistado, poderá fazer a diferença no final.

Abraços apertados de um coração cada dia mais sofrido.

Fabinho disse...

Mandou muito bem Leo. Mais um belo trabalho, inclusive imprimi para ficar como guia.

Grande abraço a todos e vamos que vamos.

Liso disse...

Beleza LEO....

Vascoooooooooooo

Hoje vou atrás do ingresso!

abraços

Kiko disse...

PLANTÃO: "SE ELE ESTÁ, IMAGINE NÓS!!!"

Renato Gaúcho: 'Estou realmente preocupado'

Sentado numa mureta na quadra, perto do restaurante do Vasco-Barra, Renato Gaúcho é a imagem do desânimo. Sozinho, cabeça baixa, ele fica longo tempo refletindo. Reflexão interrompida, mais tarde pelo fiel escudeiro Alexandre Mendes, para assinar numa camisa.

Há tempos, o treinador do Vasco vem mostrando que o riso fácil e a expressão alegre deram lugar a uma fisionomia séria. Aos poucos, a frase “o Vasco não vai cair” foi sumindo e a situação dramática do time no Brasileiro parece ter dado origem a uma inconfundível melancolia. Mas Renato, talvez buscando uma dose de auto-estímulo, garante:

— Não estou desanimado, nem abatido. Estou preocupado com a situação do Vasco no Brasileiro. Fico pensando nisso dia e noite, estou realmente preocupado — confessou.

A situação de Renato Gaúcho não é fácil. Repetindo a frase “eu oriento, mostro o teipe, só não posso entrar em campo”, ele vem deixando claro que seu poder de reação é limitado, como seu time. Num momento crucial como o atual, em que enfrenta o São Paulo com obrigação de fazer no mínimo seis ou sete pontos em três jogos — além do líder, o Vasco joga contra Coritiba e Vitória — não pode contar com jogadores que seriam importantes.

Um deles é o zagueiro Fernando, esperança de dar um pouco de qualidade à frágil defesa, que talvez não possa voltar nem mesmo contra o Coritiba, dia 30, no Paraná.

Fora das quatro linhas, as decisões também não têm sido muito favoráveis. A folga que o time ganhou na quintafeira, após a goleada de 4 a 1, para o Atlético-MG, caiu muito mal em São Januário. Com ironia, torcedores comentavam que estava tudo bem e que o time não precisava treinar.

Quando ele marcou treinamento no domingo de manhã, num fim de semana sem jogo, para refrear o ímpeto noturno dos mais animados, o presidente Roberto Dinamite o convenceu de que seria melhor dar o dia de folga para os jogadores. Para piorar: na segundafeira, em vez de tempo integral, o treino foi somente à tarde. Treino que acabou sendo curto porque foi interrompido pelo temporal.

Quando pôde exigir mais dos jogadores, como nos treinos físico-técnicos de ontem, em dois períodos, o que se viu foi um panorama desanimador. De manhã, então, foi triste.

Num simples treino de centros para o complemento a gol, em velocidade, jogada que pode ser uma arma objetiva contra o entrosado São Paulo, aconteceu um festival de incompetência.

Alguns como Jorge Luiz, Madson, Leandro Amaral, bem fisicamente, acompanhavam as jogadas, enquanto outros se arrastavam em campo. Nas bolas alçadas na área, erros elementares. Baiano, Wagner Diniz, Rodrigo Antônio e Eduardo raras vezes conseguiram acertar o alvo, ou seja: mandar a bola na altura da marca do pênalti. A ponto de Renato reclamar:

— Rodrigo, tá com a perna pesada? Jogou duas bolas rasteiras... Cruza no alto, pô...

Renato tem ou não razão de ficar preocupado?

Fonte: O Globo/NetVasco
==

Agora pegou....

Beleza LEO....

Vascoooooooooo

Saravasco

Carla Lia disse...

Quanto trabalho amigo Leo. Ficou excelente sua mensagem.

Tudo pelo nosso Vasco da Gama!

Que semana angustiante!

Um grande abraço aos amigos!

Paulo da Cancela disse...

É isso aí amigo Leo. A Carla está certa, tudo pelo Vasco. Receba também meus parabéns pela mensagem

Abraços