sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O Vasco de 2010 - parte 1


Vagner Mancini será o comandante da caravela em 2010


E aí, amigos? Como vão vocês?

Depois de uma longa inatividade, estou voltando ao blog para fazermos uma breve exposição sobre o time que o Vasco está montando para o ano da volta à elite.

Mais do que qualquer outra coisa, estou fazendo esse post para saber a opinião de vocês, e claro, deixar registrada a minha primeira impressão do contato com os recém-chegados.

Comecemos pelo técnico:

Depois de muita especulação em torno de diversos nomes como Ney Franco, Mario Sérgio, Antônio Carlos, etc... a diretoria acertou a vinda de Vagner Mancini para comandar nosso barco nesse ano que se anuncia.

Confesso pra vocês que a escolha me agradou bastante.

Trata-se de um profissional da nova geração de treinadores, com um currículo interessante e um perfil de armar seus times ofensivamente.

No dia da apresentação dele, tivemos uma breve conversa e fiquei muito bem impressionado com sua confiança e tranquilidade.

Acredito que de todos os nomes viáveis que foram ventilados, a diretoria deu um tiro certeiro.

Só espero que nossa torcida tenha a paciência necessária para deixá-lo desenvolver seu trabalho, pois é um novo processo que se inicia, uma nova mentalidade de jogo a ser implantada, e essas coisas não acontecem do dia para a noite.


Agora, vamos aos reforços dentro das quatro linhas:




Os dois primeiros reforços anunciados foram o volante Léo Gago (ex-Avaí) e o experiente lateral-direito Élder Granja. O primeiro foi quase uma unanimidade no Campeonato Brasileiro da Série A deste ano e despertou o interesse de diversos clubes pelo Brasil. O Vasco saiu na frente dos concorrentes e fechou logo o negócio. Acredito muito no sucesso desse jogador com a camisa do Vasco. Apesar de ser um jogador de marcação, tem muita qualidade na perna esquerda e um tiro de fora da área devastador. Tem tudo pra cair nas graças da torcida.

O segundo tem um currículo invejável. Campeão da Libertadores e do Mundial com o Inter-RS, Élder Granja não vinha tendo muito sucesso nos clubes que passou após deixar o Colorado. Mas como futebol é parecido com andar de bicicleta, esperamos que ele reencontre seus melhores momentos e seja de grande ajuda em 2010.





O jovem Geovane Maranhão foi uma aposta da diretoria do Vasco. Após se destacar jogando a segunda divisão do estadual pelo Artsul, o meia chamou a atenção e vem para o Vasco com um contrato de 6 meses com opção de prorrogação por mais 2 anos.




O meia Caíque (ex-Guarani) foi outro que teve seu nome bastante elogiado na Colina durante esse ano de 2009. Jogador de criatividade e muita força física, se destacou na Série B deste ano tendo seu futebol exaltado até por alguns jogadores do elenco cruzmaltino que acompanharam a campanha do time de Campinas na Série B. O capitão Carlos Alberto foi um desses, que ao saber da concretização do negócio me disse por telefone: "Boa contratação! Esse moleque é bola!"




O zagueiro Gustavo é daqueles que não precisam de muita apresentação. Jogador de potencial indiscutível, andou um pouco sumido em 2009 em função de uma cirurgia que não lhe permitiu ter muitas chances no Cruzeiro. Como disse o diretor executivo Rodrigo Caetano, não fosse esse tempo de inatividade, provavelmente o Vasco não teria condição de trazer o jogador que tinha tudo para estar muito valorizado no mercado para 2010. Foi uma grande oportunidade que o Vasco aproveitou sem pensar duas vezes.





Logo na sequência o Vasco anunciou os reforços do volante Jumar (ex-Palmeiras) e do lateral-esquerdo Márcio Careca (ex-Barueri).

O primeiro foi uma aposta do técnico Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras, mas pelo fato do titular Pierre ter feito um campeonato excelente, Jumar acabou não tendo muitas oportunidades no Alviverde e veio para o Vasco em busca de uma afirmação definitiva.

Já o segundo foi um dos destaques do supreendente time do Barueri na Série A deste ano. Além disso, foi sem dúvida um dos principais jogadores da sua posição na competição, marcando 6 gols e dando diversas assistências para os atacantes do time do interior paulista. A sua contratação também foi uma forma do Vasco se proteger para o caso da situação do Ramon com o Inter não se resolver de forma favorável para nós. Mas vale lembrar que apesar de muitos darem como certa a saída do Ramon, em São Januário sua permanência ainda não foi totalmente descartada.



Esse aí então dispensa qualquer apresentação. Jogador de qualidade técnica diferenciada, Dodô vem para o Vasco com sede de gols pelo tempo que ficou inativo após controversa suspensão por doping.

Assim como o Mancini, me impressionou de forma extremamente positiva. Chegou "fininho", esbanjando bom humor e simpatia, e dando diversas declarações de que sabe exatamente o tamanho da importância de aproveitar bem a oportunidade que está tendo no Vasco.

Vale dizer para vocês que de todos os jogadores que foram apresentados até aqui, Dodô apresentou os melhores resultados nos exames físicos e clínicos. E isso não é demérito para os outros. Isso aconteceu porque durante esse 1 ano e 3 meses parado, Dodô esteve se condicionando com a ajuda do preparador físico do Santos, justamente para que não sentisse a volta aos gramados.

Em São Januário estão todos muito felizes com essa contratação e existe muita confiança de que Dodô faça grandes exibições vestindo a nossa gloriosa camisa.


*****************************************************


Meus amigos, por enquanto é isso.

Pelo menos até semana que vem, quando deveremos ter mais alguma novidade lá pra terça ou quarta-feira.

A diretoria de uma maneira geral, e principalmente o diretor Rodrigo Caetano estão trabalhando 24 horas por dia para montar uma equipe competitiva para 2010, sempre tendo em vista que nosso torcedor cobrará resultados expressivos nesse ano do retorno.

Entre os nomes que são comentados diariamente entre os jornalistas e pelos corredores da Colina estão os de Rafael Coelho (atacante - Figueirense), Rafael Carioca (volante - ex-Grêmio), Tiago Martinelli (zagueiro - vinculado ao Cruzeiro) e Rafael Sóbis (atacante - ex-Inter).

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Assim que tivermos novidades, eu dou uma corrida aqui pra saber a opinião de vocês.

Forte abraço e saudações ==/+/==





==/+/==



P.S.1: Todas as fotos usadas no post foram retiradas do Site Oficial do Vasco

P.S.2: Estou colocando 3 novas enquetes no ar para saber melhor a opinião de vocês!




segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ipatinga 2 x 0 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 38ª Rodada

Com uma equipe bastante alterada, o Vasco se despediu da Série B com derrota



Pois é, meus amigos. Chegamos ao fim.

Foi um ano muito desgastante e sofrido, mas não podemos deixar de dizer que foi muito importante também.

Foi um ano inteiro de resgate e de afirmação do quanto o Vasco é grande, e que não é à toa que somos conhecidos como o "Gigante da Colina".

Nossos objetivos foram alcançados com bravura e competência, e desde já precisamos nos preparar para o ano de 2010.

Espero que nossa torcida não deixe o Sentimento Parar agora que voltamos para a elite. Se nossa massa acompanhar o time da forma que fez esse ano, certamente já largaremos mais fortes do que em outras fracassadas temporadas na primeira divisão.

Mais uma vez, aproveito o espaço para agradecer a todos pelo apoio incondicional, pelo respeito, e pelo amor ao Vasco demonstrados aqui neste blog.

Por enquanto, o blog entrará de "férias". Entre aspas porque assim que tivermos alguma novidade sobre contratações, eu estarei deixando registrado aqui.

Estamos de volta, amigos! Podem comemorar...

Um forte abraço e saudações ==/+/==


.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

IPATINGA 2 X 0 VASCO

Local: Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data/Hora: 28/11/09 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Celso Barbosa de Oliveria (SP)
Cartões amarelos: Dedé, Mateus, Elton (VAS); Max (IPA)

GOLS: Amílton (12'/2T), Thiago Mathias (27'/2T)

IPATINGA: João Carlos, Alessandro Lopes, Max e Thiago Mathias; Alex Silva, Max Carrasco, Fernando Miguel (Luciano Sorriso, 32'/2T), Reina (Evandro, intervalo) e Marinho Donizete; Diego Silva e Márcio Diogo (Amílton, intervalo). Técnico: Flávio Lopes.

VASCO: Tiago, Fagner, Dedé, Rafael Morisco e Pará; Nilton, Mateus (Magno, 18'/2T), Fumagalli (Jéferson, intervalo) e Adriano (Robinho, 18'2T); Elton e Alex Teixeira. Técnico: Dorival Júnior.


.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==








segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Vasco 0 x 1 Portuguesa - Campeonato Brasileiro - Série B - 37ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

A taça da CBF veio nesse Sábado, e foi a grande atração do morno jogo contra a Lusa



Amigos!

Assim como o time do Vasco, este blog está praticamente de férias.

Estou criando esse post somente para efeitos de registro...

O jogo foi morno demais, nada a declarar sobre ele.

Já estamos em ritmo de 2010, e aguardando cenas do próximo capítulo.

Forte abraço e saudações ==/+/==




.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

VASCO 0 X 1 PORTUGUESA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 21/11/2009 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (Aspirante Fifa-BA)
Auxiliares: Katiuscia Mayer Berger (ES) e Adson Marcio Lopes (BA)
Renda/público: R$ 261.459,00 / 26.029 pagantes e 27.319 presentes
Cartões amarelos: Dedé (VAS); Zé Carlos e Rafael Silva (POR)

GOL: Fellype Gabriel, 26'/2°T (26'/2°T)

VASCO: Tiago, Fagner, Dedé, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Fumagalli (Allan, intervalo) e Carlos Alberto; Adriano (Philippe Coutinho, 24'/2°T) e Elton (Aloísio, 23'/2°T). Técnico: Dorival Júnior.

PORTUGUESA: Muriel, Rafael Silva (Henrique, 17'/2°T), Preto Costa, Thiago Gomes e Fabrício; Ygor, Marco Antônio, Preto e Héverton (Jefferson, 36'/2°T); Fellype Gabriel (Piraju, 27'/2°T) e Zé Carlos. Técnico: Vágner Benazzi.



.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==






segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Vasco 2 x 1 América/RN - Campeonato Brasileiro - Série B - 36ª Rodada *VASCO CAMPEÃO BRASILEIRO DA SÉRIE B*


Finalmente acabou o sofrimento, meus amigos...

Estamos de volta a Série A, e como campeões, para evitar qualquer dúvida a respeito dos méritos dessa campanha.

Sem dúvida foi um ano difícil para todos nós, mas acho que no fim das contas, ficou a prova do quanto o Vasco é grande e forte, e do quanto a nossa torcida é capaz para demonstrar esse amor que ficou tão ferido em 2008.

A partida que nos deu o título foi daquelas pra se guardar na memória. Teve requintes de crueldade, eu diria.

Confesso que quando desperdiçamos aquele pênalti nos primeiros minutos do segundo tempo eu achei que a volta olímpica seria adiada.

Mas aí o nosso Vascão arrancou forças não se sabe de onde, e foi o Vasco no seu melhor estilo: O time da virada, o time do amor...

Aproveito esse post pra agradecer todo o apoio e frequência aqui no nosso blog.

Sempre que podia eu levava os comentários comigo pra São Januário ou pro Vasco Barra, e mostrava pros jogadores, para que eles sentissem o quanto a torcida estava junto com eles.

Agora, precisamos nos concentrar em não deixar a peteca cair pro ano que vem. Precisamos aproveitar esse momento de resgate e estendê-lo no ano de 2010, para que façamos uma campanha digna das tradições do Vasco na Série A.

Clubes como Corínthians, Grêmio e Palmeiras souberam fazer isso muito bem, e o Vasco não pode ser diferente.

Mais uma vez, MUITO obrigado a todos vocês.

Agora vamos cumprir tabela nesses dois últimos jogos e esperar por um ano que vem muito mais feliz!

Forte abraço a todos e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

VASCO 2 X 1 AMÉRICA-RN

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ}
Data/Hora: 12/11/09 - 21h
Árbitro: Jose Henrique de Carvalho(SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Nilson de Souza Monção (SP)
Renda/Público: R$ 746.330,00/52.237 pagantes
Cartões Amarelos: Leandro, Ricardo Oliveira, Julio Terceiro, Edson Rocha (AME); Alex Teixeira (VAS)
Cartões Vermelhos: Leandro, 1'/2ºT (AME)

GOLS: Lucio, 13'/2ºT (0-1); 15'/2ºT (1-1); Alex Teixeira, 39'/2ºT (2-1)

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Aloísio, 30'/2ºT) , Vilson (Philippe Coutinho, 9'/2ºT), Titi e Ramon; Nilton, Souza, Ernani (Fumagalli, intervalo) e Carlos Alberto; Alex Teixeira e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

AMÉRICA-RN : Rodolpho; Thoni, Leandro, Edson Rocha e Jackson; Julio Terceiro (Ramires, 21'/2ºT), Ricardo Oliveira, Somália e Juninho (Wilton Goiano, 34'/2ºT); Lúcio e André Luiz (Geovane, 16'/2ºT). Técnico: Francisco Diá



.: MELHORES MOMENTOS :.




==/+/==







quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Campinense 0 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 35ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Élton voltou a marcar, e agora falta apenas uma vitória para levantarmos o caneco


Que adrenalina, meus amigos!

Mesmo já estando na Série A do ano que vem, as emoções ainda não acabaram em 2009.

Isso porque mesmo tendo conquistado o acesso com boa antecedência, esse título ainda é uma questão de honra para nós.

E como não podia ser diferente, o jogo de ontem contra o Campinense teve todos os ingredientes de emoção que uma partida de futebol pode ter, e pra quem ficou no Rio como eu, um ingrediente extra...

Teve a vitória do Guarani, que impossibilitava o título ontem e colocava uma pressão extra para que o Vasco vencesse. Teve a expulsão do Allan no início. Teve confusão entre os jogadores. Dois pênaltis para o Vasco (um convertido e outro perdido). Teve suspeita de fratura no nariz do Carlos Alberto e a expulsão de 3 jogadores do Campinense... ufaa...

Como se não bastasse, pra quem ficou no Rio... teve o apagão! Apagão que nos deixou praticamente sem todo o segundo tempo, e não fosse o bom e velho radinho de pilha, teria nos deixado literalmente às escuras.

Mas o Vasco venceu...

Com todos esses ingredientes para aumentar o sofrimento, o Vasco venceu...

E agora precisamos de uma simples vitória contra o América/RN para sermos campeões.

A diretoria do Vasco ainda tenta levar esse jogo para o Maracanã por questões de segurança, e caso isso aconteça a partida pode até ser adiada para o Sábado.

Vamos aguardar as cenas do próximo capítulo, mas com um certeza...

Em São Januário ou no Maraca, na sexta ou no Sábado, a festa promete ser inesquecível pra qualquer vascaíno...

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

CAMPINENSE 0 X 1 VASCO

Local: Amigão, Campina Grande (PB)
Data/Hora: 10/11/09 - 21h
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Renda/Público: Não disponíveis
Cartões Amarelos: Kléber, Fábio Santana, Buick, Anderson Oliveira, Edmundo, Leandro Camilo, Almir, Daniel (CAM); Fagner, Adriano, Nilton (VAS)
Cartões Vermelhos: Allan, 14'/2ºT (VAS); Marcelinho Henrique, 33'/2ºT; Buick, 37'/2ºT, Edmundo, 40'/2ºT (CAM)

GOLS: Elton, 33'/2ºT (0-1)

CAMPINENSE: Fabiano; Fábio Santana, Leandro Camilo, Kléber e Thompson (Almir, intervalo); Márcio Paraíba (Marcelinho Mattos, 25'/2ºT), Daniel, Marcelinho Henrique e Buick; Anderson Oliveira (Giuliano, 12'/2ºT) e Edmundo. Técnico: Freitas Nascimento.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Vilson, Titi e Ramon; Nilton, Souza, Allan e Carlos Alberto (Magno, 41'/2ºT); Adriano (Ernani, 42'/2ºT) e Elton (Alex Teixeira, 28'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.





==/+/==







segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Vasco 2 x 1 Juventude - Campeonato Brasileiro - Série B - 34ª Rodada


foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

"O Sentimento nos trouxe de volta"





Amigos...

Finalmente, ESTAMOS DE VOLTA !!!

E nesse momento de realização de objetivo, prefiro deixar o jogo contra o Juventude de lado, pra falar do ano de 2009.

Esse ano certamente jamais será apagado da nossa história, seja pelo lado ruim, ou seja pelo lado bom...

O lado ruim é óbvio. Em 2009 o Vasco jogou a Série B do Campeonato Brasileiro. É isso que a história dirá, e essa mancha jamais será apagada.

E o lado bom? O lado bom é que nesse mesmo 2009 a imagem do Vasco começou a ser reconstruída. Em 2009 o Vasco teve exposição de mídia em nível nacional, coisa que não acontecia desde 2000 com a Mercosul e o João Havelange.

Em 2009 o Vasco viu sua torcida lotar o Maracanã sozinha, quebrando até o recorde de público pagante das 3 divisões do futebol brasileiro. De quebra, registrou o maior público da história da Série B, que já contou com outros grandes como Palmeiras, Corínthians, Botafogo, Fluminense, Atlético/MG, etc...

Em 2009 voltamos a ter jogadores identificados com a nossa camisa. Jogadores que não perdem a oportunidade de declarar o quanto estão felizes em vestir nossa cruz de malta. Taí o Carlos Alberto, pra citar um exemplo extremo.

Em 2009 o Vasco voltou a se ver no espelho e encarar sua grandeza. Nessas tantas viagens que fizemos pelo interior do país, eram raras as vezes em que haviam menos de 200 pessoas nos esperando nos aeroportos. Juazeiro do Norte, 500 Km de Fortaleza, foi uma exemplo clássico. Cerca de 400 pessoas com a camisa do Vasco nos aguardavam no acanhado aeroporto da cidade. Ao entraramos no ônibus rumo ao hotel, uma verdadeira carreata nos seguiu por todo o percurso, enquanto as pessoas corriam para a porta de casa para saudar nossa passagem. A cidade literalmente parou... e os jogadores se impressionaram.

Enfim, 2009 foi o ano em que, por incrível que pareça, o vascaíno voltou a ver a força do seu clube. Fizemos uma campanha supreendente no carioca. Com um time praticamente todo remontado, o Vasco apresentou o melhor futebol da competição (dito por público e crítica). Não fosse a derrota para o Botafogo, o Vasco tinha sua melhor chance de título estadual em anos.

Fomos eliminados invíctos da Copa do Brasil. Goleamos o Vitória e jogamos melhor que o Corínthians na semifinal. Sempre lembrando o pênalti não marcado pelo Gaciba em cima do Élton no jogo da volta, lance em que o próprio árbitro se desculpou posteriormente assumindo que havia errado.

E teve, claro, a Série B.

Esse campeonato que a maioria dos torcedores considera fraco, e onde o Vasco teria "obrigação"de dominar.

A maioria dessas pessoas não tem idéia da dificuldade desta competição. As viagens, os estádios, os gramados, sem falar do fato de que o Vasco era o time a ser batido, e todos jogavam o "jogo da vida" contra nós. Era tudo contra o Vasco, mas nós conseguimos...

Agora, para terminarmos da melhor maneira esse 2009, só falta mesmo o título.

E ele pode acontecer já nesta terça-feira, contra o Campinense.

Para isso o Vasco tem que ganhar e torcer contra Guarani e Ceará. É difícil mas pode acontecer...

E caso não aconteça, as chances de sermos campeões contra o América/RN na sexta (13/11) são imensas.

É isso, meus amigos.

Agradeço a todos pelas palavras de incentivo ao longo de todo ano, e compartilho com vocês essa alegria por estarmos novamente no nosso lugar de direito.

O Sentimento nos trouxe de volta...

Forte abraço e saudações ==/+/==



A união fez a força... e o Vascão voltou





.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

VASCO 2 X 1 JUVENTUDE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 7/9/2009 - 16h10
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Erich Bandeira (PE) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)
Renda/Público: R$ 1.157.287,00 / 78.609 pagantes (81.904 presentes)
Cartões amarelos: Aloísio (VAS)
Cartão vermelho: Juninho, 20'/2ºT (JUV)
GOLS: Adriano, 29'/1ºT (VAS); Irineu, 18'/2ºT (JUV); Carlos Alberto, 24'/2ºT (VAS)

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Nilton, Souza (Alex Teixeira, 25'/2ºT), Alan e Carlos Alberto (Magno, 34'/2ºT); Adriano e Elton (Aloísio, 30'/2ºT) - Técnico: Dorival Júnior.

JUVENTUDE: Juninho, Bruno, Douglas, Irineu e Bruno Teles; Xavier (Jorge Felipe, intervalo), Walker, Lauro e Léo Dias (Gustavo, intervalo); Zezinho e Marcos Denner (Mendes, 15'/2ºT) - Técnico: Ivo Wortmann.



.: MELHORES MOMENTOS :.




==/+/==






segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Fortaleza 1 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 33ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Paulo Sérgio fez o gol que empatou o jogo e ajudou o Vasco a aumentar a vantagem sobre o Guarani



Amigos! Tudo certo?

Hoje serei mais do que breve. Isso porque também sou filho de Deus e quero aproveitar esse restinho de feriado com a família.

Ainda mais nessa semana, que promete ser cheia de trabalho até o jogo de Sábado contra o Juventude.

O resumo dessa última rodada é o seguinte: Os deuses do futebol conspiraram em nosso favor.

Digo isso pois seria muito estranho o Vasco confirmar a subida longe do seu torcedor, e agora temos tudo para carimbar nosso retorno diante de um Maracanã certamente lotado!

Só não foi melhor porque não vencemos, pois se tivéssemos conquistado esses 3 pontos diante do Fortaleza hoje estaríamos 7 pontos na frente do Guarani, com uma das mãos na taça!

Mesmo assim, aumentamos em 1 ponto a nossa vantagem e ainda temos tudo para levar esse caneco pra São Janú.

É isso, meus amigos!

Agora vou descansar pra essa longa semana que se anuncia!

Espero TODOS vocês Sábado no Maraca!

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

FORTALEZA 1 X 1 VASCO

Estádio: Castelão, Fortaleza (CE)
Data/hora: 31/10/2009 - 16h10 (Horário de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: Erich Bandeira (Fifa-PE) e José Pedro Wanderlei da Silva (PE)
Renda/público: -
Cartões amarelos: Leandro e Marcelo Nicácio (FOR); Paulo Sérgio, Souza e Aloísio (VAS)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Bismarck, 7'/2ºT (FOR); Paulo Sérgio, 13'/2ºT (VAS)

FORTALEZA: Douglas, Dedé, Gilmak, Everaldo e Eusébio (Marcos Tamandaré, 29'/2ºT); Coutinho, Leandro (Rocha, 34'/2ºT), Bismarck (Saulo, 24'/2ºT) e Elton; Luiz Carlos e Marcelo Nicácio - Técnico: Roberto Fernandes

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ernani; Amaral, Souza, Allan e Alex Teixeira (Magno, 33'/2ºT); Adriano (Rodrigo Pimpão, 24'/2ºT) e Elton (Aloísio, 33'/2ºT) - Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.





==/+/==







segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Vasco 2 x 1 Bahia - Campeonato Brasileiro - Série B - 32ª Rodada


Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco
Elton vinha apagado na partida, até fazer o golaço que garantiu a nossa vitória e a virtual classificação para a Série A do ano que vem


Tá chegando a hora, meus amigos...

A cada vitória que passa, o sentimento do retorno à elite toca mais um pouco nossos corações.

Nesse momento podemos dizer que só uma tragédia evitaria o nosso acesso.

Inclusive, podemos garantir matematicamente nosso objetivo já na próxima rodada, contra o Fortaleza, fora de casa.

Mas a verdade é que para que essa campanha seja 100% vitoriosa, nós precisamos conquistar o título da competição.

Uns vão dizer que a Série B é um torneio menor para a tradição do Vasco, que esse título não significa nada, etc...

Mas eu prefiro pensar que o Vasco tem obrigação de vencer todo campeonato que disputa, até mesmo por essa tradição.

E além disso, a Série B não é um campeonato fácil, longe disso. São 20 equipes disputando a chance de integrar a elite do futebol brasileiro, e vencer essa competição certamente é algo que depende de muitos méritos e competência. Por isso, o título é importante sim! Seria a consagração do trabalho realizado esse ano pelo clube.

Agora sobre o jogo de ontem, não tenho muito para comentar.

Só dizer que enfrentamos um time que veio jogar todas as suas fichas, pois está em situação dramática na tabela.

Ainda assim, o Vasco foi senhor das ações durante quase todo o jogo e construiu o placar com tranquilidade para vencer a terceira partida seguida.

Apesar de ninguém ter feito uma partida espetacular individualmente, podemos dizer que o time como um todo se saiu bem e fez o seu dever de casa mais uma vez.

O destaque sem dúvida foram os dois golaços, tanto do Fagner quanto do Elton. Esse segundo vinha fazendo uma partida bem abaixo do seu costume, mas num relance mostrou toda sua importância para nossa equipe, ao fazer um gol que prova todos os seus recursos de artilheiro.

É isso, meus amigos.

Até Sábado, se Deus quiser com o nosso retorno à Série A matematicamente garantido.

Forte abraço e saudações ==/+/==


.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte : Lancenet)

VASCO 2 X 1 BAHIA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/10/2009 - 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Bruno Boschilia (PR)
Renda/público: R$ 819,498,50/49.990 pagantes (52.631 presentes)
Cartões amarelos: Nilton e Dedé (VAS); Ananias (BAH)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Fágner, 37'/1ºT (VAS); Elton, 35'/2ºT (VAS); Paulo Isidoro, 37'/2ºT (BAH)

VASCO: Fernando Prass, Fágner, Vilson, Titi e Ernani; Nilton, Souza (Amaral, 29'/2ºT), Allan e Fumagalli (Adriano, 34'/1ºT) (Dedé, 44'/2ºT); Alex Teixeira e Elton - Técnico: Dorival Júnior

BAHIA: Marcelo; Bebeto, Evaldo, Menezes e Alex Maranhão (Beto, 33'/2ºT); Leandro, Marcone, Hernani e Ananias; Nadson (Roberto, 17'/2ºT) e Jael (Paulo Isidoro, 33'/2ºT) - Técnico: Paulo Bonamigo



.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==







quinta-feira, 22 de outubro de 2009

ABC 2 x 3 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 31ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Fumagalli fez um gol importantíssimo, garantindo mais uma vitória fora de casa para o Vasco


Falta pouco meus amigos, muito pouco...

E mais uma vez, não poderia ter sido sem sofrimento.

Esse jogo contra o ABC de Natal foi certamente um dos mais difíceis e importantes da nossa campanha.

Primeiro porque a rodada era vital, uma vez que a maioria dos nossos adversário diretos jogava fora de casa e por isso seria uma bela oportunidade de abrir vantagem.

E foi o que aconteceu: O Guarani perdeu, o Ceará perdeu, o São Caetano perdeu, e o Figueirense perdeu. Só não foi a rodada perfeita porque o Atlético/GO venceu no finalzinho da partida, mas mesmo assim serviu para darmos mais um passo gigantesco rumo à conquista matemática do nosso acesso.

O jogo também foi difícil em funçào da situação do nosso adversário. O ABC está muito perto do rebaixamento e era certo que eles "dariam a vida" jogando em casa contra nós.

E não foi diferente...

O jogo começou muito bom pra nós com o gol do Fernando logo no início, numa jogada de escanteio exaustivamente treinada pelo Dorival: escanteio cobrado no primeiro pau, alguém desvia para o jogador que vem fechando no segundo.

Logo depois veio o troco. Numa jogada em que a nossa zaga ficou indecisa sobre quem daria o bote no atacante adversário, acabamos cometendo o pênalti.

Refeitos do susto, voltamos a comandar as ações no jogo e não demorou para que ficassemos em vantagem novamente.

Ernani, que fez sua segunda boa partida em sequência, fez jogada pela esquerda e acabou derrubado claramente dentro da área. Pênalti que Carlos Alberto cobrou e marcou.

Fomos para o vestiário em vantagem mas quando o juiz apitou o intervalo a partida estava bastante equilibrada, da mesma forma como começaria a segunda etapa.

A prova disso é demorou apenas 14 segundos para quemo time de Natal empatasse novamente a partida, em novo cochilo da nossa zaga.

Mas o Vasco não se abateu, principalmente porque os jogadores tomaram conhecimento dos outros resultados no intervalo e sabiam da importância desse 3 pontos.

E não demorou muito para que voltássemos a mandar no placar da partida. Dessa vez foi Fumagalli, que cobrou com muita propriedade a falta sofrida pelo Carlos Alberto na entrada da área. Aliás, o último gol de falta do Vasco já fazia algum tempo, desde que o Nilton soltou aquela bomba coontra o Vitória, no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil..

Voltando ao jogo, depois de abrirmos vantagem novamente, passamos a administrar o resultado de forma um pouco perigosa, o que nos rendeu alguns sustos. O maior deles foi aquele bate-rebate louco dentra da nossa pequena área, que só o Todo Poderoso poderia explicar como não entrou. O fato é que o Prass bateu na bola duas vezes, o Fernando resvalou e ela sobrou de frente pro atacante do ABC, que chutou praticamente sem ninguém na frente, mas conseguiu encontrar a canela do Ernani.

E foi isso, 3 x 2 pra nós e mais um teste cardíaco realizado com sucesso.

Agora é concentrar para a partida contra o Bahia, neste Sábado, no Maracanã.

Espero todos vocês lá!

Forte abraço e saudações ==/+/==


.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: JS online)

ABC 2 x 3 Vasco

ABC
Tiago Cardoso; Audálio, Gaúcho e Rafael Pedro; Bosco (Zé Eduardo), Augusto Recife, Alexandre Oliveira, Sandro e Bruno Barros (Tucho); Ricardinho e Júnior Negão (Selmir).
Técnico: Flávio Lopes

Vasco
Fernando Prass; Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ernani; Amaral, Nilton, Allan (Mateus) e Fumagalli; Carlos Alberto (Adriano) e Elton (Aloísio).
Técnico: Dorival Júnior

Data: 20/10/2009 (terça-feira)
Local: Frasqueirão, Natal (RN)
Árbitro: Wilson Seneme (SP)
Auxiliares: Marcio Dias (PA) e Fernando Miranda (PA)
Público: 11.317 (pagantes)
Cartões amarelos: Augusto Recife, Audálio, Gaúcho, Ricardinho e Alexandre Oliveira (ABC). Amaral, Titi, Paulo Sérgio, Mateus e Fernando (Vasco).
Gols: Fernando, aos 8 minutos; Gaúcho (pênalti), aos 15 minutos; e Carlos Alberto (pênalti), aos 28 minutos do primeiro tempo. Júnior Negão, aos 14 segundos; e Fumagalli, aos 14 minutos do segundo tempo.





.: MELHORES MOMENTOS :.




==/+/==









quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Vasco 4 x 1 Vila Nova - Campeonato Brasileiro - Série B - 30ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Nilton marcou um dos gols mais bonitos da Série B deste ano, abrindo o placar da goleada cruzmaltina



Enfim voltamos a vencer, amigos. E de goleada, o que é ainda melhor...

Não que isso signifique que o Vasco fez uma grande exibição. Ao contrário, o jogo vinha se apresentando de forma bem perigosa para nós até o gol do Amaral, segundo do Vasco no jogo.

Começamos a partida muito bem, procurando agredir o Vila desde o apito inicial. E não demorou muito para que o torcedor presente em número modesto em São Januário fosse agraciado com uma verdadeira pintura...

Que golaço do Nilton! Tanto pela beleza plástica do voleio acrobático quanto pelo grau de dificuldade de acertar aquela bola vinda de uma cobrança de escanteio, no meio de diversos defensores adversários. Sem dúvida um dos mais belos gols do futebol brasileiro esse ano.

Mas aí, inexplicavelmente, nos encolhemos depois de abrir essa pequena vantagem.

O Vasco foi gradualmente aceitando o jogo do Vila e não demorou muito para que eles empatassem numa bobeira do nosso setor defensivo.

E assim fomos para o intervalo. Com o jogo empatado e a promessa de momentos dramáticos na etapa final.

E o script não fugiu muito disso aí...

A torcida logo começou a perder a paciência, e as tradicionais vaias, principalmente das sociais começaram a surgir.

Aí entramos naquela discussão na qual eu não pretendo me aprofundar muito, pois cada um tem uma opinião, e eu respeito todas elas...

Mas o fato é que o time que precisava buscar a vitória, ao ser vaiado, começou a errar mais ainda.

Foi então que outra pintura aconteceu: o gol do Amaral.

Depois do jogo, no vestiário, ele jurava de pés juntos que foi consciente na finalização. E após ver o replay diversas vezes, eu acredito na versão dele.

Na comemoração, Amaral correu pras sociais e fez alguns gestos com as mãos nos ouvidos dos quais a galera não gostou.

Nesse caso, peço permissão para sair em defesa do Amaral.

Voltando alguns meses no tempo, quando o Vasco fez a apresentação oficial de todo o elenco antes do início das competições, houve uma cerimônia em São Januário.

Na ocasião, cada jogador tinha seu nome chamado no microfone do Estádio, saía do tunel e vinha correndo até um palanque montado em frente as sociais.

Acontece que nesse dia, quando nenhuma partida ainda havia sido jogada no ano, o nome de Amaral já surgiu acompanhado de vaias...

Aí vocês façam o exercício de se colocar no lugar do ser humano, e não do atleta.

O cara literalmente "dá a vida" pelo Vasco toda vez que entra em campo. É o maior "carregador de piano" do elenco em toda a temporada. Se ele tem limitações ou não, é outra história, e afinal, quem não tem?

Mas o caso é que o cara honra a nossa camisa, não é "chupa-sangue", não é mercenário, é dedicado, e ainda assim é vaiado...

Aí ontem ele vai e faz aquele golaço num momento capital do jogo. Logo ele que tem a média de 1 gol por ano! Como condenar esse ser humano pelo desabafo?

O testemunho que posso dar aqui sobre o Amaral é simples: Muito boa pessoa, profissional exemplar e além de tudo um excelente jogador de grupo. Que sabe usar sua experiência para orientar os mais jovens e que tem o respeito e a admiração de TODO o elenco.

Tanto é assim que foi justamente ele o escolhido por mim e pelo restante da Assessoria para a coletiva depois do jogo. E mais uma vez, o Amaral provou tudo isso que eu disse acima: pediu desculpas ao torcedor, explicou seu sentimento de forma sincera e honesta, e não se esquivou de nenhuma pergunta feita pelos "sedentos" jornalistas...

Superado esse assunto, voltemos ao jogo...

Depois do gol do Amaral o Vila desistiu do resultado e o Vasco atropelou como tinha que ser...

Titi, que se recuperou de falha no gol do Vila, e Elton, agora artilheiro isolado da Serie B, fizeram os outros dois gols que completaram a goleada.

As mexidas do Dorival surtiram ótimo efeito e os 3 jogadores que entrararm (Adriano, Magno e Ernani) foram importantes para a ampliação do placar.

Agora, só para encerrar essa postagem, não há como não citar aquele que na minha opinião foi o destaque absoluto do jogo: o garoto Allan.

Que partida!!! Ele que teve a missão de substituir nada menos que o nosso capitão Carlos Alberto e o fez com maestria de veterano. Estava em todas as partes do campo, defendendo, atacando, criando jogadas, driblando, enfim... foi um monstro durante os 90 minutos...

Isso mostra mais uma vez aquilo que já disse aqui muitas vezes: O Dorival conhece esse elenco como a palma das mãos, e apesar das críticas (muitas delas injustas na minha opinião) não se intimida na hora de delegar função tão importante para um garoto que até pouco tempo a maioria dos vascaínos sequer sabia que existia...

Sendo assim, mantivemos nossa liderança e estamos (segundo os matemáticos de plantão) há apenas 4 pontos da classificação para a Série A.

Falta MUITO pouco meus amigos!

Agora até terça que vem, quando pegaremos o ABC em Natal, secando o Guarani na nossa busca pelo título da competição.

Forte abraço e saudações ==/+/==






.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

VASCO 4 X 1 VILA NOVA

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/10/2009 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Especial-MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Renda/público: R$ 70.275,50 / 7.592 pagantes
Cartões amarelos: Amaral e Fernando (VAS); Zé Rodolpho, Dida, Otacílio e Nena (VIL)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Nilton, 7'/1ºT (VAS); Nena, 26'/1ºT (VIL); Amaral, 20'/2ºT (VAS); Titi, 23'/2ºT (VAS); Elton, 33'/2ºT (VAS)

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Pará (Ernani, 19'/2ºT); Amaral, Nilton, Allan e Fumagalli (Adriano, 9'/2ºT); Elton e Aloísio (Magno, 17'/2ºT) - Técnico: Dorival Júnior

VILA NOVA: Juninho, Edson Borges, Flávio e Leonardo; Dida, Álisson, Claudinho Baiano, Otacílio (Ricardinho, 28'/2ºT) e Zé Rodolpho; Alex Dias (Ray, 15'/2ºT) e Nena (Soares, 35'/2ºT) - Técnico: Zé Roberto




.: MELHORES MOMENTOS :.









==/+/==







segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ponte Preta 1 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 29ª Rodada

foto: Lancenet

Carlos Alberto foi mais uma vez caçado em campo, mas mesmo assim conseguiu marcar o gol que nos manteve na liderança.



Pois é, meus amigos. Mais um pontinho suado...

Apesar de toda a dificuldade, conseguimos nos manter na frente do Guarani, que voltou a fazer uma boa campanha.

Se serve de consolo, apesar do Bugre estar mais próximo de nós na tabela, esse resultado nos deu um ponto a mais de distância em relação ao quinto colocado.

Sobre o jogo, o que se pode dizer é que foi mais um episódio da temporada de caça ao Carlos Alberto.

Pra se ter uma idéia, nosso capitão foi vítima de 9 das 25 faltas que o time sofreu na partida.

Não foi à toa que a equipe da Ponte recebeu 10 cartões amarelos e 1 vermelho!!!

Números que reforçam o que o Dorival tem reclamado com frequência: o Vasco está apanhando demais na competição.

Até por isso o Dorival acabou expulso de campo neste Sábado, de tanto reclamar com o árbitro da sequência de faltas que minava nossas jogadas e ainda arrebenta o nosso time com sucessivas lesões.

Além disso, o trio de arbitragem anulou um gol legítimo do Carlos Alberto ainda no primeiro tempo que certamente daria outra dinâmica ao jogo.

Pra compensar ele acabou dando aquele pênalti duvidoso à nosso favor no segundo tempo.

Mas o que vale, amigos, é que conseguimos nos manter na frente da tabela depois de dois jogos duríssimos fora de casa. Isso mostra a consistência da nossa campanha na competição.

Agora é hora de voltar a vencer!

Amanhã, diante do Vila Nova, precisamos muito desses 3 pontos e torcer pro Guarani dar uma escorregada em casa diante do Duque de Caxias.

É importante que nossa torcida compareça para ajudar a empurrar a equipe, que não contará com Carlos Alberto, suspenso após passar 14 rodadas pendurado.

Espero vocês lá no Caldeirão amanhã.

Forte abraço e saudações ==/+/==


.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

PONTE PRETA 1 X 1 VASCO

Estádio: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data/hora: 10/10/09 - 16h10 (Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Renda/público: R$ 44.643,00 / 3.712 pagantes
Cartões amarelos: Tinga, Jean, Danilo Portugal, Evando, Deda, Marrom, Vicente, Lins, Dezinho e William Favoni (PON); Rodrigo Pimpão, Carlos Alberto, Fernando, Paulo Sérgio, Elton, Gian e Nilton (VAS)
Cartão vermelho: Jean, 20'/2ºT (PON)
GOLS: Evando, 26'/1ºT (1-0); Carlos Alberto, 31'/2ºT (1-1)

PONTE PRETA: Gilson; Dedê, Jean, Dezinho e Vicente; Deda, Tinga (Marrom, 21'/2ºT), Danilo Portugal e Danilo Neco (Lins, 5'/2ºT); Fabiano Gadelha e Evando (William Favoni, 30'/2ºT) - Técnico: Wanderley Paiva.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Gian, Fernando e Pará (Ernani, 33'/2ºT); Amaral (Allan, 26'/2ºT), Nilton, Fumagalli e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão (Elton, intervalo) e Aloísio - Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.







==/+/==



segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Bragantino 0 x 0 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 28ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Fumagalli foi bem na sua estréia como titular, mas chuva torrencial acabou sendo o personagem principal da partida





Como estão, amigos? Tudo certo?

Desde já peço desculpa pelo atraso do post, mas ontem prometi a mim mesmo e minha família que não chegaria perto de um computador.

Essa viagem para Bragança, com todos os seus ingredientes extras acabou sendo uma pequena maratona de dois dias.

Confesso que poucas vezes na minha vida assisti ao vivo uma chuva tão forte, com direito à quase uma hora de granizo!

E isso gerou uma expectativa absurda na delegação... Vai ter jogo? Vamos jogar amanhã? Voltamos para o hotel? Ninguém sabia ao certo responder...

Mesmo quando o juiz decidiu dar reinicio à partida, o pessoal da nossa logística de viagem já havia decretado que iríamos perder o vôo da volta e que só retornaríamos ao Rio no Domingo de manhã.

Isso porque nosso vôo estava marcado para decolar às 21h40, e nossa saída do Estádio estava alinhada para 19h.

A distância do Estádio para o Aeroporto era como se fosse de Teresópolis até o Galeão...

Só que quando o jogo acabou, alguns membros da comissão técnica acharam que ainda dava para chegarmos em tempo de viajar no Sábado, só que aí já eram 20h10!!! Ou seja, correria desenfreada para conseguir... e nós conseguimos! Entramos no aeroporto de Guarulhos por volta de 21h20 minutos, e acabamos fazendo o pessoal dentro do avião esperar um pouquinho pelo nosso check-in de 35 pessoas...

Sobre o jogo, muito pouco a ser dito.

A chuva e a paralisação de 50 minutos realmente deram uma esfriada nas duas equipes, e o Vasco só chegou a jogar bom futebol no início do segundo tempo, após a entrada do Aloísio.

Com ele como referência lá na frente o Vasco criou suas melhores jogadas na partida, mas não foi incisivo o suficiente para marcar o gol.

Do meio da segunda etapa em diante, deixamos a vontade de vencer tomar conta da equipe de forma desorganizada, e nos mandamos de qualquer jeito para definir o jogo, e por conta disso passamos por alguns sufocos que quase nos valeram a derrota.

Mais uma vez Fernando Prass esteve lá para nos salvar do pior.

Mas no meio desse resultado magro, uma boa notícia:

Fumagalli foi muito bem na partida, acertando quase todos os passes, dando cadência e qualidade ao nosso meio de campo, e por muito pouco não nos deu a vitória no último lance em belíssima cobrança de falta que o goleiro deles buscou no ângulo.
O goleiro Gilvan do Bragantino garantiu o empate no último lance, ao defender bela cobrança de falta de Fumagalli.



De qualquer forma, Fumagalli se mostrou uma boa opção para compor esse meio campo do Vasco, que vêm sentindo muita falta do Alex e do Souza, que estão na Seleção Sub-20.

No mais, o empate acabou sendo um resultado bom. Não ótimo, mas bom, já que o Guarani fez o favor de empatar em casa com o Vila Nova, o que nos manteve na liderança com a mesma ventagem da rodada anterior.

Agora, teremos mais um grande desafio no próximo Sábado, mais uma vez fora de casa, diante da Ponte Preta.

Um bom resultado nesse jogo nos deixará muito perto dos 64 pontos, que teoricamente, garantem nosso retorno à elite!

Falta pouco, amigos...

Estamos quase lá!

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

BRAGANTINO 0 X 0 VASCO

Estádio: Nabi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Data/hora: 3/10/2009 - 16h10
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Antônio Carlos de Oliveira (ES) e José Ricardo Maciel Linhares (ES)
Renda / público: R$ 35.115/ 1.963 pagantes
Cartões amarelos: Ramon, Nilton (VAS) Adãozinho, Kadu, Da Silva (BRA)
Cartões vermelhos: Robson (BRA)

GOLS: Não houve

BRAGANTINO: Gilvan; Da Silva, Kadu, Robson; Diego Macedo, Danilo Bueno, Adãozinho, Léo Jaime e Sergio Manoel (Marcelo Godri, 13'/2ºT); Paulinho e Frontini (Beto, 37'/2ºT). Técnico: Marcelo Veiga

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Aloísio, intervalo), Vilson, Gian e Ramon; Nilton, Mateus (Adriano, 26'/2ºT), Allan e Fumagalli; Carlos Alberto e Robinho. Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.




==/+/==





quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Vasco 1 x 2 Figueirense - Campeonato Brasileiro - Série B - 27ª Rodada

Após longo jejum Nílton voltou a marcar, mas não evitou a primeira derrota do Vasco em São Januário na Série B


É, meus amigos...

Perdemos a primeira em São Januário nesta Série B.

É notório que nosso time vinha apresentando uma queda de desempenho nas últimas partidas, mas ontem, pode-se dizer que o adversário também teve muito mérito na vitória.

Acho até que o Vasco se apresentou melhor ontem do que contra o Caxias no Sábado passado.

O time de Florianópolis veio com uma proposta de jogo muito interessante e eficaz. Não fez como fazem a maioria dos times que vem nos enfrentar aqui, se limitando a defender e tentar a sorte no contra ataque.

O Figueirense marcou forte sim, é verdade... Mas principalemente lutou muito pela posse da chamada "segunda bola", aquela que vem de um rebote, de um chutão, da cabeçada de um zagueiro, etc...

E de posse dessa bola, o time deles sabia muito bem o que fazer. Foi incisivo e decisivo. Não é à toa que eles tem a segunda melhor campanha do returno e estão em franca escalada rumo ao G4.

Mas mesmo com todo esse mérito, não podemos tirar dos nossos ombros a responsabilidade pelo mal resultado. Jogando em casa, com o apoio da nossa torcida, temos que vencer...

Aí vem outra parte da história que eu gostaria de destacar: o apoio da torcida.

Quem esteve lá ontem notou que as vaias foram muitas durante a partida. Alguns jogadores, ao sairem de campo, desabafaram em relação a isso, questionando esse comportamento dos vascaínos, já que o time é líder e perdeu somente a primeira em São Janú na competição.

Hoje, quando eu navegava pelos blogs por aí afora, li muitas declarações do tipo: "Quem joga no Vasco tem que saber aguentar pressão", "não tá satisfeito com a vaia vai embora", entre outras frases feitas que a gente já conhece, típicas dos corneteiros de plantão, que muitas vezes conhecem menos de futebol do que julgam suas inteligências...

Logicamente que no treino que aconteceu no Vasco Barra na tarde de hoje eu fui repercutir isso com alguns jogadores, e o que a maioria deles me disse é nada mais do que a lógica: NINGUÉM está reclamando de ser vaiado pela atuação, que segundo eles mesmos foi abaixo do aceitável.

O que não dá pra enteder de uma torcida é a vaia direcionada durante a partida.

Por exemplo, o Enrico.

É sabido que ele não está nas graças da torcida. Mas por algum motivo, como ontem, ele é escalado.

Queria entender o que faz o nosso torcedor pensar que vaiar toda vez que ele toca na bola vai ajudar em alguma coisa... Será que ele vai jogar mais por causa disso? Ou será que a reação vai ser ainda pior?

Me parece um pouco óbvio demais para entrarmos nessa discussão. O mesmo se aplica ao Vílson. Como é que um jogador vai render o seu melhor sendo que toda vez que a bola chega em seus pés o estádio vem abaixo em vaias?

Na minha opinião, o papel da torcida é jogar junto e não contra.

Agora, acabou o jogo, o time perdeu, jogou mal, pode vaiar à vontade, com justiça...

Mas enquanto a bola tá rolando, a torcida precisa é ajudar, dar confiança pro jogador que não está bem pois pode ser a única maneira de ele acertar a jogada.

Alguns mais precipitados podem achar que por eu trabalhar no clube esse é um blog "chapa branca", que não apóia críticas...

Não é nada disso! Apenas penso que as críticas tem hora certa para serem feitas e com certeza essa hora não é quando nosso time está de posse da bola tentando criar alguma coisa.

Pra provar que essa não é uma opinião única e exclusiva da "vítima", um justificativa pela derrota, basta ler as declarações do Técnico do Figueirense depois do jogo.

Enfim amigos, perdemos. E perder sempre fez parte do jogo.

Infelizmente não aproveitamos de maneira ideal a sequência de 3 jogos no Rio para abrir ainda mais a vantagem sobre o Guarani, que ainda por cima venceu os 2 difíceis jogos que teve nas últimas rodadas. Pelo contrário, a vantagem diminuiu.

Isso só aumenta a importância do nosso próximo confronto, contra o Bragantino, na casa deles neste Sábado que vem.

Precisamos muito dessa vitória para acalmar os ânimos e reestabelecer a confiança que até pouco tempo reinava absoluta.

Vamos torcer!

Forte abraço e saudações ==/+/==


.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

VASCO 1 X 2 FIGUEIRENSE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 29/9/2009 - 21h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA-RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (FIFA-RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Renda / público: R$ 72.093,00 / 5.572 pagantes e 6.908 presentes
Cartões amarelos: Ramon, Fagner e Rodrigo Pimpão (VAS); Edson, Egídio, Paulinho e Toninho (FIG)

GOLS: Schwenck, 30'/1°T (0-1); Fernandes, 46'/1°T (0-2); Nilton, 37'/2°T (1-2)

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Rodrigo Pimpão, 18'/2°T), Vilson, Gian e Ramon; Amaral (Philippe Coutinho, intervalo), Nilton, Enrico e Carlos Alberto; Adriano e Elton (Robinho, intervalo). Técnico: Dorival Júnior.

FIGUEIRENSE: Wilson, Edson, Toninho e Roger Carvalho; Lucas, Paulinho (Bóvio, 16'/2°T), Roberto Brum, Fernandes, Maicon (João Felipe, 21'/2°T) e Egídio; Schwenck (Paulo Sérgio, 42'/2°T). Técnico: Marcio Araújo.


.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==







domingo, 27 de setembro de 2009

Duque de Caxias 0 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 26ª Rodada

foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco

Carlos Alberto não foi brilhante, como todo o time do Vasco, mas seu gol nos garantiu mais 3 importantes pontos



E aí, meus amigos? Tudo certo?

Pois é, ontem passamos por mais um sufoco, mais uma vitória apertada.

Me arrisco inclusive a dizer que dessas últimas vitórias por um gol de diferença, essa foi a que o Vasco mais correu riscos.

Inexplicavelmente, esses riscos foram ainda maiores depois que abrimos o placar. O time recuou perigosamente, chamando o Caxias pra dentro da nossa intermediária, e por muito pouco não sofremos o gol de empate.

Realmente foi um sufoco, mas no fim das contas vale a conquista de mais 3 pontos e o sentimento de que a Série A é logo ali.

Na entrevista coletiva depois da partida, Dorival não escondeu sua irritação com a postura da equipe. Uma das palavras que ele usou repetidamente foi "ansiedade". Ele acredita que esse sentimento geral de que a missão já está quase cumprida causa nos jogadores uma espécie de pressão extra.

Eu concordo...

Acho que essa sensação que todos tem de que o Vasco já subiu passa pros jogadores uma responsabilidade a mais, afinal são eles que têm que provar em campo que essa tese de torcedores e jornalistas é verdade.

Mas volto a frisar: vale os 3 pontos, e isso é o que importa.

Afinal, quantas vezes vimos nosso time jogar bem e no fim acabar perdendo a partida. Inclusive isso aconteceu algumas vezes no ano passado, quando acabamos caindo.

É claro que todos queremos ver uma exibição de gala, uma goleada, assim como tivemos contra o Ipatinga no Maracanã.

Mas entre jogar mal e ganhar e jogar bonito e perder, eu fico com a primeira opção.

Bem, estamos quase completando 100% daquela sequência de 3 jogos no Rio, na qual eu projetava que poderíamos abrir uma vantagem de 9 pontos para o Guarani. Não aconteceu ainda porque o Bugre venceu o clássico em Campinas.

Acredito que se conseguirmos mais uma vitória nesta terça contra o Figueirense, em São Januário, essa previsão tem tudo pra se concretizar, já que o Guarani pega o São Caetano fora de casa nesta próxima rodada.

Então é isso, amigos.

Vamos lotar nosso estádio nesta terça, e fazer a nossa parte.

Espero todos vocês lá!

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.

(fonte: Lancenet)

DUQUE DE CAXIAS 0 X 1 VASCO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 26/9/2009 - 16h10
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Auxiliares: Marco Aurelio dos Santos Pessanha (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Renda/público: R$ 361.391,00 / 25.554 pagantes e 27.622 presentes
Cartões amarelos: Gustavo, Santiago, Oziel, Leandro Chaves, Thiaguinho e Juninho (DUQ); Paulo Sérgio, Allan e Fernando Prass (VAS)

GOL: Carlos Alberto, 4'/2°T (0-1)

DUQUE DE CAXIAS: Vinícius, Oziel, Gustavo, Santiago e Marquinho (Paulo Rodrigues, 27'/2°T); Mancuso, Leandro Teixeira (Juninho, 19'/2°T), Leandro Chaves e Thiaguinho; Toni e Gilcimar (Leandro Cruz, 15'/2°T). Técnico: Gilson Kleina.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio (Fagner, intervalo), Vilson, Gian e Ramon; Nilton, Mateus, Allan e Carlos Alberto; Robinho (Adriano, 22'/2°T) e Elton (Philippe Coutinho, 35'/2°T). Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==






domingo, 20 de setembro de 2009

Vasco 1 x 0 Guarani - Campeonato Brasileiro - Série B - 25ª Rodada


foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco
Carlos Alberto e Élton foram mais uma vez decisivos para o Vasco


É, meus amigos! Estamos cada vez mais perto do nosso lugar de direito. A elite do futebol brasileiro.

Mas nem por isso devemos relaxar e pensar que já conquistamos alguma coisa.

Temos muito campeonato pela frente ainda e essa vantagem conquistada até o momento de nada servirá se tirarmos o pé do acelerador na reta final.

Serve de exemplo também o fato desse ter sido o terceiro jogo seguido onde vencemos pela diferença mínima de um gol, o que mostra a dificuldade com que as partidas têm se apresentado.

O jogo de ontem não foi diferente...

Muita luta, pouco espaço para criar jogadas, um time muito veloz e perigoso como adversário...

Foi preciso novamente que nossos jogadores de destaque resolvessem a parada em jogada individual.

E que belíssimo gol!

Nem tanto pela finalização do Élton, mas principalmente pela jogada do Carlos Alberto, que acreditou no lance, passou por dois adversários mesclando força e habilidade, e encontrou o Élton em posição privilegiada para balançar as redes.

Detalhe: esse foi o oitavo gol do Élton nas últimas oito vezes que entrou em campo pelo Vasco. Números expressivos que fazem com que, no futuro, quando a história contar como foi a passagem do Vasco pela Série B no ano de 2009, o nome de Élton terá que ser citado com destaque.

É bom lembrar que o gol saiu num momento excelente no que diz respeito ao psicológico. Já parecia que iríamos ver de novo o filme do que aconteceu contra o Ceará.

Um primeiro tempo fechado, volta 0 x 0 do intervalo, a torcida se impacienta, o time sai de qualquer maneira em busca da vitória e acaba surpreendido no contra-ataque.

Mas o Dorival percebeu isso, e no vestiário alertou a equipe para o fato.

O que se viu na volta para o segundo tempo foi um Vasco muito mais vibrante e consistente, mais objetivo...

Com essa vitória, abrimos 12 pontos em relação ao quinto colocado, sendo que ainda faremos as duas próximas partidas no Rio, contra Caxias e Figueirense.

Em caso de vitória nesses dois próximos compromissos creio que colocaremos um pé inteiro na Série A do ano que vem, e possivelmente abriremos 9 pontos do segundo lugar, visto que o Guarani joga a próxima em casa contra a Ponte (clássico local) e depois fora contra o São Caetano.

Mas para isso, temos que fazer o nosso dever de casa...

Até Sábado que vem amigos, quando pegaremos o Caxias no Maraca em busca dessa sequência importante...

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)


VASCO 1 X 0 GUARANI

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/9/2009 - 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Richi (Aspirante Fifa-DF)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Eremilson Xavier Macedo (DF)
Público/Renda: 50.335 pagantes
Cartões amarelos: Mateus 35'/1ºT, Vilson 37'/1ºT, Titi 16'/2ºT, Amaral 27'/2ºT) (VAS) Cléber Goiano 34'/1ºT, Márcio Alemão 12'/2ºT, Mário Lúcio 41'/2ºT (GUA)
Cartões vermelhos: Márcio Alemão 24' 2ºT

GOLS: Elton 8'/2ºT (VAS)

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Mateus, Allan (Fernando 32'/2ºT) e Carlos Alberto (Fumagalli 45'/2ºT), Robinho (Adriano 19'/2ºT) e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

GUARANI: Douglas; Maranhão, Bruno Aguiar, Márcio Alemão e Eduardo; Cléber Goiano (Mário Lúcio 21'/2ºT), Luciano Santos, Léo Mineiro e Walter Minhoca (Dão 25'/2ºT); Fabinho (Dairo 31'/2ºT) e Ricardo Xavier. Técnico: Oswaldo Alvarez.



.: MELHORES MOMENTOS :.




==/+/==



quinta-feira, 17 de setembro de 2009

São Caetano 0 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - Série B - 24ª Rodada


foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco
Élton foi decisivo mais uma vez, e o Vasco abriu vantagem na liderança da Série B


E aí, meus amigos! Tudo certo?

Peço desculpa pela demora, mas é que o nosso Vasco não dá descanso.

Chegamos de viagem ontem por volta de 14hs e às 15h30 já estávamos em São Januário para mais um treino.

Mal deu tempo de curtir esses 3 preciosos pontos, conquistados nesse jogo duríssimo de terça contra o São Caetano.

Pra falar a verdade o jogo foi duro até de assistir. Outra partida típica de Série B, onde não havia espaço para jogar e só mesmo na base da raça para conquistar o resultado.

Carlos Alberto foi mais uma vez caçado em campo. Era só pegar na bola para que das arquibancadas do Anacleto Campanella viessem os gritos de "É esse!", "Quebra!". E o pessoal do Azulão não quis contrariar seus torcedores.

Mas ainda bem que temos no nosso elenco outros jogadores decisivos, que podem resolver a partida em um lance. É o caso do Élton.

Com esse belo gol marcado na terça, Élton chegou ao gol de número 22 na temporada, décimo segundo na Série B.

Ele que tantas críticas sofreu no início da temporada, principalmente após a eliminação na Copa do Brasil, vem se firmando a cada jogo, e pode-se até dizer, tornando-se imprescindível para o nosso time.

Vale lembrar que nenhum atacante dos 4 grandes do Rio tem tantos gols na temporada quanto o Élton.

Para reforçar o que eu digo, vale lembrar também que nos últimos 9 jogos do Vasco, Élton balançou as redes em 7 deles.

É por essas e por outras que alguns clubes da Europa, como o Porto, estão de olho no seu futebol, e por isso também a nossa diretoria já vem se movimentando para criar artifícios que nos permitam mantê-lo para a próxima temporada.

Agora, vamos torcer para que o Élton mantenha essa grande média no próximo Sábado, em mais uma "final antecipada", diante do Guarani, no Maracanã.

É o famoso "jogo de 6 pontos", pois em caso de sucesso, abriremos uma boa vantagem na liderança e daremos mais um passo gigantesco rumo à Série A.

É hora de tornarmos o Maracanã mais uma vez nosso caldeirão, assim como fizemos contra o Ipatinga.

Espero todos vocês lá.

Forte abraço e saudações ==/+/==



.: FICHA TÉCNICA :.
(fonte: Lancenet)

SÃO CAETANO 0 X 1 VASCO

Estádio: Anacleto Campanella, São Caetano do Sul (SP)
Data/hora: 15/9/2009 - 21h
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Jose Antonio Chaves Franco Filho (RS)
Renda/público: R$ 35.284,00 / 4.412 pagantes
Cartões amarelos: Patrício, Anderson Marques e Jairo (SCA); Amaral, Vilson, Gian, Nilton, Enrico e Allan (VAS)
Cartão vermelho: Anderson Marques, 18'/2°T (SCA)

GOL: Elton, 39'/2°T (0-1)

SÃO CAETANO: Luiz, Patrício (Roger, 17'/1ºT), Marcelo Batatais, Anderson Marques e Éverton Ribeiro; Adriano, Jairo, Xuxa (Wendel, 41'/2°T) e Eduardo Ramos; Vandinho (Douglas, 19'/2ºT) e Washington. Técnico: Wellington Berto.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio (Fagner, 34'/2°T), Vilson, Gian e Ramon; Amaral (Enrico, 25'/2°T), Nilton, Allan e Carlos Alberto; Robinho (Adriano, intervalo) e Elton. Técnico: Dorival Júnior.



.: MELHORES MOMENTOS :.



==/+/==