domingo, 12 de setembro de 2010

Vasco x Palmeiras, 21ª rodada

Mais um empate!

As duas equipes que mais empataram no campeonato não decepcionaram e garantiram mais um, ruim para ambos. O palmeiras segue sem subir na tabela e o Vasco que vinha subindo, começa a cair.

Com a volta de Zé Roberto o time foi nitidamente mais arisco, tivemos o primeiro tempo e não marcamos, e no segundo coincidentemente ou não, com a entrada de Valdívia o Palmeiras como era de se esperar foi para cima.

A muito tempo, Éder Luís já dizia que o time sentia falta de um homem de área. PC Gusmão concordou, o problema é que o nosso homem de área é o Nunes. Ele deve treinar muito bem, porque no jogo não fez nada até hoje que justificasse vestir a camisa do Vasco.

Eu concordo que Élton não vivia seu melhor momento quando saiu, mas acho que hoje o Vasco sente e muito sua falta.

Falta que também fazem Léo Gago e Souza. PC Gusmão mostrando que não é cego, sacou o garoto do time titular após a bizarra atuação contra o patético-MG, e infelizmente Fellipe Bastos que vinha merecendo uma chance no time principal não soube a agarrar e fez péssima partida, dando lugar ao antigo dono da posição no segundo tempo.

No segundo tempo, PC sacou Rafael e pôs Fumagalli. (…) Acho que já falei tudo que podia sobre Fernando Fumagalli, perdeu a graça,mas reparem que ele tomou o ÚNICO amarelo do jogo,  e finalmente tirou Nunes e lançou Jonathan, o garoto Sassarica. Sabe porque? Ele Sassarica pra lá,pra cá e perde a bola.

O resultado foi ruim, assim como o do jogo passado. São ambas equipes de respeito no papel, mas vivendo momento ruim e atrás do Vasco na tabela. E para time que quer chegar na libertadores, perder pontos contra equipes classificadas atrás, fora ou dentro de casa é mal resultado.

Continuamos sem perder, mas continuamos perdendo pontos que não podíamos perder. Gravem o que digo: No final do campeonato, eles irão fazer falta.

E embora eu não compartilhe da opinião (embora respeite) de que PC seja retranqueiro, eu acho que chegou a hora de ir para cima, com tudo, independente de recorde.Chega de empatar, é hora do “Make it or break it” ou tudo ou nada.

Para isso, é importante termos logo poderio ofensivo novamente: A volta de C.A, Felipe e Ramon.

Agora a pouco ( Domingo, 12/09/2010 - 21:29) Carlos Alberto disse em seu Twitter que ele, Ramon e Felipe estão recuperados. Ótima notícia!!!!!!!!

(engraçado como foi rápida a recuperação de Felipe)

O melhor time possível do Vasco é bom. O técnico é bom. A torcida é ótima, falta todos eles estarem à disposição.

 

Interessante notar: Somos um dos quatro times que possuem um jogo a menos, mas os outros três estão na nossa frente. Se vencermos o Corinthians e houver um vencedor entre Inter x Santos, podemos ganhar duas posições só nisso.(dependendo da classificação no momento)

O JOGO

Palmeiras e Vasco empataram em 0 a 0, no Pacaembu, na tarde deste domingo em jogo válido pela 21ª rodada do Brasileirão. O resultado fez lembrar a partida válida pelo 1º turno da competição, quando, em São Januário, as equipes empataram sem gols em um jogo sem lances de perigo .

Com o empate, o Verdão já soma quatro partidas seguidas sem vencer na competição. Por outro lado, o Vasco, do técnico PC Gusmão, permanece invicto após a paralisação para a Copa do Mundo. Curiosamente, aumenta também a invencibilidade do treinador vascaíno, que não é derrotado desde 10 de novembro de 2009, quando perdeu para o Atlético-GO pelo placar de 4 a 1, ainda dirigindo o Ceará, pela Série B do Brasileirão.

SHOW DE IMAGENS DO EMPATE NO PACAEMBU. VEJA!

A partida ainda marcou o centésimo jogo do chileno Valdivia pelo Palmeiras. O Mago entrou em campo com a camisa número 100, em referência à marca.

O jogo:

O técnico Luíz Felipe Scolari, após três partidas sem vencer, mudou a composição tática de seu time e levou a campo uma equipe formada por três jogadores de frente, com Luan pela esquerda, Ewerthon pela direita, e Kleber centralizado. Porém, com disputa intensa entre os jogadores de meio de campo, a partida demorou a apresentar chances concretas de gol.

Pelo Verdão, a primeira chance saiu em jogada elaborada pelo trio ofensivo. Cruzamento de Luan, ajeitada de Ewerthon e finalização de Kleber para fora. Do lado oposto, os visitantes cariocas responderam com o atacante Nunes, que exigiu linda defesa do palmeirense Deola para evitar o gol, após bom passe de Nilton.

A partir dos 20 minutos de partida, o Vasco foi ganhando espaço no centro do campo e chegou a criar mais chances. Enquanto isso, o Palmeiras viu seu meio de campo pouco produtivo e sem conseguir desarmar, permitindo as investidas ofensivas do Vasco, que chegou a ter 70% de posse de bola até então. Rivaldo, atuando pela lateral esquerda do Verdão, não fez boa partida, permitindo a chegada dos vascaínos e apoiando mal no ataque.

Kleber, jogando como homem de referência no ataque alviverde, movimentou-se muito nas costas dos defensores cariocas, à procura de criar boas chances para Luan e Ewerthon, que avançavam pelas laterais do campo.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu equilibrar a partida, principalmente com as jogadas pelos lados, mas sem conseguir outra boa chance de gol até o fim do primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, o chileno Valdivia entrou, vestindo a camisa de número 100, em referência a seu centésimo jogo com a camisa do Palmeiras. O Mago entrou substituindo Luan, na tentativa de dar maior poder de criação ao time paulista. A alteração surtiu efeito logo nos primeiros minutos e proporcionou a melhor chance do time da casa na partida, até então. Após passe de Márcio Araújo, Ewerthon tabelou com o Mago e finalizou à esquerda do gol de Fernando Prass, rente à trave.

Nos minutos seguintes, o Palmeiras intensificou as jogadas ofensivas e dominou a partida. Com Valdivia muito acionado, Ewerthon ainda teve outras chances de abrir o placar, mas sem sucesso. Porém, o Vasco também conseguiu responder, após chance em cobrança de falta de Dedé e também em ótima jogada de Zé Roberto, que criava boas chances quando acionado.

Equilibrado, o jogo permaneceu sem grandes chances de gol. Aos 30 minutos, Valdivia teve em seus pés a oportunidade de marcar seu primeiro gol depois da volta ao Verdão, mas desequilibrado, na entrada da área, finalizou por cima do gol vascaíno. Nos minutos finais, o cenário do jogo não se alterou e poucas foram as chances para ambos os lados.

Com as ausências de Pierre e Marcos Assunção, suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo, além de Marcos e Lincoln, lesionados, o Palmeiras, novamente, não conseguiu a vitória e permanece sob desconfiança. O Vasco, por outro lado, permanece invicto após a pausa para a Copa do Mundo.

 

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 0 X 0 VASCO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (RJ)
Data/hora: 10/9/2011 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS-Fifa)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA - Fifa) e Fabio Pereira (TO)
Renda e público: R$ 441.475,00 / 15.313 pagantes.

Cartões amarelos: Fumagalli (VAS)
Cartões vermelhos: não houve.
GOLS: não houve.

PALMEIRAS: Deola, Vitor, Maurício Ramos, Danilo e Rivaldo; Edinho, Márcio Araújo e Tinga (Patrik, 24'/2ºT); Luan (Valdivia, Intervalo), Kleber e Ewerthon (Tadeu, 31'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

VASCO: Fernando Prass, Fagner- Cover de Jesse James, Dedé, Titi-tá comendo a gostosa do Tchakabum e Jumar-incolor inodoro e insípido; Rafael Carioca (FumaOgalli, 35'/2ºT), Nilton- Shrek, Felipe Bastos (Rômulo-Sonso, 14'/2ºT) e Zé Roberto-Saci; Éder Luís-Tiririca e Nunes-Alan Kardec 2010 (Jonathan-Sassarica, 15'/2ºT). Técnico: PC Gusmão

Texto: Lance~, vídeo: Youtube

A classificação ficou assim:

1

2

 

Saudações…/+/…

13 comentários:

Biravix disse...

Saudações,
Realmente almirante, precisamos e muito de um jogador de área. Esse Nunes é ruim com força! Todas as bolas que ele tenta dividir é de puro "H". Fica bem claro que ele pula por pular sem critério algum quando a bola é lançada para ele. Por outro lado, discordo um pouco com vc com relação ao Rômulo. Não acho ele ruim, hj inclusive quando entrou achei q jogou bem. Não estou gostando de nossa defesa q apesar de não sofrer muitos gols, estamos tomando muitos sustos. Atribuo isso a entrada do Titi no time, bem como atuações bizarras de Jumar na lateral esquerda (hj deu raiva no fim do jogo entregando bolas de graça ao adversário) e piores ainda do Nilton. Precismaons urgente da volta de nosso capitão CA, está fazendo uma falta tremenda.
Temos q ganhar de qq jeito do Avai na quinta, pois os 3 jogos seguintes serão pedreiras e podem ser determinantes para o futuro do Vascão na competição.
Abraços.

Gabriel disse...

Prezado Biravix, você é bem-vindo a discordar.
Eu não nego que NÃO gosto do futebol do Rômulo, é de conhecimento geral, acho ele muito lento, muito sonso, e para um volante, perde muitas bolas de bobeira.
Hoje entrou bem sim, até porque Fellipe Bastos fez péssima partida, mas o problema maior dele é justamente esse: Faz uma partida boa e uma ruim. Vai ver falta-lhe maturidade.
Não acho ele um desperdício, acho que ele tem potencial para ser um bom volante, mas por enquanto, até corrigir seus erros, é isso que eu já falei.
E o Nílton, me aborrece o fato que ele vinha fazendo boas partidas atuando quase como um zagueiro, mas acho que desde o jogo contra o Cruzeiro, desceu a ladeira legal...

Eu, atribuo a falta de segurança da zaga à entrada de Titi. podem reparar, o Fernando apesar de lento, atua com mais segurança, e estava sendo coberto por Nílton.
Seria coincidência que a volta de Titi ao time deixou a zaga menos segura e acabou com as atuações de Nílton?
Eu costumava gostar de Titi,o cara tá comendo a gostosa do Tchakabum e tal, mas os fatos estão contra ele.

Léo disse...

Amigos:

Um empate em 0 x 0 é sempre chato. Mas, diferente do jogo de ida -para muitos, o pior jogo do campeonato até aqui- as equipes procuraram um pouquinho mais o jogo.

Volto a repetir, chegamos num momento do campeonato em que as equipes começam a se definir, ou seja, os jogadores se doam mais. Aí, quem tem um elenco melhor, pode também ir mais longe. Assim sendo, reparem alguns resultados inesperados:

At.Goianiense 2 x 1 Unimed
Ceará 2 x 1 Santos
Guarani 1 x 0 At.Paranaense
Galo 1 x 0 Prudente.

Todas as equipes acima (exceto Unimed) vivem momentos turbulentos, porém, melhoraram muito nos últimos jogos.

O Vasco não tem uma referência. Cadê nosso homem-gol? Tanto Vasco como o Urubú foram buscar jogadores que se destacaram no interior paulista e, até agora, Nunes e o tal Val Baiano não fizeram nenhum gol. Ontem, o Nunes chutou uma bola a gol (quase que ele fez) e passou batido num cruzamento do Fágner. No mais...

Se a parte de baixo da tabela começa a se definir, a de cima não é diferente. Vejam que, de empate a empate, o Vasco parece vai ficando para trás no que diz respeito a Libertadores. Depois, para bater times como o Corinthians, Botafogo, Inter, Santos e Unimed vai ficar bem mais complicado. O que quero mostrar é que, se estamos perdendo pontos para times da parte de baixo da tabela, imaginem ter que ganhar, a qualquer custo, de quem está acima da gente??

Por isso Amigos, não vou deixar de acreditar nunca. Porém, contudo, todavia, entrementes, aqui estou esperando aqueles velhos e manjados 40 e poucos pontos para acabar logo 2010 garantido na primeirona.

Excelente semana a todos vocês.

Ps: Gabriel, sabe nos informar se nossos craques contundidos voltam contra o Avaí?

Abraços.

Liso disse...

Empatando e caindo. Alerta ligado.

Abs

Gabriel disse...

Léo, o Carlos Alberto disse em seu twitter que ele, Ramon e Felipe estão recuperados, resta saber se PC irá utilizar todos de cara.

Fabinho disse...

Não podemos mais ficar sem os nossos 3 craques. E ramon, voltará quando? Quanto tempo ele precisará para ficar em forma....?

O tal homem GOL, está fazendo muita falta.

Saudações

Lenon disse...

No jogo entre Os Reis dos Empates, não poderia dar outra coisa.....

Ontem, o PC foi mais ousado!

abraços

Caio disse...

Gariel - Gostei e concordo com a escalação- Centro avante já!


Abs

Ruy disse...

Perdi minha paciência com Jumar e Nunes.

Saudações

Lima disse...

Eu também Ruy. Se não fosse a seqüência de empates, estaríamos mais felizes com o resultado de ontem.

Temos que vencer o Avaí de qualquer jeito.

Abraços

kiko disse...

PLANTÃO DA ESPERANÇA (PARTE)

Max e Ramon treinam bem e podem enfrentar Avaí, na quinta-feira !!

Os laterais Max e Ramon tem grandes possibilidades de retornarem ao time na partida de quinta-feira, contra o Avaí, em São Januário, às 21h. Os dois participaram normalmente e tiveram bom rendimento no jogo-treino realizado na tarde desta segunda-feira, contra o Artsul, em que o Vasco venceu por 7 a 0. Max marcou um dos gols.
O meia Felipe foi outro que esteve na atividade, mas disse ao preparador Jorge Sotter que se sentiu inseguro em relação a musculatura da coxa direita. O camisa 6 deve continuar em tratamento e pode retornar contra o Internacional. Quem também pode voltar à equipe contra o Colorado é Carlos Alberto. O capitão sofre com uma furunculose na coxa esquerda desde semana passada. Isso tem dificultado a participação nos treinos físicos.

Fonte: Lancenet/Supervasco
==

Não confio muita na fonte, em todo caso o negócio é torcer e pedir apoio ao bom baiano (reza forte aí irmão)

saravasco

Biravix disse...

Gabriel,
Concordo em gênero e número com o q vc disse a respeito do Nilton. O PC mexeu onde não devia. O Nilton vinha fazendo bons jogos quando jogava como um terceiro zagueiro. A defesa estava sensacional, todos sem exceção. Até o Rafael Carioca, q até então eu não sabia o pq o Vasco tinha contratado, estava jogando o fino da bola. O Fernando nesse esquema se adaptou melhor q o Titi (apesar de não achá-lo um zagueiro ruim). Onde está o Willen das categorias de base do Vascão. Pode não ser nenhum craque, mas certamente é melhor q o Nunes.
Saudações.

Gabriel disse...

É difícil falar sobre o Willen, eu por exemplo só ouço falar quando é época de copa São paulo. Talvez alguém com mais "entrância"no clube saiba mais sobre, mas, eu acho difícil ele resolver alguma coisa, pois à muito se fala de Willen, e até hoje nada.
Assim como Carlos Antônio,Lanyan, e etc
O jonathan mesmo, que foi grata surpresa já não empolga, pelo menos a mim. Talvez seja cedo para falar dele também, mas acho que nenhum deles, Jonathan ou Willen, se encaixem no que o time parece precisar hoje, que é um homen de área.
O Rafael Coelho não é fisicamente este jogador, mas no Figayrense atuou assim, e quem sabe não merece (mais) uma chance?

Quando eu disse lá atrás que o Élton ia deixar saudades, alguns não acreditaram. E não é porque o Élton seja algum craque não, mas contra números ( que ele tinha) não há argumentos.

E finalmente, é isso aí mesmo que voc6e completou, todos estavam fazendo seu melhor futebol enquanto Fernando estava no esquema.
O Fernando é pesado, e lento, mas possui uma visão que outros não têm, e desde que coberto pelo Nílton, é melhor opção que Titi.
Ou, seria hora de observar Cesinha outra vez?