quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Vasco x Atlético-MG, 20ª rodada

Quero começar dizendo que hoje, a imparcialidade vai pro espaço!!!

 

Depois de mais de um ano afastado, resolvo hoje voltar à São Januário.

Antes não tivesse ido.

Vi um time limitado jogar contra outro, fazer um gol em casa e esquecer o futebol no vestiário. Pior do que isso, constatei que o Vasco perdeu completamente o respeito.

Ser roubado em casa por um paulista é o fim do mundo!

O pênalti, foi discutível, para dizer o mínimo.

Mas para quem não viu, o lance começou com uma falta clara não marcada em cima de Jonathan no meio campo.E como 99% das faltas do time do patético-mg, que possui coincidentemente um ex-árbitro (LADRÃO) na sua comissão técnica – Wagner Tardelli- não foi marcada.

Durante 90 minutos vi este bandido ignorar e inverter faltas contra o Vasco.

Para completar, mesmo vendo este meliante prejudicar o time o tempo todo, Nílton me comete um pênalti idiota na quina da área no fim do jogo.É objeto de discussão?? É! Mas todo mundo viu que CLEBER ABADE estava doido pra acontecer aquilo.

Aí meu amigo, não têm quem agüente…

Pelo amor de DEUS, o que Nunes,Jumar,Fumagalli, Nilson e Rômulo estão fazendo no Vasco?????

Quem, em sã consciência prefere esse SONSO, esse LERDO do Rômulo do que Léo Gago?

Quem prefere Nunes à Elton? Por favor, um cara daquele tamanho não ganha UMA dividida, parece o Alan Kardec, CRISTO!!!

Fazendo justiça, Fellipe Bastos, que eu sempre meti o malho aqui, hoje não pode ser reserva desse time, com Rômulo e Nílton em campo…

Fazendo ainda mais Justiça, DEDÉ foi o nome do jogo. Não perdeu nenhum lance, não errou um passe, mesmo quando tocava para alguém no ataque, ela chegava rasteira, sem quicar, nos pés.Simplesmente fantástico! Que zagueiro é esse?!

Fernando Prass, como sempre impecável, quase pega o pênalti e ainda defendeu plasticamente uma cobrança de falta rente à trave que tinha endereço certo.

Éder Luís, o cover do Tiririca, correu muito, criou e fez belo gol. Ao contrário de alguns, a cada dia evolui na colina.

O resto, foi razoável. O principal problema foi não ter quem criasse as jogadas, não havia um toque de criatividade no meio do Vasco, que achou que um gol bastaria.

O JOGO

Depois de sair na frente, o Vasco permitiu o empate do Atlético-MG nesta quinta-feira, em São Januário. A partida terminou 1 a 1, um resultado que não foi bom para ninguém. A equipe cruzmaltina não perde há 12 rodadas. Esta é a maior série invicta do clube desde 1988, quando ficou 16 jogos sem perder no Brasileiro.

Com o resultado, time da Colina chega a 27 pontos, na nona colocação. O Galo chega a 18e permanece na 17ª posição, na zona de rebaixamento. Os gols foram marcados por Éder Luis e Ricardinho, em um pênalti já perto do fim do jogo.

Após mais um jogo sem saber o que é derrota, o 19º em seqüência, o técnico PC Gusmão é o recordista do Brasileiro. Ele ultrapassa Muricy Ramalho, que, em 2008, com o São Paulo, ficou 18 jogos invicto.

Na próxima rodada, domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu, o Vasco enfrenta o Palmeiras. Na Arena do Jacaré, também às 16h, o Galo recebe o Grêmio Prudente.

O JOGO

Como as duas equipes precisavam da vitória, ninguém ficou preso no campo de defesa. O Galo não se intimidou diante dos donos da casa e logo no início da partida, aos seis minutos, teve uma ótima oportunidade de abrir o placar. Em um rápido contra-ataque, Daniel Carvalho deixou Fabiano de cara com Fernando Prass, que saiu bem do gol e salvou o Vasco. No rebote, Serginho cruzou e Prass afastou novamente. Na seqüência, Rafael Jataí finalizou e mandou para fora.

Sem suas principais peças de criação de jogadas, Carlos Alberto, Felipe e Zé Roberto, a equipe da Colina tinha dificuldades para se articular na frente e criar oportunidades de marcar. O jeito era arriscar de fora, como fez Jumar aos 26 minutos, mas sem direção. Em outro chute de média distância, o time criou sua primeira chance. Aos 33 minutos, Rafael Carioca arriscou, Fábio Costa deu rebote mas conseguiu se recuperar antes que Nunes empurrasse para o fundo da rede.

Perto do fim da primeira etapa, o Vasco conseguiu abrir o placar. Aos 37 minutos, Éder Luis recebeu passe de Fagner na entrada da área e, em um belo chute, acertou o ângulo esquerdo do goleiro Fábio Costa: 1 a 0. Criado no time mineiro, o camisa 7 não comemorou o gol. Antes de ir para o vestiário, os donos da casa quase ampliaram. Aos 41 minutos, Fagner tabelou com Nunes e finalizou da entrada da área. A bola passou à direita do gol.

Na segunda etapa, o técnico Vanderlei Luxemburgo tentou deixar a equipe mais ofensiva com as entradas de Neto Berola e Ricardinho nas vagas de Serginho e Lima. Mas quem seguiu melhor na partida foi Vasco. A primeira boa trama saiu aos seis minutos, dos pés de Romulo. O volante pegou um rebote na entrada da área mas, com a perna esquerda, errou o alvo. O Galo assustou aos 18 minutos. Daniel Carvalho cobrou falta no cantinho direito e acertou o pé da trave.

O Vasco também levou perigo em uma bola parada. Aos 24, Fellipe Bastos mandou uma bomba de longe e Fábio Costa não conseguiu segurar na primeira. Ninguém do time da Colina conseguiu aproveitar o rebote.

Quando a torcida já contava com a vitória, Daniel Carvalho foi derrubado por Nilton dentro da área e o árbitro assinalou o pênalti. Aos 39 minutos, Ricardinho foi para a cobrança e venceu o goleiro Fernando Prass: 1 a 1. O Vasco ainda tentou uma pressão no final para buscar o segundo gol, mas não conseguiu. Fim de jogo na Colina e sentimento de frustração entre os cruzmaltinos

 

Completando :

  1. Nos últimos 3 jogos, o patético-MG foi agraciado com CINCO pênaltis.
  2. Cometer tantos erros de depois ser cercado por duzentos policiais quando acaba a partida é mole! Deve ter botado 5 milzinhos no bolso e pego um jatinho de volta para São Paulo, não foi, Cleber Abade?
  3. Logo após expulsar PC, CLEBER ABADE ignorou a presença de Luxemburgo quase na pequena área.Quem conhece São Januário, sabe que entre o banco do visitante e a pequena área existe um espaço muito grande. Wanderley por pouco não chegava no circulo central.
  4. QUE FALTA FAZ A HABIB’s! hoje para comer lá dentro você escolhe entre pipoca fria ou bolacha de queijo, que eles chamam de pizza.
  5. Aquelas pessoas que diziam que Léo Gago não merecia o lugar de Rômulo, e que Élton não faria falta, devem ver OUTRO Rômulo em campo do que eu vejo, deveriam usar óculos talvez, e se esqueceram que na falta de Élton, de quem a gente podia esperar três embaixadinhas, quem joga é o Incomentável NUNES.

A classificação ficou assim:

1

 2

Saudações…/+/…

21 comentários:

Fabinho disse...

Esse é o Cleber Roubade! Não marcava faltas a nosso favor. Perdemos o respeito.

Abraços

Léo disse...

Gabriel e Amigos:

Historicamente somos prejudicados pela arbitragem, seja ora ou desntro de casa. Mas, na verdade, houve uma falta BISONHA no nosso atacante que NÃO foi marcada, depois, o penalti do Nilton foi claríssimo.

Agora, vejam os históricos. Na Copa do Brasil do ano passado, fomos eliminados pelo juizinho gaúcho que não deu penalti claríssimo no Elton contra o Curintians; este ano, contra o Vitória, em S.Januário, o juizinho deixou de expulsar o goleirinho deles, após cometer penalti, quando era o último homes. Que sina.

Eu, quero logo nossos 40 e poucos pontos, para garantir nossa permanência em 2011, sem sufoco, pois, como você bem frisou, sem nossas estrelas, somos apenas um time previsível. É de dar dó...

Manfredi disse...

Também torço pelos 40 pontos da tranquilidade. É revoltante o que esses sopradores de apito fazem dentro do nosso caldeirão. Pior que a falta foi muito clara. O Nilton também deu bobeira, qualquer tombinho na nossa área seria pênalti.

Agora teremos a obrigação de buscarmos esses pontos lá no Pacaembu.

Cleber Roubade. hehehehehehe

Abraços

Carla Lia disse...

Mesmo gripada fui ao jogo ontem e o que eu vi foi um vasco cometendo os mesmos erros (passes bisonhos, segundo tempo dando espaço ao adversário e meio de campo sem criatividade), agora nessa fase sentiremos mais ainda a falta de um banco decente.

Já virou moda sermos prejudicados pelos árbitros dentro da nossa colina.

Vamos ver o que acontece lá em São Paulo!

Léo - Que os 40 pontos cheguem logo!

Abraços

Lenon disse...

Que furada ontem, depois daquele golaço o que se viu foi lambança pelo vasco e pelo "meliante".

Volta Elton, volta Gago.....

Saudações

Zé Julio disse...

A verdade é que não podemos ficar sem os 3 principais jogadores hoje em dia. Se bem, que já incluo o Dedé como fundamental no nosso elenco. É a falta do tal banco meus amigos. Precisamos esvaziar o mais urgente possível o D.Médico.

Acho que o Jonathan também foi infantil. Os caras estavam colados no nosso cangote e ele quis conduzir a bola, se ele tivesse tocado logo para o Fagner não haveria aquela infeliz roudada de bola com falta.

E o Dedé, quem diria!? Prass, continua nos salvando a cada jogo... até quando? Se continuarmos assim, PC logo logo vai perder essa invencibilidade!

Abraços

Paulo da Cancela disse...

Que pancada eu levei ontem lá em São Januário, quanta decepção.

A realidade, espero estar errado, que no máximo pegaremos a SulAmericana.

E esse Nunes, que já está lá faz tempo e nada de entrar em forma!? E para piora entra Nilson?????

Deixar de ganhar 2 pontos dentro de casa e para o Patético MG (não é Gabriel?), é dose mortal.

Mais uma vez roubados dentro da nossa própria casa. Quero ver o que o Luxenburgo - papai do PC - vai falar agora.

Abs

Digo disse...

Mole não, somos roubados dentro e fora de São Janú. Vamos ver quantos jogos o PC vai ficar no gancho. Eu aposto uns 5.

Liso disse...

Empatamos pq fomos covardes (leia-se PC). Voltamos para o 2o tempo numa de cozinharmos o Galo e aí o Nilton (pedaço de tronco) me faz aquela trapalhada. Por favor PC, avisa ao Nilton que ele não pode dar combate dentro da área.

abraços

Léo disse...

É Amigos:

Teremos que buscar pontos perdidos diante do Palmeiras. Nosso adversário está num momento complicadíssimo, investiu na comissão técnica, repatriou o Valdívia, mas só tem levado cassetada.

Sinceramente, estou muito confiante. Como disse o Zé Julio, sem nossas estrelas, fica difícil vencer, mesmo jogando em casa.

Não sei quem vai jogar no domingo, mas gente, cadê o Ramon? esta os precisando de um lateral-esquerdo urgente. E o Felipe, C.Alberto? Esta semana, o Fred acusou o dep.médico do Unimed de ser fraco. Fiquei pensando, será que não é isso que tem acontecido com nosso Gigante? Ou será que nosso banco é fraco mesmo?

Detesto jogar pelo empate, tenho birra do PC, mas, porém, todavia, 01 pontinho será quase bom para o Vasco. Vitória? claro, melhor ainda.

Abraços, bom final de semana, bom jogo para nós.

Ps: Começou aquela fase para quem vamos torcer:

Fogão x S.Paulo - empate
Ceará x Santos - empate
Inter x Goiás - Goíás
Guarani x At.Paraná - empate
Avaí x Cruzeiro - Avaí ou empate
Timão x Grêmio - Timão (mantém Grêmio longe do Vasco)
Fla x Vitória - Vitória (claro né?).

Caio disse...

Pior que é verdade Léo, mal começou o 2o turno e já temos que ficar ligados em outros resultados, saco!

PC está um belo retranqueiro, chega dar raiva de ver.

O Patético MG mereceu o empate, eles correram atrás do resultado enquanto cozinhávamos o Galo (essa é do Liso rsrsrs). Parece que nossos jogadores?? não sabem fazer isso. Estamos jogando como time pequeno, tristeza....
Teremos osso duro contra o mordido Palmeiras. Felipão anda espanado pra todos os lados.

Esse afastamento do Ramon está muito estranho, muito longo.

Já ando torcendo meu nariz para o trabalho do PC.

Abraços

Telmo disse...

Jumar jogou? e o fuma-galli?

Estamos virando mesmo um timeco retranqueiro! amanhã não será nada diferente.

Saudações

Gabriel disse...

Quero fazer algumas considerações:

Percebi que eu injustamente não comentei a atuação de Fagner, que junto com Éder Luís foi um dos melhores em campo. A única coisa que eu não gosto nele, é que o Fagner é um exemplo de um jogador que cada dia aparece mais no Brasil; O lateral que não cruza.
Ele é perigoso, melindre, mas quando vai em direção ao gol. Algumas vezes arrisca cruzar, mas sempre mal. Apesar disso é o melhor lateral que tivemos em algum tempo.

Li em alguns lugares que Nào teria sido falta em Jonathan. Coincidentemente ou não em blogs linkados da globo. Só pode ser SACANAGEM! Chega ao cúmulo de dizerem no blog "Os 4 grandes" que o lance em Jonathan, um carrinho por trás foi legal!
E em toda transmissão da mesma globo, o que mais se ouve é o contrário "Carrinho por trás é para cartão"
É brincadeira, uns caras que comentam jogo baseado em replay, com todos os artifícios disponíveis, falarem tamanha merda.
Neste mesmo blog, o "repórter"diz que Jumar atuou bem.
COMO??? É brincadeira! Jumar perdeu um monte de bolas, Nào conseguia tirar a bola de sua lateral que não fosse no chutão, e na metade do segundo tempo, morreu em campo.

Depois de tamanha roubalheira, alguns lugares, formadores de opinião tentam desmentir os fatos. Só podem estar no mesmo esquema que o ABADE está.


E para comentar sobre o trabalho de PC, eu DISCORDO quando o criticam dizendo que é retranqueiro. Os mesmos até pouco tempo, elogiavam o PC por ele ter dado consistência à zaga do Vasco. Ele faz um tipo de jogo seguro, sem correr muitos riscos, o que garantiu para um time que até sua chegada era candidato ao rebaixamento, em nono lugar.
porém, PC não têm culpa se os reforços que iam garantir sua ascensão se machucam, são suspensos ou etc.
Precisamos lembrar, antes de criticar, que fomos à campo desfalcados de: Felipe,C.A,Zé,e Ramon.
QUATRO desfalques! Para piorar, os reservas, Nunes e Fumagalli, são jogadores MUITO fracos. Ainda pior que isso, com um banco limitado como o nosso ficou, pois além de terem sidos emprestados ou vendidos, outros atletas estão contundidos, como o caso de Magno e Caíque. Não temos armadores na reserva.
O Vasco atacou com o que tinha, Fágner e Éder Luís, porque o resto não produzia nada.
Não é culpa de PC, se o único meia da reserva é um cara ruim como Fumagalli ou que todos os seus meia ou armadores estão suspensos/ lesionados.
Em suma, o que estou tentando dizer é que o PC armou como pode, e atacou com o que tinha, que era muito pouco, e foi prejudicado pelas PAVOROSAS atuações individuais de Nílton, Rômulo, Nunes, Fumagalli,Jumar,Titi...

Não é que eu concorde com tudo que PC faz, mas acho que alguns reclamam de boca cheia.

Um abraço amigos!

PS: Agora que voltarei a frequentar os jogos, poderiamos nos encontrar por lá =]

Gabriel disse...

Ah sim, Ramon está curado de lesão, fazendo trabalho de reforço muscular, e possui chances,embora poucas de retornar ao time contra o Palmeiras.
http://www.netvasco.com.br/n/82216/confira-video-de-ramon-falando-da-expectativa-de-voltar-logo-ao-time

Silva Vasco disse...

Tudo bem Gabriel, temos que reconhecer o trabalho do PC. Só que, na minha opinião, ele agora está mais preocupado com o seu status de recordista na tal invencibilidade. Talvez uma derrota fora de casa, enqauanto há tempo, seria bom para o nosso futuro.

O blog anda muito bom

saudações vascaínas a todos

Gabriel disse...

Quando digo "alguns" não são vocês.

Entendam, eu não gosto, nem desgosto do PC. Acho um técnico bom, com alguns defeitos.
Mas reparem: Quando temos os 4 à disposição, o Vasco ataca, cria. E quando não, o Vasco é outro time, defensivo.
Sério que vocês acham que isso é somente culpa do treinador? Não seria mais culpa da falta que eles fazem, ou a falta de opções que o obriga a isso?
É claro que o PC se preocupa com a defesa mais do que gostaríamos em algumas ocasiões, mas uma zaga com Titi,Jumar,Nílton, e CIA, com excessão e Dedé não é de se preocupar?

Gabriel disse...

*Com excessão de Dedé.


Aliás, Dedé está um monstro

Silva Vasco disse...

É por aí Gabriel, com os nossos 4 tenores o jogo é outro. Quando não estamos completos os outros técnicos já sabendo da nossa deficiência partem pra dentro, e nós ficamos lá atrás dando chutões pra onde o nariz aponta; isso é retranca.

Sds

Léo disse...

Gabriel e Amigos:

Façamos justiça. O PC estava muito bem no Ceará, aceitou o desafio de treinar o Vasco, pegando-o nas últimas colocações e colocando-o no seu devido lugar.

Claro gente, num campeonato longo, contusões, suspensões, exige um plantel de primeríssima. Teríamos que ter um elenco com pelo menos uns 15 ou 16 jogadores considerados titulares. Vejam que o Unimed tem este plantel, mesmo assim tem sofrido horrores, inclusive com problemas extra-campo.

Outro fator que tem influenciado muito é a questão dos salários atrasados. Difícil meus Amigos, exigir que o cara dê sangue, sem que este seja recompensado.

Contudo, devo enaltecer o trabalho do PC em administrar toda esta confusão. Não é fácil gente. Nós seres humanos somos únicos. Cada um quer dar sua opinião no âmbito do trabalho, na escola, igreja, etc. Sentimos inveja, ciúme, ira, revolta, às vezes achamos que sabemos tudo, enfim, coisas típicas do ser humano. O que eu quero dizer é que, além de técnico, o cara tem que ser uma espécie de "faz tudo".

Ficamos frustrados, revoltados com empates que pareciam ser vitórias certas. Mas, vamos que vamos. Bola prá frente.

Ps: Kiko, cadê a escalação do Vascão?

Abraços.

kiko disse...

Olha o vasco aí gente:

Fernado Prass, Fagner, Dedé, Titi e Jumar; Nilton, Rafael Carioca, Romulo e Zé Roberto; Éder Luis e Nunes.

Duelo dos reis empates

Saravasco

Gabriel disse...

Silva;
Que é retranca é!
Mas entre o cara FAZER retranca, e SER retranqueiro, existe um mundo de diferença.

o Felipão é um cara que volta e meia tranca o time atrás, e ninguém chama ele de retranqueiro...

O que acontece com o PC, é que quando FALTA opção ele tende a defender.
Quando temos o time certo, o Vasco não fica atrás.
Por isso eu não acho-o retranqueiro.
Aquele time lá, você mandaria pra cima? com três volantes e FUMAGALLI de armador?
é complicado...
Mas isso é minha concepção da coisa...