sábado, 3 de julho de 2010

Enquanto isso, em Floripa (2)

Acaba o segundo tempo de Grêmio 3 x 0 Vasco e fico eu com a pulga atrás da orelha, acabo de ler no Netvasco que PC declarou que houve muitos erros atrás. Cego, não é.

 

Apita o árbitro e começa o jogo, o Vasco usa o uniforme templário e entra em campo no 3-5-2 com: Prass, Martinelli,Cesinha e Dedé, Rômulo e Rafael Carioca, Granja, Jéferson e Ramon, Jonathan e Coelho.

E começa bem, tocando a bola, o Grêmio parece perdido  em campo e só o Vasco joga principalmente com Jéferson, até os 15” o Grêmio não havia chutado uma bola a gol.

Até que numa bola alçada para Jonas antes da meia lua, ele mata no peito e chuta forte e o goleiro Fernando Prass adiantado pula atrasado na bola. Grêmio 1-0.

A partir daí foi ladeira abaixo, o Grêmio encontrou seu jogo e o Vasco se perdeu, Elder Granja e Ramon afunilam muito o jogo e não jogam como alas, fazendo com que Dedé pela esquerda e Martinelli pela direita avancem muito no espaço deixado por esses. Com isso o Grêmio encontrava sempre espaço pelas laterais, sem contar os inúmeros erros de passes e toques errados, principalmente de Martinelli quem a pena esquerda só serve para subir no ônibus.

Rafael Coelho e Jéferson são os melhores do Vasco, se movimentando muito, porém não buscam a linha de fundo, o Grêmio joga com dois zagueiros e mais um na sobra, anulando o ataque vascaíno.

Aos 21” Jéferson, o melhor em campo, chuta na trave direita de Marcelo Grohe, antes dessa já havia tentado outras duas vezes, mas saíram sem perigo. Depois dessa Silas percebeu que ele não poderia jogar livre, e mandou Rochemback colar nele. Aí Jéferson sumiu também.

O Vasco insistia em buscar jogo pelas pontas, mas com os jogadores errados, Dedé e Martinelli continuavam a arruinar qualquer descida do time até que aos 31” Dedé comete falta dura em Jonas, merecendo o vermelho porém o árbitro advertiu-o com o amarelo.

Joanathan a essa altura mostrava personalidade tentando os lances, porém sempre errando com exceção de um chute bem colocado aos 33” que Grohe defendeu bem.

Aos 34”, Edilson invade a avenida deixada pela dupla Ramon e Martinelli e bate forte. Prass que na primeira vez havia pulado tarde, dessa vez faz o contrário e pula demasiado cedo na bola, passando do ponto e tendo que intercepta-la com as pernas, sobrando livre para Borges tocar no gol vazio.

À esta altura a defesa estava completamente perdida, não afastava uma jogada de perigo, reflexo disso é que Martinelli, sempre ele, ao tentar recuar para Prass, dá uma pedrada em direção ao arqueiro que não podendo tocar com as mãos, se enrola todo tentando evitar o escanteio. Não consegue.

Aos 37” Martinelli entrega mais uma bola ao Grêmio, aos 38” deixa passar um passe bobo para a lateral e aos 39” dá mais um chutão no vazio.

Aos 40” Jéferson, único lúcido no time dá bom passe para Ramon na ponta esquerda, porém este chuta em cima do goleiro. Logo depois, aos 41” numa bola lançada em frente a zaga mais uma vez, foi a vez de Dedé falhar bisonhamente ao tentar cortar o passe e deixa a bola nos pés de Jonas que não teve qualquer trabalho de empurrar no gol vascaíno. 3-0.

Aos 44” Dedé perde mais uma bola boba.

No primeiro tempo o destaque da partida foi Jonas e a bandeirinha Nadine bastos que não errava uma. ( Além de linda)

Neste ponto eu juro pra vocês, se não fosse meu compromisso com o Palavra, teria ido fazer outra coisa.

Para o segundo  tempo, PC Gusmão saca Jéferson (!!!!) para a entrada de Fumagalli, Martinelli para a entrada de Fernando e Jonathan para a entrada de Allan.

O Vasco volta melhor, buscando o ataque aos 3” Granja recebe bom passe invadindo a área, mas chuta fraco para a defesa do arqueiro gremista. O time parecia ter assimilado a conversa de Gusmão e já não errava tantos passes, uma vez que com a entrada de Fernando, eram Dedé pela esquerda e Cesinha pela direita que cobriam as investidas de Ramon e Granja, que finalmente pararam de afunilar tanto o jogo.

Aos 12”, entra Fágner do NXZero no lugar de Granja e logo vai criando mais que seu antecessor, driblando, buscou a linha de fundo e cruzou uma bola perigosa na área.

Aos 16” Ursinho Pimpão entra no lugar de Coelho que infelizmente sai lesionado na coxa esquerda, e Léo Gago ( têm nome de craque) no lugar de Rômulo, quem eu já nem lembrava que estava em campo.

Aos 17” o Vasco é o único time que ataca, Rafael Carioca assumia o posto de mais lúcido no meio de campo, uma vez que Fumagalli mais uma vez, nada criou.

Até os 23” o Grêmio ou deixou o Vasco jogar, ou estava com preguiça, pois voltou a dominar a partida com facilidade.

Aos 24” Fágner que deu outra vida à lateral do Vasco busca a linha de fundo em boa jogada e cruza, mas o time já não possuía um atacante de área e abola é afastada com facilidade.

Léo Gago jogava bem apesar de ter perdido duas bolas no meio, e Pimpão mostrava muita vontade aos 29” ele dribla um zagueiro na ponta esquerda do ataque vascaíno e cruza para mais uma vez a zaga gremista afastar.Aos 34” dessa vez deixa Fumagalli cara a cara com o goleiro num belo toque, mas este domina e dá um toque a mais na bola dando tempo de Marcelo Grohe sair e abafar o chute.

Até os 45” nada que valha a pena destacar.

 

Jogo fraco, o Grêmio foi melhor o tempo todo mas só marcou em TRÊS falhas vascaínas, e o Vasco por sua vez, mesmo quando dominou e não foi muito tempo, não esteve perto do gol.

Partida para se esquecer

Saudações …/+/…

VÍDEO

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 x 0 VASCO

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Edilson (Saimon), Mário Fernandes, Rafael Marques e Neuton (Uendel); Adilson (Ferdinando), Fábio Rochemback, Douglas e Leandro (Fernando); Jonas (Roberson) e Borges (André Lima). Técnico: PC Gusmão.

VASCO - Fernando Prass; Cesinha, Thiago Martinelli (Fernando) e Dedé; Élder Granja (Fagner), Romulo (Léo Gago), Rafael Carioca, Jeferson (Fumagalli) e Ramon; Jonathan (Allan) e Rafael Coelho (Rodrigo Pimpão). Técnico: Silas.

Gols: Jonas, aos 13 minutos, Borges, aos 34, Jonas, 41 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Ferdinando, Douglas (Grêmio); Dedé, Léo Gago, Fernando (Vasco).

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC).

Árbitro: José Acácio da Rocha. Auxiliares: Nadine Schramm Bastos e Josué Lamim.

Fonte: GloboEsporte.com

9 comentários:

Caio disse...

Esse jogo me nego a comentar, só quero esquecer.

Mandou bem Gabriel, deve ser duro escrever pacas sobre uma vergonhosa atuação vascaína

abraços

Liso disse...

Horrível, que zaga. PC vai ter muito trabalho. Desse jeito ele logo logo, vai ter saudades do Ceará.

Abs

Zé Julio disse...

Será que estamos treinando passes? Não é possível tantos erros bisonhos. E essa zaga que só bate cabeça!? Um sábado para ser esquecido.

saudações

Ruy disse...

Clubes menores que o Casco conseguem montar times razoáveis, o que acontece na Colina, que nada dá certo?

E esse Martinelli , que horror!

Dedé, ressuscita o Zacarias e o Mussum, assim a trapalhada fica completa....

abraços

Gabriel disse...

"Dedé, ressuscita o Zacarias e o Mussum, assim a trapalhada fica completa...."
AUUHAUHAAUAH
Sensacional!

Paulo da Cancela disse...

Será que teremos de esperar até Agosto, para termos alguma melhora convincente?

Veremos amanhã o que nos espera.

abraços

Telmo disse...

GENTE, EU SÓ VI O 1O TEMPO. FIQUEI MUITO P E COM VERGONHA E DESLIGUEI A TV. DIZEM QUE O 2O MELHOROU UM POUCO.

Fabinho disse...

Temos que nos reabilitar no jogo de hoje, chega de vergonha!

abs

Kiko disse...

PLANTÃO: OLHA O VASCO AÍ GENTE.....


1-Fernando Prass; 4-Fernando [cap], 3-Cesinha e 44-Thiago Martinelli; 2-Elder Granja, 8-Rafael Carioca, 37-Rômulo, 7-Jéferson e 33-Ramon; 11-Rodrigo Pimpão e 15-Jonathan.


Saravasco