terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Agora eu quero ver!

O país vive um período complicado, com a sua maior empresa envolvida em escândalos e desvios na casa dos 200 milhões de reais. O dólar bate níveis estratosféricos de 2,70, a inflação cada dia parece voltar.



No futebol a mesma coisa se reflete. muitos times ainda estão sem patrocínio, e outros aceitam valores menores que os de outrora para não ficar chupando os dedos.


Nesse cenário, a maior patrocinadora do futebol brasileiro, a Caixa Econômica, decidiu continuar investindo nos clubes que patrocinava.


Aleluia!


Já que vai continuar, eu quero ver se o Eurico vai botar o piru na mesa e conseguir os mesmos valores que o Flamengo recebe (na casa dos 25 milhões) como ele costuma bradar. 


Hoje o Vasco rece(bia) 14 milhões por ano para exibir o logo da CEF no peito e nos calções. O resto dos logos no uniforme, nas costas e ombro, são uma forçação de barra do Vasco para convencer o banco a aumentar a receita no nosso clube. Se vai colar, não sabemos, certo é que estamos desde Agosto exibindo quatro logos da Caixa no uniforme dos profissionais e juniores de graça.

--/+/--

Já que estamos falando de grana, é bom saber que o prazo de 30 dias que o CAS cedeu ao Al-Ittihad para pagarem pelo Diego Souza terminou, sem sombra de um centavo nos cofres vascaínos. O engraçado é que a partir de agora, ao invés de o clube ser imediatamente penalizado, não; tem mais tantos dias para a FIFA cobrar uma explicação deles, e aí passar para o tribunal disciplinar.


Com multas e juros, já são 7 milhões de reais que fazem uma falta danada ao Vasco. Agradeçam ao Koeller, Caetano, Dinamite e quem mais fechou esse negócio, e espero que os clubes brasileiros aprendam a RECEBER PRIMEIRO e ENTREGAR DEPOIS.

--/+/--

Sete jogadores nem sequer entraram em campo pelo Vasco nesse estadual: Aislan, Erick Daltro, Romarinho, Victor Bolt, Nei, Matheus Índio e Sandro Silva.


Erick Luis e Bruno Ferreira já nem estão no Vasco, foram emprestados ao Bragantino. O zagueiro Aislan, o lateral Erick Daltro, o meia Matheus Índio e o atacante Romarinho nem sequer foram relacionados !


Que planejamento é esse?! O time claramente precisa de um armador criativo e um atacante de área, e estamos pagando nove elementos que não contribuíram em NADA até agora.


Eu sei que os Érics, e Victor Bolt recebem uma mixariam mas você vai juntando nove jogadores profissionais que não contribuem, talvez pagaria um Gilberto, que o Vasco ainda não acertou ( e nem sei se vai!) porque além de não dar um centavo ao Toronto, quer que os caras paguem uma parte do salário do cara!


Depois a gente não sabe porque jogador brasileiro já não faz tanto sucesso lá fora...

--/+/--

As pretensões da diretoria para o Vasco fora do campo não estão se realizando. Ao menos não ainda. o Vasco continua buscando parceiros para reformar o parque aquático, o ginásio e a sede náutica. 


Esse planejamento tomou dois baques, com o "não" do Falcão no futsal, e o outro "não" da NBB que impediu que o Vasco ingressasse na liga de acesso ao Novo Basquete Brasil, com voto contra do Flamengo, inclusive. Tivéssemos esses dois times atuando, havia logicamente, um interesse maior em reformar as quadras que seriam utilizadas por estes.


--/+/--

O Vasco pagou hoje o salário de Janeiro à funcionários e jogadores.

Do fundo do coração, parabéns ao Eurico. 

É isso mesmo; parabéns! Temos que elogiar o que se deve elogiar, não importa quem fez. Não sou Euriquista, nem muvista, nem Dinametista, nem nada. Sou VASCO, e fato é que em três meses de mandato, o cara pagou cinco meses de salários mais as dívidas fiscais que garantiram as certidões negativas de débito.

haverá quem diga "ah, mas e Fevereiro?!" e à estes lembro que o Vasco paga salários dia 20 de cada mês.

De onde veio a grana? sei lá. Talvez do pessoal que ajudava o Vasco antigamente e deixou de fazer com o Dinamite no poder, aquelas empresários e varejistas portugueses ou não.