sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Vasco 2 x 2 Atlético-PR - 32ª rodada - Campeonato Brasileiro

Alô, Almirantes...

Infelizmente, eu estava trabalhando quando o Vasco entrou em campo. Sem poder ir à São Januário, assistir à partida ou ouvir o jogo pelo rádio, minhas unhas sofreram. Daí, quando voltava à redação, liguei para minha namorada para saber o placar da partida. Ela me disse: "1 a 0 Vasco, com um gol ridículo do Valmir". Comentei com ela: "Pelo menos, estamos vencendo. Tá bom".

Doce ilusão. Só de saber que o Vasco estava vencendo com um gol de um dos piores jogadores do Vasco já me deu uma certa aflição. Pensei: "ou vai ser a maior goleada do Campeonato ou vai ser um jogo sofrido". Não sei porquê, meu lado negativo estava falando mais alto e foi exatamente o que aconteceu. Quando passei na Linha Vermelha pela altura de São Januário, vi que o Vasco estava com um gol no placar, mas não consegui ver se o Atlético-PR havia empatado.

Cheguei na redação e minha namorada voltou a me ligar: "Já viu o placar? Você viu a cagada que o Jorge Luiz fez?". Pronto, aí estava a confirmação do sofrimento.

Não satisfeito, o Vasco tomou o segundo gol. Graças ao chute de Madson do meio da rua, nós, vascaínos, ficamos com um gosto menos amargo na boca. Mas o gosto ainda é amargo. O Vasco empatou por 2 a 2, em casa, contra um adversário direto. A penúmbra que tinha visto no fim do túnel fica ainda mais distante... mas ela ainda existe. Ainda torço que ela seja a saída do túnel.

Renato Gaúcho já adiantou que vai ser sofrido até o fim. Isso a gente já sabe. O que queremos saber é se vamos ter notícias boas ou ruins até lá.


...::: SOBRE O JOGO :::...


O primeiro tempo, confesso que não pude assistir. Mas, pelos melhores momentos, o jogo poderia ter ido para o intervalo uns 3 a 3. Pelo que vi no replay, o Atlético-PR poderia ter feito uns dois gols logo no início da partida: uma cabeçada que o cara furou na pequena área e uma bola na trave.

Sorte que o Vasco tinha Edmundo, que estava iluminado na distribuição de bola para os companheiros. Na primeira, ele deixou Mateus livre na área, que tocou para Valmir sozinho. Mesmo com o gol escancarado, quase que o lateral perde o gol. Mas a bola entrou, está valendo.

Depois, Alex Teixeira apareceu livre na cara do goleiro. Mas aí, o atacante tocou por baixo do goleiro e o zagueiro apareceu para tirar o gol vascaíno. Tudo bem, o Vasco ia para o intervalo com maior tranqüilidade.

Ia. O imbecil do Jorge Luiz resolveu transformar um tiro de meta para o Vasco em escanteio. Daí, no escanteio, o Atlético empatou.

Daí, um panorama que me dá muito medo: em casa e sob pressão, o Vasco não consegue jogar no ataque. Para piorar, ainda deixa o contra-ataque completamente exposto para o adversário. Foi assim contra o Cruzeiro, contra o Náutico, contra o Figueirense e também contra o Atlético-PR.

Foi assim que os paranaenses viraram a partida. Escanteio do Vasco, todo mundo foi para frente. Daí, no contra-ataque, Jonílson não soube o que fazer e perdeu a bola para Pedro Oldoni. O atacante lento e grandalhão levou a bola sozinho até a área e marcou, com a colaboração do goleiro Rafael.

O Atlético poderia ter feito pelo menos mais uns dois gols da mesma forma, mas os jogadores estavam sem pernas e esse mesmo Pedro Oldoni, lento e grandalhão, perdeu uma chance que Rafael defendeu e se redimiu.

Sorte que Madson resolveu colocar o Vasco nas costas. Ele parece ter lido o blog porque, depois que eu falei mal dele, ele resolveu jogar demais. Ontem, ele fazia tudo do ataque vascaíno. Ele só não batia o escanteio e ia cabecear porque ele tem 1,50m. Se ele tivesse 1,70m, ele faria isso. Ainda bem que futebol se joga com os pés e não com a cabeça e o baixinho acertou um petardo de longe para empatar.

Dos males, o menor. Melhor um ponto que nenhum. Mas, na posição que o Vasco está, o time não pode se dar ao direito de empatar em casa. Ainda mais contra um adversário direto nessa luta do rebaixamento.


...::: FICHA TÉCNICA :::..
(fonte: LANCENET!)

VASCO 2 X 2 ATLÉTICO-PR

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 30/10/2008 - 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Ricardo Maciel Linhares (ES)
Renda/público: R$ 265.995,00 / 22.743 pagantes
Cartões amarelos: Alan Bahia, Zé Antônio, Netinho, Antônio Carlos, Galatto, Ferreira (APR); Valmir (VAS)

GOLS: Valmir, 27'/1ºT (1-0); Julio dos Santos, 44'/1ºT (1-1); Pedro Oldoni, 16'/2ºT (1-2); Madson, 42'/2ºT (2-2);

VASCO: Rafael, Baiano, Jorge Luiz, Fernando e Valmir (Rodrigo Antônio, intervalo); Jonílson, Mateus (Pinilla, 20'/2ºT), Leandro Bomfim, Madson e Alex Teixeira; Edmundo (Alan Kardec, intervalo).
Técnico: Renato Gaúcho.

ATLÉTICO-PR: Galatto, Gustavo (Chico, intervalo), Antônio Carlos e Gustavo Lazaretti; Zé Antônio (Alex Fraga, 39'/2º), Alan Bahia, Valencia, Julio dos Santos (Julio César, 18'/2ºT) e Netinho; Ferreira e Pedro Oldoni.
Técnico: Geninho.



...::: MELHORES MOMENTOS :::...





...::: CLASSIFICAÇÃO :::...
(fonte: Futebol na Rede)


(clique na imagem para ampliar)



...::: COISAS QUE NÃO ENTENDI :::...


- Por que Renato Gaúcho tirou Mateus, que estava bem, e não Leandro Bomfim, que volta de uma lesão de quase dois meses parado?

- Por que ele colocou o Rodrigo Antônio no lugar de Valmir? O cara poderia até estar mal em campo, mas estava com moral por ter feito o gol... Rodrigo Antônio é volante, que seria improvisado na lateral-esquerda... Por que não Wagner Diniz e Baiano na esquerda?

- Por que ele colocou o Alan Kardec primeiro em vez do Pinilla? Por que ele não fez o inverso?

- Por que Jorge Luiz? Por que ele entra em campo?!?!?!


...::: COISAS QUE EU LAMENTO :::...

- A lesão de Edmundo, quando ele era o ponto de equilíbrio do time (curioso isso, não... ele como ponto de equilíbrio. Enfim...)

- O segundo gol do Atlético-PR, que a bola passou por baixo da mão de Rafael... Esse goleiro não merece isso... Bom que ele se redimiu depois.

- O Vasco não sabe jogar pressionando o adversário...

É isso, galera...
Amanhã, escreverei mais sobre essa partida já projetando para o jogo de domingo, contra o Fluminense. Agora é reta final, não dá tempo de respirar.
SaraVasco a todos!



18 comentários:

Manfredi disse...

Valeu Dennis! Amigos ainda estou muito P&* da vida! Nosso time treme em São Januário, não pisarei lá tão cedo. Fui a Ipatinga (viagem cansativa), fui no Figueirense, Náutico e ontem, pra mim acabou!

Jegue Luiz é um MULA e pior é quem ainda o escala.

Pra que aquela festa com invasão das crianças, elas só ficam vendo o Vasco perder, é claro que irão mudar de time. Vi diversas chorando, saindo traumatizadas.

Roberto, seu nome vai mais uma vez entrar pra história!

Seremos massacrados pelo Unimed.

Abraços

gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó

AFF meus reys!!!! Que baita vexame! Vocês já observaram a cara do Jegue Luiz...??? Não parece ? Pois sim, é ele mesmo!

Está tudo acabadinho, tentamos né?

Axé e Saravasco

Digo disse...

É bom baiano e amigos!

É ele mesmo!!!!

O JEGUE LUIZ .... mandou a nossa VACA PRO BREJO !!!!

Estávamos caindo... caindo.... caindo... e agora caímos.

Abraços

Lenon disse...

Que o imbecil do Jegue Luiz errou é verdade! Porém, acho que o time não deveria ter sido mexido! Já somos péssimos, se deu mais ou menos certo nos dois últimos jogos, pra que trocar?

Gente e esse baiano???????? Como já disse o bom baiano Gil, ele está mais é querendo uma redinha no vasco!

Seremos humilhados pelo Unimed!

Abraços

Ps. Também não pisarei tão cedo em São Januário! TRAUMA !!!

Alexandre Filho disse...

C******!!!!! p*** que p****!!!!!!
Não tenhu nem palavras!!!!!
Me decepcionei!!!!

Kiko disse...

Plantão: NÃO AGUENTO MAIS OUVIR ESSA BABOSEIRA

Eduardo Luiz: 'É procurar vencer os jogos'

zagueiro Eduardo Luiz fala sobre o clássico contra o Fluminense, no próximo domingo (02/11), às 19h10min, no Maracanã, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, mais uma partida de seis pontos na luta contra o rebaixamento.

"A expecta é a melhor possível. Espero que todos os jogadores - não só eu, como todo mundo - possa entrar em campo e dar o máximo, para que a gente possa tirar o Vasco dessa situação", disse ao repórter Hugo Lago, da Rádio Brasil.

Para o jogador, que deve formar a zaga com Jorge Luiz (ou Odvan) e Rodrigo Antônio, a responsabilidade é a mesma, independentemente do esquema tático.

"A gente procura trabalhar. Todos que estão entrando estão procurando fazer o máximo e se aplicando o máximo possível, para que a gente possa reverter essa situação e procurar vencer".

O atleta elogia o atacante Washington, do Tricolor das Laranjeiras.

"O Washington é um grande jogador. A gente tem que ter muita atenção. Não pode dar espaço para ele. E procurar marcar os jogadores que vêm de trás e dão assistência para ele".

Eduardo diz o que falta para o Gigante da Colina sair da atual situação.

"É procurar vencer os jogos. A gente está fazendo partidas boas. Infelizmente, em detalhes a gente está pecando. Mas agora tem que estar muito concentrado e atento, para não errar mais e a gente possa vencer".

O jogador comenta o jejum de vitórias em clássicos. Desde o 2 a 1 sobre o Botafogo, no dia 14 de outubro de 2007, foram cinco empates e seis derrotas.

"Na situação que a gente está vivendo, a gente precisa vencer a qualquer custo. A gente vai se empenhar o máximo, para que possa conseguir a vitória no domingo".

Fonte: VascoExpresso/netVasco
==

Como escutei e li! Faltam 10 rodadas, vai dar; agora faltam 9 ainda ha luz; faltam 8, o vasco é um grande time sairemos dessa... e agora Dinamite.

Tô de saco cheio em acreditar no Vasco e ficar ouvindo aos apelos desses incompetentes... compareçam, prestigiem, torçam.... e eles fazem o quê por nós?
Bando de idiotas. Deixem esse Jegue Luiz pastando em São Januário, só assim economizaremos na manutenção do gramado!

O seu Eduardo Luiz, podem procurar que não vão achar nada, bando de chinelinhos!!


Abraços

Paulo da Cancela disse...

Meus amigos aqui do blog. De hoje em diante passarei aqui nesse espaço que tanto gosto e admiro, apenas ler os posts e para deixar meu abraço a todos que, mesmo que uns virtualmente, passei a respeitar. Não comentarei mais nada sobre o Vasco, enquanto perdurar essa incompetência administrativa, ou enquanto não tomarem providencia e montarem um time que possa ser respeitado ao menos, dentro de casa! Pois ninguém mais respeita o nosso caldeirão, que hoje não passa de uma CHALEIRA. Ontem foi uma VERGONHA!

Se preparem para DOMINGO!

Continuarei torcendo, apenas calado dentro da minha resignação!

Um grande abraço amigos

Ruy disse...

Amigos ainda estou abalado.
A verdade é uma só, seremos DEGOLADOS!

Voltarei depois com mais calma para deixar uma opinião mais completa!

Eu te entendo amigo Paulo – grande vascaíno – que nunca mediu esforços para acompanhar nosso time, onde quer que fosse!

Abraços

Kiko disse...

Plantão: " O FESTIVAL DE ABOBRINHAS CONTINUA

Sem agradar a Renato Gaúcho, Jorge Luiz pode ser substituído por Odvan

De acordo com informações do repórter Hugo Lago, da Super Rádio Brasil, as últimas atuações de Jorge Luiz não vêm agradando ao técnico Renato Gaúcho, que pensa em substitui-lo por Odvan.

O zagueiro foi um dos responsáveis pelo primeiro gol do Atlético Paranaense, cedendo desnecessariamente um escanteio, além de inúmeras "pixotadas", tais como a mão na bola dentro da área contra o Ipatinga, o drible desnecessário em um atacante do Cruzeiro, perdendo a bola e dando o gol aos mineiros, uma falha contra o Fluminense, no primeiro turno e o gol contra a favor do Flamengo.

Fonte: SUPERVASCO.COM
==

Qual será a diferença entre esses dois ESTRUMES?

Força Paulinho!

Saravasco

Zé Julio disse...

Amanhã será um péssimo sábado lá no Manél. Com certeza estarão todos tristes. Quantos prejuízos esse Jumento Luiz já nos deu meus amigos, quantos?????? E o cara continua vestindo a nossa camisa! Ah se fosse em outros tempos! Ele já estaria longe.

Eu já começo a culpar o Roberto. Está sem uma diretoria de futebol, ele acumula o cargo! Será que ele se acha algum gênio, será? Ele precisa saber que apenas foi um grande craque e existe uma diferença bem grande entre jogar e administrar.

Ontem era VENCER OU VENCER!Na verdade foi o que se viu! Conseguimos empatar com Atlético –Pr e, virou uma vitória – VERGONHA!


Segura a onda Paulo – levanta essa cabeça!

Abraços

leo disse...

Amigos:

Vamos direto ao que interessa. Chega de clichês do tipo: “Ainda dá”; “É agora ou nunca”; “Temos que fazer o dever de casa”. Essas baboseiras nós já não agüentamos mais, quer sejam por parte de nossos jogadores, diretoria, técnico ou quem quer que seja.

Amigos, se o Vasco for rebaixado, será uma das quedas mais absurdas e vexaminosas da história de nosso campeonato. Digo isso, pelas circunstâncias que estão ocorrendo. Vou me ater somente nos últimos jogos do Vasco, para não causar mais indignação a nós pobres torcedores vascaínos. Contra o Sport, gol contra do Baiano. Contra o Flamerda, gol contra do J.Luiz. Odvan, num treino, tira o melhor jogador nosso de vários jogos decisivos. Novamente Jorge Luis desequilibra contra o At.Paranaense. Quer dizer, não precisa dos outros times fazerem qualquer esforço. O próprio Vasco se encarrega de ajudar...

Sei que vão me chamar de doido varrido. Não quero viver fora da realidade. Estive pensando o dia todo nesta sexta-feira. Vejam amigos, a rodada pode ser GENEROSA para com o Vasco. Claro, se não ganharmos pelo menos uns 02 jogos seguidos, de nada adiantará.

02 coisas que ninguém parece ter percebido:

1. Foi só o Vasco começar a ganhar uns pontinhos, para que, todos os outros lá de baixo, começassem a ganhar também;

2. Meu pesadelo é este quadro continuar: A Lusa está com 35. Figueira e Unimed 34. Assim sendo, corremos SERÍSSIMOS riscos de pelo menos faltando umas 03 rodadas não ter mais como alcançar estes times.

Vamos, finalmente, ao que interessa:

- Flamerda x Portuguesa – Aqui uma situação INUSITADA. Jamais pensei em toda minha vida torcer para este time um dia. Calçarei as sandálias da humildade, torcerei pela vitória deles, sim senhores, e que nossa co-irmã Lusa não saia mais dos 35 pontos.

- Náutico x Vitória – Podem acreditar, parece mentira, mas assisti o último jogo do Náutico contra o Inter em Porto Alegre. Parecia o jogo de um time só. O Inter atacou, atacou, atacou. No fim, o juiz deu 03 minutos de acréscimos e o Náutico empatou aos 48. Claro, o Náutico ganhou novo fôlego, lutará como nunca neste jogo e nós, torceremos, como nunca, pelo Vitória. (alô, Bom Baiano, olha o Vitória aí de novo);

- Ipatinga x Coritiba – Disse anteriormente que o Ipatinga já estava condenado. Esperem, estamos apenas a 03 pontinhos deles. Se eles estivessem condenados, não estaríamos nós também? Aqui sou Coritiba, que está fazendo um bom papel, para quem veio da segundona. Aqui, um empate já nos ajudará e ponto.

- Atlético Paranaense x Sport – O Atlético dará sangue por este jogo. Depois da vitória inesperada (mas sensacional) sobre o Cruzeiro e o empate sobre o Vasco, não resta dúvidas. O Sport tem se mostrado um time enjoado (o Vasco que o diga), mas não disputa mais nada neste campeonato. Aqui, façamos nossas orações para que dê um apagão no Furacão e que Carlinhos Bala e Cia dêem o mesmo trabalho que deram ao Vasco;

- Grêmio x Figueirense – Torço muito para que Grêmio ou Cruzeiro seja o campeão. Não quero que times de São Paulo, e lógico, NUNCA o flamerda seja campeão. Aqui amigos, não tenho a menor DÚVIDA. Dá Grêmio mesmo...

- Vascão(?) x Unimed - Meu plano de saúde não é este. Se o de alguém aqui o é, esqueça por um dia apenas. No domingo, ninguém, ninguém mesmo, vai precisar deste plano de saúde. Estamos há 200 anos sem vercer um clássico. Mesmo jogando melhor em alguns deles, no máximo, deu empate. O momento é melhor para Conca, Washington e Cia. Pergunto: E daí?

Aqui, não vou mais pedir aos amigos que compareçam ao Maracanã. Torcida parece não fazer diferença para este time. Carinho, eles também não querem; Caldeirão não está fazendo a menor diferença. Portanto meus diletos, redobremos nossas orações, creiamos que, em plemo dia de finados (sim senhores) nosso time possa RESSUSCITAR. Ué, já que da parte mais fácil eles não deram conta,que na difícil, façam um bom papel, aliás, bom não, um EXCELENTE papel prá cima da Unimed. Ufa.

Abraços sofridos de um vascaíno ainda confiante (mas meu gás está acabando).

Ps. Se ganharmos da Unimed, a sequência poderá ser GENEROSÍSSIMA com a gente. Aguardemos o domingão.

Lenon disse...

Beleza Leo. Valeu amigo!

Vou torcer de casa!

Abraços

manfredi disse...

Nesse momento de crise da torcida, lá vem o Leo dando essa “colher de chá”.

Mais um belo e importante trabalho amigo!

É o vascaíno nunca desistindo e lutando sempre. Nosso time podia bem seguir esse exemplo.

Abraços aos amigos


Ps Zé da um abração no Manél, qualquer dia apareço por lá novamente.

Dennis disse...

Perfeito, Léo...

Vou postar amanhã aqui no blog para a galera comentar em cima disso!

Liso disse...

Dennis também fiquei com as mesmas duvidas suas... por que o Mateus ? por que Jorge Luiz? Por que o Renato mexeu na escalação, se deu certo contra o Goiás? Por que Rodrigo Antonio? Não entendi nadinha....

Mandou bem Leo..... domingo é de casa mesmo!

Calma aí amigo Paulo, o Vasco está acima desses caras.

Bom final de semana a todos.

Abraços

Paulo da Cancela disse...

Valeu amigos! Bom trabalho Leo...

Boa idéia Dennis....


abraços

Carla Lia disse...

E então meus amigos, refeitos? Eu ainda abalada e com muita preocupação com o Pedrinho. Hoje ele não foi ao futebol aqui da garotada, disse que iria ser muita deboche. É impressionante como a situação atual do nosso Vasco da Gama invade o nosso lar.

Paulo eu soube o que aconteceu com você na saída de São Januário, infelizmente esse é o nosso Rio de Janeiro.Força meu amigo. Essa situação um dia há de acabar!

Bom final de semana amigos!

Amanhã seja o que Deus quiser!

Abraços

Carla Lia disse...

Em tempo.....

valeu Leo, seu trabalho passa alguma esperança!

abraços