segunda-feira, 9 de junho de 2008

Cruzeiro 1 x 0 Vasco - 5ª rodada - Campeonato Brasileiro

(foto: LANCENET!)Pablo tentou apoiar mas foi barrado pela zaga cruzeirense


Alô, Almirantes...

Realmente, o revés do Vasco deste domingo é um tanto quanto polêmico. Isso porque o lance que culminou com a derrota da equipe cruzmaltina por 1 a 0 para o Cruzeiro, no Mineirão, gerou muitas dúvidas e reclamações.

Afinal, quem errou: o juiz Wilson de Souza Mendonça ou o goleiro Tiago? O trecho da regra 12, em questão, sobre reposição do goleiro com a mão diz:

"Será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária se um goleiro comete uma das seguintes cinco faltas dentro de sua própria área penal: (...) 2) Voltar a tocar a bola com as mãos depois de havê-la posto em jogo e sem que qualquer outro jogador a tenha tocado"

Sem querer gerar polêmica, a regra em questão é interpretativa. Ou seja, cabe ao árbitro decidir se o goleiro cometeu ou não a infração. Neste caso, é difícil afirmar que Wilson de Souza Mendonça errou. Agora, uma coisa é certa: o árbitro agiu com má fé. Em inúmeros lances vejo o goleiro fazer esse tipo de lance e em NENHUM vi ser marcada a infração. Por que marcar agora? Se o objetivo foi chamar a atenção, ele conseguiu.

Agora, falando sobre o jogo em si...

O Vasco mereceu perder até porque não atacou praticamente nenhuma vez. Só deu Cruzeiro. No entanto, a derrota mostrou alguns pontos positivos:

1) Tiago teve uma atuação brilhante e, no lance do pênalti, fez duas defesas sensacionais. Na situação que ele fica cara a cara com o atacante, ele é excelente, talvez um dos melhores que eu já vi;

2) O sistema defensivo do Vasco funcionou perfeitamente. Eduardo Luiz, Luizão e Rodrigo Antônio (atuando como um terceiro zagueiro) fizeram uma grande partida já que, tirando o lance do pênalti, o Cruzeiro assustou apenas nos chutes de longa distância. Dentro da área, pouco foi criado.

3) O esquema ofensivo com Morais e Leandro Bomfim na armação das jogadas parece que pode funcionar. Até Leandro Bomfim sair de campo com um estiramento muscular na coxa direita, o Vasco tinha um maior domínio. Tudo bem, foram apenas 7 minutos, mas é alguma coisa. Pena que o sistema foi desmantelado logo.

FICHA TÉCNICA (fonte: LANCENET!)

CRUZEIRO 1 X 0 VASCO

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 8/6/2008 - 18h10min (de Brasília)
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Renda/público: R$ 279.000,00 / 20.278 pagantes
Cartões amarelos: Fabinho (CRU); Morais, Jonilson, Edmundo (VAS)

GOLS: Charles, 26'/2ºT (1-0)

CRUZEIRO: Fábio, Marquinhos Paraná, Espinoza, Thiago Heleno e Jadílson (Jonathan, 38'/2ºT); Fabrício, Charles, Ramires e Wagner; Guilherme e Jajá (Fabinho, intervalo) (Camilo, 47'/2ºT).
Técnico: Adilson Batista.

VASCO: Tiago, Wagner Diniz, Eduardo Luiz, Luizão (Anderson, 32'/2ºT) e Pablo; Jonílson, Rodrigo Antônio, Leandro Bomfim (Souza, 7'/1ºT) e Morais (Jean, 20'/2ºT); Leandro Amaral e Edmundo.
Técnico: Antônio Lopes.


MELHORES MOMENTOS





ESTATÍSTICAS (Fonte: Globoesporte.com)


(clique na imagem para ampliar)


TITULARES

- Tiago: Sem dúvida, uma de suas melhores atuações com a camisa do Vasco. Esteve sempre bem colocado nos chutes de longe e passou segurança. No pênalti, foi perfeito. Além de defender, fechou o ângulo no rebote. No lance do gol, foi punido injustamente pela má fé do árbitro Wilson de Souza Mendonça.

- Wagner Diniz: Mais uma vez, tímido no ataque. Na defesa, foi ainda mais sofrível porque deixou Jadílson fazer a festa do seu lado.

- Eduardo Luiz: Sua atuação foi muito boa. Ele adotou uma tática de não comprometer a equipe e está dando certo. Afinal, zagueiro não tem que jogar bonito, tem que matar a jogada. E ele fez isso muito bem no Mineirão. Deu bico para onde o nariz estava apontando.

- Luizão: Atuação idêntica a Eduardo Luiz: bem colocado, bem pelo alto e ele ainda sabe usar a força para ganhar as jogadas. Tem jogado muito bem desde a chegada de Lopes.

- Pablo: Ele, diferentemente de Wagner Diniz, tentou pelo menos apoiar. Tudo bem que não teve uma noite muito inspirada, mas está disposto. Caiu de produção no segundo tempo depois que Fabinho passou a jogar do seu lado.

- Jonílson: Pareceu meio perdido ontem no Mineirão. Fez alguns bons desarmes, mas falhou em outros lances. E ainda cometeu um pênalti absurdo ao tentar bater um tiro de meta na perna do jogador do Cruzeiro. Deu sorte de não ter sido expulso.

- Rodrigo Antônio: Diferentemente do que se esperava, ele não jogou como volante e sim como zagueiro central. E ele, para mim, foi o melhor da zaga vascaína. Ele estava sempre no caminho da bola quando elas tinham a direção dos atacantes do Cruzeiro. Ele anulou as jogadas de Guilherme e Wagner, principais jogadores da Raposa.

- Leandro Bomfim: Parecia que ia fazer uma boa atuação, mas teve azar e teve uma lesão muscular com apenas sete minutos de partida. Uma pena.

- Morais: Parecia que ia fazer uma boa atuação, mas, com a saída de Leandro Bomfim, ficou sobrecarregado com a armação das jogadas. Por não estar em boa fase, foi presa fácil para a defesa do Cruzeiro. Se ele parar de tentar ficar tentando conduzir e tocar mais a bola, talvez volte a ter uma melhor produção.

- Edmundo: Sem Bomfim e com Morais e os laterais inoperantes, o atacante tentou recuar para buscar jogo. No entanto, ele foi muito mal. Só tinha Leandro Amaral para tabelar no meio de quatro marcadores do Cruzeiro. Não teve como produzir mais.

- Leandro Amaral: Situação semelhante a de Edmundo. No meio de tanto zagueiro, ficou complicado de criar alguma coisa. Tocou muito pouco na bola.

RESERVAS

- Souza: Entrou no lugar de Leandro Bomfim, mas não sabia se atacava ou defendia. Por isso, não foi muito eficiente nem para atacar nem para defender. Parecia um porco solto no chiqueiro, sem saber para onde correr.

- Jean: Foi uma tentativa de Lopes para melhorar a chegada de bola ao ataque vascaíno. No entanto, aconteceu o mesmo que aconteceu com Morais: foi cercado pelos marcadores e não teve chance de criar nada.

- Anderson: O zagueiro do Itumbiara entrou no lugar de Luizão, que saiu machucado. Não teve tempo de mostrar muita coisa, mas saiu de campo com o mérito de não ter comprometido o sistema defensivo do Vasco.

TÉCNICO

- Antônio Lopes: Teve seu esquema ofensivo arruinado com sete minutos. Conseguiu armar um bom sistema defensivo na equipe, mas não conseguiu transformar o ataque em perigoso.

CLASSIFICAÇÃO


(clique na imagem para ampliar)



Os melhores da rodada foram Oxford A.D e Vascão Madrid que fizeram 70,22 pontos. Uma menção especial para mim (Nisde FR) que, na minha rodada de estréia, fui o terceiro melhor com 69,67.

O líder da Almirante Cup segue Vascão Madrid, que ampliou ainda mais sua vantagem sobre o segundo colocado, posto ocupado agora por Al. Guerreiro que subiu uma posição na rodada. NY Knicks, que estava em segundo, foi muito mal e caiu para a sexta colocação.

Confira os 20 primeiros da LIGA ALMIRANTE CUP, do Cartola FC:


(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...

- Até então não tem nada certo, mas Pedrinho revelou que aguarda um contato oficial do Vasco para começar a conversar sobre seu retorno. Vamos lá, diretoria! Tá dando sopa.

Bom, amigos... Fico por aqui. Durante a semana analisamos todas as situações: Morais, Pedrinho, Lopes.

SaraVasco a todos!


22 comentários:

Lenon disse...

Dennis, eu não tenho dúvida, o Mendonça agiu de má fé!

saudações

kiko disse...

É chegamos de BH frustrados. Além da garfada, ficamos preocupados com a contusão do Leandro Bomfim. Pensamos na hora, foi tudo pro cacete. Todo o esquema treinado na semana se perdeu. E foi o que aconteceu a meu ver.

Outra coisa que irrita muito é a quantidade de passes errados, principalmente o de meia distancia. É um saco!

Como frisou o Felipe, já são 3 pontos perdidos em função de juizes.CHEGA!!!!!

SAUDAÇÕES

Kiko disse...

A garfada ainda incomoda.....

Plantão da garfada:

Ofensa ao árbitro: Edmundo pode ser suspenso por seis jogos
Após ofender o árbitro contra o Cruzeiro, o jogador pode ser indiciado pelo procurador do STJD
A situação de Edmundo pode se complicar depois das ofensas a Wilson de Souza Mendonça. O atacante do Vasco xingou o árbitro após a partida, motivado pelo gol polêmico do Cruzeiro. O procurador geral do STJD, Paulo Schmitt, adiantou que vai investigar e que o jogador pode ser punido por até seis partidas de suspensão.

- Seria uma ofensa moral ao árbitro. Mas ainda iremos avaliar. Temos que verificar se existe mesmo a prova, por enquanto só temos o que saiu nos sites - disse o procurador ao LANCENET.

Caso Edmundo seja denunciado, a pena seria referente ao artigo 252 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - ofender moralmente o árbitro ou seus auxiliares. O procurador não ofereceu um prazo para encaminhar as denúncias contra Edmundo. E ressaltou que tem 30 dias e que usará o tempo para avaliar a situação.

- Ainda vamos avaliar muito - ponderou.

O jogador voltou de Belo Horizonte ainda na noite de domingo e não desembarcou com o time. Landu também foi liberado para ver o nascimento da filha. Os dois voltam aos treinos na terça-feira.
Fonte: Lancenet-SuperVasco


Saravasco

Vinicius ..../+/.... disse...

PERFEITO Dennis!

Hoje no aeroporto, fui designado pra acompanhar o Tiago até o ônibus e não deixar mais que os reporteres abordassem ele, já que ele ficou mais de 10 minutos dando entrevista no Hall de chegada do aeroporto...

No caminho, tive oportunidade de parabenizá-lo pela atuação, e principalmente pela defesa no rebote do pênalti, que foi qualquer coisa de ESPETACULAR!!!

Uma pena que o Mendonça não deixou nosso arqueiro voltar pra casa como herói... mas lá em São Januário as pessoas já comentavam antes do Vasco ir pra BH:

"Ih rapaz, é o Mendonça que vai apitar, é? Esse aí faz questão de F... o Vasco, sempre!"

Não deu outra...

De resto... análise perfeita amigão! Assino embaixo...

E pro Kiko e os amigos que se aventuraram no Mineirão, deixo o meu forte abraço e o agradecimento por tamanha devoção ao nosso Gigante da Colina!

Abração!


..../+/....

Gabriel disse...

Sem querer parecer com o Renight Gaúcho, eu já sabia o que ia acontecer.

Em primeiro lugar pelo próprio jogo, sabia que seria muito difícil, afinal, Cruzeiro em Minas é favorito sempre. Em segundo lugar porque vi quem foi "sorteado" para a partida. O Mendonça prejudica todo time carioca em que apita. Seja Vasco, Fluminense, Botafogo, Flamengo, e se der mole até América, Madureira e etc...quando não em lances capitais como penalidades, em interpretações duvidosas, inversões de faltas, e por aí vai.

E dessa vez não foi diferente. Em vias de fato, está correto, porque Tiago defendeu, colocou no chão e voltou a pegar com a mão. Até aí perfeito, o problema é a pré-disposição que esse cara têm pra prejudicar intensionalmente os times.Colocou debaixo dio braço uma regra que é solenemente ignorada todos os dias, e aproveitou-se disso para sair dessa história como inocente, quando na verdade sabemos das intenções deste cidadão.

Por outro lado,afirmar que o lance é interpretativo gera duas outras polêmicas:
1) Tiago realmente usou de suas mãos para praticar a defesa e repôr a bola em jogo? Não sei, Eu vi ele escorar a bola e deixa-la cair em campo outra vez, e não ter efetivamente SEGURADO ela antes disso.

2) Em segundo lugra e mais importante:Até quando a FIFA permitirá que existam regras que dependem da boa vontade ou não do árbitro para serem arbitradas? Até quando serão permitidos juízes mal intencionados, mal preparados, e porque não desonestos? Até quando a punição para árbitors que influem diretamente no resultado da partida será penas genéricas como suspensão por meia dúzia de rodadas?

Não, porque JUIZ é a única profissão DO MUNDO que você ganha muito bem, recebe acomodação e alimentação gratuita, pagamento adiantado, e não importa a MERDA que você faça, não acontece nada. Porque um juiz que falha e muda o resultado não têm seu pagamento atrasado, ou cortado, ou mesmo multado, diminuído etc? Assim como na sociedade, no futebol os transgressores agem livremente porque sabem que não haverá punição severa para seus crimes!

Poxa vida, se o árbitro têm o direito sagrado de errar ( o que deve ser respeitado, afinal todos erramos)e não tem "culpa" disso, o clube tamnpouco têm culpa que o sr. que deveria ser justo honesto e correto, fez uma "cagada" e assim volta com a derrota debaixo dos braços.
E Eu? pobre torcedor que paguei meu Pay Per View para ver meu time ser garfado? como fico? quem paga meu prejuízo? Se o Vasco deixar de ir à libertadores por causa desses pontos aí, quem vai ressarcir o clube?

Alguém têm que me responder, algo precisa ser feito, porque não é admissível vermos o futebol sendo dilacerado pelos árbitros.
Se o brasil não têm BOMS árbitros, ora bolas, que se tragam Argentinos, Paraguaios, venezuelanos, ou guineafranceses pelo amor de Deus! o Rio não quer sediar as olimpíadas? então pode começar testando assim...

o Edmundo Santos Silva não ROUBOU? os jogos não foram remarcados? pombas e o que aconteceu? NADA, o cara continua por aí cheio de grana e rindo à toa, dando até PALESTRAS por Cristo!

Mas do jogo em si: Preciso concordar com o que foi dito sobre a zaga que realmente PARECE ter tomado um pouco de juízo, e dizer que gostei da atuação de Bonfim no meio, onde sempre defendi sua escalação. Morais é aquilo né, mais um jogo de M dele...e o Diniz, esse sim,é um pipoqueiro. Quando o Vasco pega um jogo difícil, ele some.

Bom, mas chega disso.
Como vocês sabem, esrou acompanhando a EUROCOPA no meu blog, e conto com a presença de vocês em meu blog amigos! =]

paulo da cancela disse...

É amigos, chegamos muito frustrados mesmo. Alem do que já foi dito aqui, quero ressaltar que o Mendonça e o 4º arbitro logo depois do jogo, deram diversas versões sobre o fato, inclusive o 4º arbitro pediu para o Mendonça não falar mais nada aos repórteres.

Depois do pênalti defendido, pensei, vamos sair daqui com um pontinho, tava bom!


Beleza Dennis.
Amigo Vinicius, por favor fale pro Tiago que, lá na arquibancada, ficamos orgulhosos dele.

Perfeito Gabriel!



saudações

PS Parece que fiquei travado na Almirante.......

Carla Lia disse...

É Vincius os meninos aqui do blog, merecem nossos parabéns pela devoção ao nosso Vasco. Só que andei sabendo que o Kiko ainda estava comemorando o niver e, andou aprontando umas lá na boa terra mineira.

O Tiago foi sensacional naquele pênalti, mas o Mendonça acabou com a festa! Se não estou enganada, logo no início do jogo ele se dirigiu ao Tiago, falando algo sobre retardar a partida, ele já estava de má fé!

A saída prematura do Bomfim, também foi prejudicial ao nosso time.

Gostei Dennis!

Saudações e SaraVasco (onde anda o baiano?)

felipe disse...

esse juiz...!!!

não gosto nem de lembrar o que ele fez!!
dá uma revolta!!!

no cartola, esqueci de trocar os jogadores da outra rodada!!!hahahahhahahahhahahahah
acho q foi isso q fui tão mal...vou la conferir oq aconteceu!!!


www.ny-knicks-brasil.blogspot.com
www.nba-etc-etal.blogspot.com

Kiko disse...

Plantão- ainda sobre o assalto de ontem:

Presidente da Conaf se complica ao demonstrar desconhecimento da regra

O presidente da Conaf, Sérgio Corrêa da Silva, mostrou-se confuso e desconhecedor a regra aplicada pelo árbitro Wilson Souza de Mendonça ao punir o goleiro Tiago no lance que originou o gol da vitória cruzeirense. O juiz enquadrou a suposta infração na seguinte regra:
"Se concederá um tiro livre indireto à equipe adversária se um goleiro comete uma das quatro infrações seguintes dentro de sua própria área penal:
- Voltar a tocar a bola com as mãos depois de havê-la posto em jogo e sem que qualquer outro jogador a tenha tocado".

Ou seja, Tiago só poderia ter cometido a infração se tivesse tocado a bola com as mãos após já tê-la posto em jogo, entretanto, para tê-la posto em jogo, seria preciso que Tiago a tivesse tirado de jogo, ficando com a posse dela para, posteriormente, recolocá-la novamente em jogo. No lance em questão, Tiago não tira a bola da disputa em momento algum ao dar apenas um leve toque espalmado e continuar conduzindo-a com os pés.
Orientado pela letra da lei, o comentarista de arbitragem Arnaldo César Coelho, afirmou de forma embasada que o juiz errou ao marcar a infração, pois Tiago não teve a posse de bola.

- O que a regra não permite é agarrar e depois oferecer ao jogo. O goleiro não teve posse de bola, ele não fez nada de errado. Foi um erro - afirma.
Diferentemente de Arnaldo César Coelho, o presidente da Conaf fez declarações confusas e atrapalhadas que não pareciam alinhadas com a regra e, muito menos, com o lance em questão. Sérgio Corrêa da Silva parecia comentar o caso sem ter visto o lance, pois fala de um inexistente domínio da bola por parte do goleiro do Vasco antes de ser marcada a infração.

“Foi absolutamente correto, porque ele pode dominar a bola e sair jogando com os pés normalmente, ser assediado por um atacante. Só não pode voltar a tocar essa bola com as mãos. É uma infração à regra e está previsto tiro livre indireto na área que aconteceu”, explicou Sérgio à Sportv.

Ainda mais confuso e acreditando estar fundamentando seus argumentos, o presidente da Conaf prosseguiu citando orientações da Fifa que expuseram ainda mais o erro do árbitro.
“A Fifa orienta o seguinte: toda bola que ele pode dominar, o goleiro domina, mas não pode dar esse toque duas vezes com as mãos", afirmou Sérgio sem perceber que fazia uma declaração a favor do goleiro Tiago, pois, se na visão da Fifa toda bola que o goleiro pode dominar (tirando-a de jogo), o goleiro irá dominar, portanto, se a bola não foi dominada pelo goleiro (não saiu de jogo), a Fifa entende que o atleta não o fez por não achar possível ou necessário dominá-la e retirá-la da disputa.
Infelizmente o espetáculo de desconhecimento da regra prosseguiu quando o presidente da Conaf atribui ao árbitro poderes para julgar o grau de dificuldade de uma defesa, algo jamais visto em qualquer parte do mundo:
"Não houve dificuldade que o impediu de segurar essa bola. O equívoco do goleiro, lamentavelmente, foi esse. Ele pode fazer duas ou três defesas difíceis e pegar normalmente, mas nesse caso não”, encerrou Sérgio seu espetáculo tragicômico ao tentar enquadrar o erro de Wilson de Souza de Mendonça desvirtuando uma regra clara e legítima.
Fonte: GloboEsporte / Fifa / Gazeta Press / Supervasco
==
Assaltaram o nosso time!

Abraços

Gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó

Óxente, cadê mano Jared!?

Meus reys, vou bater um tamborzinho pra esse cabra do apito!

Tá muito bom Dennis!

Êta 2ª feira!

Axé e SaraVasco

Gabriel disse...

Quando o PRESIDENTE da Comissão de Arbitragem mostra não entender PICAS do assunto, é porquê a situação é negra mesmo.

Como ele foi parar lá? tipo... não era pré-requisito o entendimento claro das regras ?

Aí eu escuto o funcionário da Globo dizendo que 90% dos jogadores não conhecem as regras.
NEM O PRESIDENTE DA CONAF CONHECE AS REGRAS!
Eu diria o seguinte: 90% dos comentaristas não CONHECEM O FUTEBOL.

léo disse...

É Denis: Não quero aqui discutir arbitragem, mesmo porque o lance ainda vai gerar muita discussão.

Agora, é preocupante jogarmos como time pequeno fora de casa. Isso vem ocorrendo constantemente, até para times pequenos. Será pela limitação de nosso elenco?

Pelo visto, será nosso lema: Fazer o dever de casa e o que vier nos jogos fora, será lucro. É o velho e manjado "feijão com arroz". No final, fugir do rebaixamento será como ganhar um troféu. Abraços.

manfredi disse...

Olá amigos. Depois da aventura em BH, só me resta declarar que FOI MÃO GRANDE SIM!!!!! Alguém inclusive já mencionou aqui no blog, que o Mendonça nem sabia o que marcou realmente. Primeiro foi o tal dos 6 segundos e depois dois toques. Uai, ainda com o sotaque, e a tal interpretação tão falada pelo presidente da comissão? Foi pra qual das versões. Francamente Mendonça! Ele garfar o nosso Vasco já estava previsto! E agora qual será o próximo a nos prejudicar????? Lamentável!!!!!

Saudações meus amigos

Murilo disse...

Amigos, pela primeira vez vejo aqueles anti-vasco da ESPN defendendo o Vasco. Pior, por unanimidade.


Beleza Dennis.....
Boa noite...........SaraVasco

Telmo disse...

Além do erro com o Tiago o Mendonça tinha que ter expulsado o tal de Fabinho que já tinha cartão amarelo. Mendonça 1 X 0 Vasco .

SaraVasco

Gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó


Mano Vinicius, aqui tem um chapa meu jornalista (Silveira), que vive aqui também tentando pegar uma sobrinha. Êta baiano preguiçoso.

Axé e SaraVasco

Kiko disse...

É galera a trapalhada continua!

Plantão da garfada:

Súmula do jogo não explica tiro livre indireto
Para Wilson Souza de Mendonça (PE), não houve incidentes em Cruzeiro x Vasco.

O site da Confederação Brasileira de futebol (CBF) disponibilizou na noite desta segunda-feira a súmula do jogo entre Cruzeiro e Vasco. E o lance mais polêmico da sexta rodada do Campeonato Brasileiro seguiu sem explicação oficial.

O árbitro do confronto, Wilson Souza de Mendonça (PE), no espaço destinado às indicações sobre os incidentes que aconteceram antes, durante ou depois do confronto, na qurarta página do documento, foi sucinto: "não houve".

Aos 25 minutos do primeiro tempo, ele indicou tiro livre indireto contra o Vasco após o goleiro Tiago defender parcialmente lançamento do meia cruzeirense Wagner e, segundos depois, pegar a bola do gramado e a segurar.

O Cruzeiro o único gol do confronto, que lhe a vitória por 1 a 0 no Mineirão (MG) na conclusão desta jogada - Fabrício cobrou a falta para Charles, que chutou para o gol.

Ainda na súmula, Wilson Souza Mendonça classificou como "boa" a conduta das duas equipes - os jogadores vascaínos deixaram o gramado reclamando bastante da árbitragem, com o atacante Edmundo, inclusive, tendo-o xingando.
Fonte: Lancepress-superVasco
==

Ainda revoltado!!!!

abraços

felipe disse...

ta acontecendo agora o sorteio dos grupos da sulamericana, tomara que o Vasco tenha sorte e não caia num grupo com Boca ou River!!!

Kiko disse...

Muito revoltado ainda!
Plantão da Garfada:

Vasco quer banir Wilson Souza Mendonça do futebol

Eurico Miranda, presidente do Vasco, ainda não se conforma com a atuação do árbitro Wilson Souza de Mendonça na partida em que a equipe carioca perdeu do Cruzeiro por 1 a 0 no último domingo, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. O dirigente disse que vai lutar para que o juiz seja banido do futebol.

"Vou tomar todas as medidas para isso. Não é só jogo do Vasco. Ele não pode apitar jogo nenhum. É useiro e vezeiro em fazer isso", criticou Eurico.

O presidente convocou os torcedores a comparecerem à sede da CBF, ainda sem data definida, para protestarem contra erros que, segundo ele, vêm sendo cometidos seguidamente contra a equipe carioca.
Fonte: Terra Esportes/superVasco
++

Saudações

Ruy disse...

Olá amigos......

Nosso início - Copa Sulamericana: Vasco pega o Palmeiras na primeira fase.


Saudações e SaraVasco

Liso disse...

É Ruy, vamos pegar de cara o Luxemburgo, tá bom!!!!

saudações

Gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó

ôces sabem alguma coisa do Pedrinho???

Ô mano Jared, sai da rede, tu pegou a doença daqui foi?

Axé e SaraVasco