terça-feira, 26 de agosto de 2008

10 anos do título da Libertadores



Alô, Almirantes...

Como prometido, vou aos poucos voltando ao batente aqui. Claro que ainda estou em período de adaptação já que minha viagem foi muito corrida e voltei ao batente sem ao menos um tempo para descansar. Mas, de verdade, senti falta de vocês.

Antes de comentar qualquer coisa, quero relembrar de um fato (se não o mais importante) da história do nosso querido Vasco da Gama. Hoje faz dez anos que o Vasco venceu o Barcelona (EQU), em Guayaquil, e conquistou a Libertadores da América. A taça, sem dúvida, foi a mais importante da história do clube até porque não conseguimos conquistar o Mundial do mesmo ano (perdemos para o Real Madrid por 2 a 1 em Tóquio).

Essa campanha eu tive o prazer de acompanhar de perto. Na época, minha mãe era muito rigorosa e não permitia que eu fosse aos estádios, mesmo com 16 anos de idade. Então, todos os jogos do Vasco acompanhei da televisão. Da primeira fase, não lembro muito. Na segunda fase, lembro do confronto contra o Cruzeiro. O primeiro jogo, uma vitória suada que achei que fosse ser facilmente revertida no jogo de volta. Felizmente, foi 0 a 0 e o Vasco passou.

Contra o Grêmio, a mesma coisa. Uma vitória suada em casa garantiu a nossa classificação. Daí, quando chegou a vez do River Plate, lembro-me bem que queria muito ir ao jogo mas não consegui. Outra vitória suada em São Januário. No jogo da Argentina, já tinha entregado as fichas para os pênaltis. Já rezava para São Germano fazer milagres.

Até que Juninho Pernambucano (na época, só Juninho) entrou no lugar de alguém que não lembro. Ele vinha de uma lesão no púbis e revezava lugar na equipe com Ramon e Pedrinho. Ele acertou um pombo sem asa do meio da rua (uma falha clamorosa do goleiro) e empatou o jogo. O que garantia o Vasco na final. Depois disso, foi um sofrimento até o apito final do juiz.

Este gol foi tão importante que até hoje ele é enaltecido na canção da torcida vascaína "Gol do Juninho, no Monumentaaaaal...". Eu me emociono toda vez que canto e a parte que canto com mais vontade...

A circunstância da final era a mesma que a que aconteceu com o Fluminense neste ano contra o LDU. Passamos pela final antecipada, na final era só garantir a taça. Diferentemente do Tricolor das Laranjeiras, a gente é o Vasco. Vencemos aqui com um golaço do Donizete, que ele nunca acertou outro chute igual de fora da área, e outro do Luizão. No Equador, onde poderíamos nos complicar, outra vitória contundente. 2 a 1, novamente Donizete e Luizão.

Levantamos a Taça Libertadores com êxito e é com muita felicidade que comento isso como vascaíno. Pois pude ver toda a campanha. Mesmo não lembrando muito, lembro da conquista e é algo que guardarei para sempre.


NOS DIAS DE HOJE


Hoje, no meu segundo dia de volta ao trabalho, fui relacionado para ir ao treino do Vasco. Fiquei até feliz depois de tanto tempo longe da Colina. Na verdade, o treino foi no Vasco-Barra e nem pude encontrar também com o Almirante Vinicius, que só ia para o treino da tarde.

Mas lá, tive a oportunidade de conversar com Tita, nosso treinador. Ele me pareceu bastante sereno em suas declarações, convicto de que a defesa era um problema que ele espera ter resolvido. Afinal, nos últimos quatro jogos, o Vasco sofreu apenas dois gols. Coisa bem inusitada para um time que, em 22 rodadas, sofreu 40.

Inclusive, no segundo turno, o Vasco tem a defesa menos vazada da competição, o ataque mais positivo e pasmem: é o time com melhor campanha até agora. Pelo que aconteceu no primeiro turno, sabemos que as coisas não continuarão assim por muito tempo. Mas quem sabe acontece com a gente o mesmo que aconteceu com o Goiás no ano retrasado, com o Flamengo no ano passado. Quem sabe o Vasco não dá início a uma arrancada histórica e vai até a Libertadores.

É complicado. Mas como vascaínos, não custa nada torcer.


NAVEGADAS


- Tenho que comentar a notícia que mais me animou quando estive fora: a saída de Morais. Assim como todos vocês (descobri que tem muito mais gente que o odeia), gostei muito da notícia. Muito mesmo. Ele não servia para mais nada no Vasco, só atrasava a equipe. Agora, Alex Teixeira e Mádson ocuparam seu espaço com muita propriedade. Tem outra: vou torcer ainda mais para o Corinthians se ferrar.

Como a semana é longa e preciso de tempo para isso, amanhã eu atualizo as Metas Vascaínas!
Agora, fiquem com uma foto minha no museu do Real Madrid... Sempre Vascão...






Abraços a todos


22 comentários:

Lenon disse...

É Dennis 10 anos, quando essa glória se repetirá??????

Boa saber que você ficou otimista com o papo com o Tita, pois a tal história do Madson me deixou grilado! Não podemos perder as esperanças.

Saravasco

Paulo da Cancela disse...

Que dia aquele...... comemorei como nunca!

Amigo Dennis, o Juninho substituiu o nosso artilheiro Luizão !

Abraços

Osmar disse...

É a vida amigos, estamos recordando nosso maior titulo de 10 anos atrás e lamentando a morte do nosso zagueirão Moisés campeão brasileiro de 74 pelo nosso Vasco.

Acho que vamos perder o Madson. A nova diretoria deu uma de Eurico, assim me parece, e deu uma volta no neném.

Axé

Ruy disse...

Essa manobra em cima do Madson, ainda não foi totalmente esclarecida. Talvez o nosso Almirante possa dar alguma informação se não for compromete-lo, é claro. Já ouvi diversas explicações tipo historinha pra “boi dormir”. Acho que o amigo Osmar acertou – a nova diretoria que tanto falava das manobras do Eurico – acabou fazendo o mesmo. É simples, não sendo titular no jogo contra o botafogo, ele não completaria a seqüência de jogos como titular, fazendo jus a um aumento automático de salário. E o mais estranho, é que os jogadores teriam essa semana inteira pra descanso.

Triste a notícia do xerife Moisés, conheci a figura tempos atrás no bloco das piranhas, era um gozador!

Gostei de ver a nossa camisa lá no museu do Real Madri, mandou bem Dennis!

10 anos atrás Luizão e Donizete faziam nossa festa!

Saudações

Vinicius disse...

Amigos!

Atendendo o justo pedido do amigo Ruy e vendo a copnfusão que se instalou em relação a essa questão do contrato do Madson, explico:

Na verdade o que houve foi um mal entendido por parte da imprensa na interpretação do caso!

A cláusula que previa o aumento do Madson em caso de dez partidas como titular REALMENTE EXISTE!

Mas diferentemente do que foi divulgado, esse jogo do Botafogo não seria o jogo determinante!

A verdade é que o Madson já cumpriu os requisitos previstos para o seu aumento, e este já será incorporado ao seu vencimento, independente da escalação ou não no jogo do ultimo Domingo!

Desse modo, a ausência do Madson no time titular no Domingo não tem relação nenhuma com essa questão salarial! O aumento será dado de qualquer maneira, e além disso o Vasco já acendo com o interesse de renovar o contrato dele por mais um tempo...

Portanto, foi de fato uma opção tática do Tita...

Espero ter ajudado!

Forte abraço à todos!

E bem vindo de volta, meu brother Dennis!

Saudações ..../+/....

Ruy disse...

Valeu mesmo amigo Vinicius, já tinha lido de tudo. Nada como ser claro !

Só aqui no blog, li diversas reclamações sobre a possível manobra da diretoria. Peço publicamente minhas desculpas ao Tita e a administração do vasco, é o tal do trauma - rsrs.

Saudações

Manfredi disse...

Dennis realmente a saída do Morais foi uma boa, na verdade ele já foi tarde! Nesse momento ele está jogando contra o Gama, lá ele não vai ter vida mole não!

Saudações

Paulo da Cancela disse...

Vinicius, eu havia dito na minha última mensagem do post anterior, que admitia a opção tática do Tita, na tentativa de lançar o Madson quando o botafogo já estivesse cansado. Sua explicação foi uma boa, pois evita qualquer tipo de especulação.

É Dennis há 10 anos atrás eu acho que foi o dia que mais cervejas tomei.

Saudações

Kiko disse...

Plantãoda "velha-guarda":

Odvan começa contagem regressiva para assinar contrato com o Vasco

No dia em que completou 10 anos do título da Libertadores, o Vasco pode ter dado início ao processo de repatriamento de um dos titulares desta conquista. Sem poder contar com Edcarlos, que ganha um salário muito alto no Benfica, o clube deu uma oportunidade ao veterano Odvan para provar que tem condições de voltar a vestir a camisa cruzmaltina.

Companheiro de zaga de Mauro Galvão nos anos áureos no fim da década de 90, ele atuou pelo clube por cinco anos e conquistou dois brasileiros, uma Libertadores, um estadual, uma Mercosul e um Rio-São Paulo. Odvan terá até o dia 19 de setembro, quando encerra o período de inscrições para o Brasileirão, para provar à comissão técnica que pode ser útil.

- Estou aí mantendo a forma física e sonho em voltar a vestir a camisa do Vasco. Não me importo de ser colocado à prova, porque sei do meu potencial e da confiança que o torcedor tem em mim. Já corri no gramado hoje e veio o filme na cabeça, lembrando de tudo e me imaginando novamente com a camisa do Vasco. Só de vestir o uniforme de treino já foi emocionante.

Desde que deixou o Vasco, em 2000, Odvan rodou por Fluminense, Botafogo, Santos, Madureira e até mesmo no futebol dos Estados Unidos. A último clube do 'zagueiro-zagueiro' foi a Cabofriense, na Série C do Brasileirão.

- Nunca tive problemas com peso. Vou entrar em forma rápido. A motivação é muito grande - promete.

Caso seja aprovado, Odvan deve acertar com o clube até o fim da temporada.

Fonte: GloboEsporte.com/NetVasco
==

Será uma boa?

Saudações

felipe disse...

acho q não!!
HAHAHAHAH
Odvan é muito ruim...
digo isso pq sou da cidade dele(campos), e ele de vez em quando ele jogava pelada aqui, e alguns meu colegas jogavam com ele, e até meus colegas ganhavam bola dele, o cara é muito ruim!!

Gilberto disse...

Ó...PAÍ...Í...Ó

Ô meu rey Dennis, a foto com a nossa camisa ficou porreta! E os outros dois, torcem pelo Real é?

Quero que o Morais se arrebente todinho lá no timão! Êta cabra metido a barão!

Acho bom o vasco escutar o Felipe e deixar o Odvan na sombra!

Axé e Saravasco

Kiko disse...

Plantão do "Sem acordo":

Sem acordo, Neca afirma que Vasco desistiu de contratar Márcio Careca

O Vasco anunciou nesta quarta-feira, oficialmente, que desistiu de contratar o lateral-esquerdo Márcio Careca, do Barueri. O anúncio foi feito pelo vice-presidente do futebol do clube, Neca. A desistência se deve à falta de acordo sobre o valor a ser pago. Inicialmente o Vasco aceitou pagar R$ 400 mil pelo jogador: R$ 240 mil ao Barueri (dono de 60% dos direitos) e R$ 160 mil a Márcio Careca, que tem os 40% restantes. Mas o clube paulista insistiu em receber R$ 400 mil pela sua parte, e o Vasco considerou o negócio inviável.

- Lamentamos porque o jogador conversou conosco e mostrou interesse em vir para o Vasco. Seria para ele uma grande oportunidade. Mas o jogador foi prejudicado por outras pessoas - disse Neca.

Os dirigentes do Vasco temiam investir alto em um jogador de 30 anos porque há outros reforços em vista. Um dos jogador que vem sendo observado é o meia Juninho, de 22 anos e 1,88m, do Santo André, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Fonte: O Globo Online/NetVasco
==

Mais um que ficou pelo caminho...

Acho bom deixar o Odvan quietinho (na sombra segundo o bom baiano)!

Saravasco

Telmo disse...

Ainda bem que essa história do Madson ficou esclarecida. Agora o negócio é acertar logo com o nosso “novo baixinho” antes que o cara fique desmotivado.

E o jogo contra o Grêmio, como será? Os desfalques me assustam..... nem Leandro estará recuperado. Vamos precisar da sua força bom baino!

Saudações

Kiko disse...

Plantão do "quem vai agarrar?"

Tiago e Roberto travam disputa acirrada pela vaga de titular no gol

Debaixo da trave reside uma das maiores dúvidas do Vasco. Tiago retomará a posição de titular diante do Grêmio no domingo ou Roberto soube agarrar a chance com firmeza e será o camisa 1 no Estádio Olímpico? Na Colina, ninguém sabe o que irá acontecer e a vaga ainda está disponível.

Titular na maioria dos jogos no ano, Tiago deixou a equipe devido a uma lesão no joelho direito. Do departamento médico, viu Roberto ter boas atuações e ter o nome gritado pela torcida. Mas sabe que leva vantagem, até mesmo pelo discurso durante a semana do técnico Tita, que deu a entender que ele voltará à equipe.

– Estou tranqüilo, porque deixei o time por motivo de contusão. A expectativa é de voltar, mas tudo vai depender da avaliação do Tita – disse Tiago.

De Tita, sim, e do preparador de goleiros Carlos Germano também. Ídolo na década de 90 e campeão da Libertadores, Germano utiliza a experiência e o olhar aguçado para decidir quem deverá assumir a posição. Tarefa difícil quando um jogador completa o outro. Tiago, por exemplo, tem dificuldade na bola aérea, enquanto Roberto tem carências em bolas rasteiras. Na reposição de bola, ambos têm o mesmo bom desempenho.

– Não dá para antecipar quem será titular no domingo. Há uma dúvida na comissão técnica porque ambos estão bem. Tiago é considerado titular por jogar desde o início do ano, mas Roberto vem de boa seqüência – despista Germano.

Certo é que orientar dois bons goleiros como Tiago, de 25 anos, e Roberto, de 29, tornou-se um prazer para o antigo paredão vascaíno. No embalo do dia-a-dia de treinos, Carlos Germano lembrou muito do passado e alimenta até mesmo o sonho de, por uma última vez, vestir a camisa do Vasco numa despedida oficial pelo clube. A idéia, no entanto, é para o próximo ano. Até lá, Germano seguirá sanando dúvidas como a de agora, que deixa Roberto e Tiago ansiosos.

TIAGO

Pontos fortes

É frio durante as partidas e transmite segurança
Tem visão de jogo e boa saída de bola
É bom nas cobranças de falta e pênalti. Tem categoria de poucos jogadores no último quesito
É ágil em bolas rasteiras, o que facilita a segurança com chutes mais baixos

Ponto fraco

Apesar de alto, demonstra alguma insegurança em bolas aéreas

ROBERTO

Pontos fortes

Utiliza a boa estatura como arma nas bolas aéreas
Não pára um minuto sequer de gritar com o time e vibra muito com as jogadas
Na maior parte das vezes, repõe bem a bola durante do jogo
É vascaíno roxo e demonstra isso sempre que possível. Tem moral com a torcida

Pontos fracos

Poquíssimas vezes sai jogando com o pé. Não tem tanta intimidade quanto Tiago
Não chega com facilidade em bolas rasteiras. É um ponto a ser corrigido

Fonte: Lancenet/NetVasco
==

Eu fico, no momento, com o Roberto. Explico: ele está passando mais confiança pra defesa!

Saudações

Digo disse...

Olha Kiko, eu fico com o Tiago - se rolar uma falta, quem sabe?

Abraços

Carla Lia disse...

Também fico com o Roberto. O Tiago precisa recuperar sua forma e motivação. Acho que ele ficou desapontado com o Lopes, inclusive disse: nunca tomei tantos gols na minha vida!

Depois que eu vi o que o nosso rival botafogo fez com o galo ontem, eu afirmo que foi um grande resultado para o nosso time aquele empate. O esquema do Tita funcionou.

Abraços e Saravasco contra o Grêmio

Carla Lia disse...

Dennis esqueci de dizer – a foto ficou muito boa!

abraços

Ignácio disse...

Boa tarde vascaínos – Queria parabenizar a todos pelo excelente blog!

Saudações cruzmaltinas

Kiko disse...

Plantão do "Procura-se um lateral"

Tita vai indicar outro nome para a lateral

Negociação com Márcio Careca, indicado pelo técnico, não teve sucesso

O insucesso, ao menos por enquanto, da contratação do lateral-esquerdo Márcio Careca, atualmente no Barueri, não fará o técnico do Vasco, Tita, abrir mão de um outro nome para a posição.

- Caso ele (Márcio) realmente não venha, eu vou indicar um outro nome para a diretoria - comentou o treinador cruzmaltino nesta quarta-feira, na sede do Vasco-Barra.

Atualmente, a equipe cruzmaltina conta com duas opções para a lateral esquerda: Edu, revelado nas categorias de base do clube, atualmente titular, e Valmir, contratado por empréstimo ao Palmeiras e que, envolvido com lesões, jogou apenas duas partidas.

No último domingo, na partida contra o Botafogo, no Maracanã, ao substituir Edu, lesionado, o técnico Tita colocou em campo o volante Serginho, que atuou improvisado na função.

Para a partida contra o Grêmio, no próximo domingo, em Porto Alegre (RS), o lateral-esquerdo titular deve ser escalado - ele treinou normalmente nesta quarat-feira.

FONTE: LANCENET/Blog Vasco Oficial
==

Chega mais Ignácio!

Saudações

Maldita Futebol Clube disse...

CARA, PROIMEIRO PARABÉNS PELO POST.SOU VASCAÍNO, AMIGO DO DIEGO O SENTIMENTO NÃO PODE PARAR. tHNHO UM PROGRAMA NA RÁDIO FLUMINENSE AM 540 NO RJ, TODA SEGUNDA. mALDITA FUTEBOL CLUBE. ALÉM DISSO TEMOS A COLUNA E O BLOG. COMENTO AQUI A FELICIDADE PELA PASSAGEM DA DATA E SUA ENQUETE A RESPIETITO DO EMUNDO,POIS ACHO ELE ÚTIL AO TIME E SE TIVESSE COM QUEM DIALOGAR NO MEIO, ESTARÍAMOS MUITO MELHOR.ACHO QUE O ROBERTO SE ENCONTRA BEM, E NÃO DEVE SAIR. E NO CASO DO MADSON, FOI PASSADO A MIM PELO FISOLOGISTA DO VASCO, QUE ELE ESTAVA SE QUEIXANDO DE CANSA~ÇO MUSCULAR, UMA CERTA FADIGA E QUE ISSO CAUSOU A SUA SAÍDA DO TIME, MOTIVOS FISÍCOS DE SE POUPAR O JOGADOR E NÃO TÉCNICOS, NEM FINANCEIROS. É ISSO...NO MAIS É PARABENIZAR POR CONHECER MAIS UM BLOG DA FAMILIA DO VASCO...SDS VASCAINAS, LEANDRO

Zé Julio disse...

Leandro, vou sintonizar a Fluminense... Cara foi muito bom o fato do Madson ser esclarecido. O Almirante deu a dica e agora você completa. Já estava ficando preocupado com a postura da diretoria, achando que tinham dado uma volta no neném.

Abraços e que venha o Grêmio

Kiko disse...

Plantão "Vasco sobe a Serra!"

Ida do Vasco à Granja Comary marca aproximação entre Dinamite e CBF

Nos últimos anos, o Vasco já não tinha boa relação com a CBF. Eurico Miranda, que foi vice de futebol da entidade logo que Ricardo Teixeira assumiu a presidência, tinha relação extremamente desgastada com o dirigente. Mas com a chegada de Roberto Dinamite, as coisas mudaram. Dias depois de uma visita de Dinamite a Teixeira, o Vasco confirmou uma estada na Granja Comary. Para se ter uma idéia, o Vasco é o único clube do Rio que nunca usou a concentração de Teresópolis. Já o Flamengo, que tem ótima relação com a CBF desde a volta de Kléber Leite, é freqüentador assíduo.

Fonte: Lance - Coluna De Prima/NetVasco
==

Que o "Dedo de Deus" aponte pra nós...

Qual o horário do programa Leandro?

Saravasco