quarta-feira, 30 de julho de 2008

Blog Vasco Oficial - Transmissão de partidas ao vivo pela Net !!!




Amigos!!!

Aqui estou eu novamente, matando a saudade do nosso blog!

Os mais atentos já devem percebido que eu coloquei um banner ali na direita.

Trata-se do blog de um grande amigo meu, Adriano Felipe! Trabalhamos juntos no Vasco logo que eu cheguei lá, e o Adriano foi um dos primeiros caras que eu fiz amizade.

O Blog dele se chama "Vasco - Oficial", porque respresenta a comunidade Oficial do Vasco no Orkut.

O blog em si difere um pouco do nosso. Enquanto aqui fazemos uma linha mais de "opinião", lá ele faz uma espécie de "clipping" das notícias que saem ao longo do dia, num esquema parecido com o que o Netvasco faz.

Mas o maior trunfo do Adriano, e principal motivo dessa postagem, é que o blog dele transmite as partidas do Vasco ao vivo!!! Em vídeo!!!

Portanto, deixo o convite feito!!! Quem não puder ir a São Januário amanhã, e não tiver o pay per view pra acompanhar a peleja, é só ir e partir pro abraço!!! Basta ter uma conexão de internet legal que você assistirá o jogo de camarote!!!

Na sexta eu volto aqui pra gente conversar sobre a partida!

Saudações, amigos!

..../+/....



segunda-feira, 28 de julho de 2008

Aventuras de um Marujo em Madrid...

Fala, Almirantes...

Desculpe minha ausencia (e falta de acentos gráficos)... mas estou aproveitando minhas férias e, após um ano de planejamento, pude conhecer o Velho Continente. Estou agora em Madrid, aproveitando um calor de 30 e tantos graus.

Duro é ter que ouvir um santista me zoando no albergue pela goleada. Naum vi o jogo mas a situaçaum foi bizarra... enfim.. Aqui em Madrid, fui ao Santiago Bernabéu (estádio do Real Madrid) com a camisa do Vasco. Fui reconhecido por um brasileiro (que está tentando a vida de garçom) e visitei o museu.

Numa das televisoes que passava os gols, logo vi o gol do Raul na final de 98. Depois, na sala de troféu, vi a taça que perdemos e a chuteira do Raúl.

É duro ver a realidade mas pode-se ver que aqui o estádio é muito bem organizado, bem arrumado e eles aproveitam o estàdio mesmo em período sem jogos...

É isso galera, boa sorte para o nosso Vasco que aqui estou representando ele bem...
SaraVasco a todos

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Vasco 3 x 3 Fluminense - Campeonato Brasileiro - 14a Rodada

foto: Paulo Fernandes - Galeria Oficial CRVG
Ah! É Edmundoooo!!!




Casaca, meus amigos!

Quanto tempo, hein?

Aproveitando as merecidíssimas férias do amigo Dennis, e a necessidade de criar um espaço sobre o jogo pra vocês discutirem, aqui estou eu novamente!

Confesso pra vocês que no momento em que escrevo, a única coisa em que penso é tomar um banho e deitar! Isso porque o treino de hoje foi no Vasco-Barra, e pra um morador da Ilha do Governador como eu, isso é uma verdadeira epopéia do trânsito! Principalmente a volta... aff...

Mas obviamente isso não impede que eu venha aqui dar um "alô" pros meus amigos, e matar um pouco da saudade que eu tenho de vir aqui rabiscar algumas palavras!



Sobre o jogo:


Galera, sobre a partida, acho que vocês entendem que por motivos éticos eu não posso aqui expressar TODAS as minhas opiniões, principalmente sobre aquilo que eu acho que foi errado. Não pega bem eu ficar "cornetando" as pessoas que amanhã estarão trabalhando comigo.

Por isso, prefiro exaltar as coisas que me chamaram atenção positivamente:

1- O primeiro tempo da partida foi, pelo menos pra mim, a melhor exibição do Vasco em clássicos esse ano. O time se mostrou bem compacto e quando saía pro jogo, ia em bloco, surpreendendo o Fluminense que esperava um Vasco mais "medroso". Pena que no segundo tempo, apesar dos dois gols que fizemos, não conseguimos manter a pegada!

2- Dois jogadores que não vinham sendo bem aproveitados também me supreenderam positivamente: Souza e Madson. O segundo então, foi MUITO bem no primeiro tempo, participando das melhores jogadas do Vasco no ataque. O Madson sempre foi jogador de meio-campo, e o fato de ter jogado muitas partidas esse ano imporvisado na ala-esquerda certamente prejudicou um pouco seu desempenho até aqui. Tenho fé que daqui pra frente, jogando na sua posição de origem, ele possa nos ajudar mais.

3- Outro que me agradou foi o Edu, na ala-esquerda. Pra quem acompanha o Vasco de perto, o Edu (Pina) não é nenhuma novidade. Sempre foi uma promessa na Colina, e jogador referência das nossas divisões de base, principalmente quando o Vasco disputou a Copa São Paulo de Futebol Junior. Nessa competição, ele e Souza eram os destaques indiscutiveis da equipe. Não que eu ache que ele foi excepcional na partida contra o Flu, mas levando em consideração que é um jogador voltando de contusão, e que não atuava como titular no time principal há muito tempo, penso que ele foi bem enquanto esteve em campo. Não é fácil pra um garoto começar jogando depois de tanto tempo, justo num clássico no Maracanã.

4- Sempre fui um severo crítico do futebol do Morais aqui nesse espaço. Mas injustiça nunca foi meu forte. Por isso preciso dizer que a partida dessa quarta foi uma das melhores, senão a melhor, apresentação que eu vi do Morais no Maracanã. Diria que juntamente com o Edmundo ele foi decisivo! No primeiro gol, deu um passe "de cinema" pro Madson cruzar pro Edmundo livre. No terceiro, usou sua famosa "canhota" pra fazer o cruzamento que o Edmundo pegou de primeira! Além disso, participou de outras boas jogadas, como aquela que deu origem ao gol mais perdido da história do Leandro. Se não fosse a expulsão infantil no fim do jogo, eu daria nota 10 pra atuação do Morais nessa partida.

5- E meu último destaque positivo não poderia ser outro: Ah! É Edmundo!!!! Amado por muitos e odiado por tantos outros, uma coisa é indicutível: NINGUÉM no elenco vascaíno possui o poder de decidir uma partida que o Animal tem. Se ele conseguisse manter a média de atuações nesse nível, certamente o Vasco estaria em situação mais cômoda na tabela, mas convenhamos que é muito pra um jogador da idade dele carregar o piano sempre sozinho.



FICHA TÉCNICA: (fonte - Netvasco)

VASCO 3 X 3 FLUMINENSE

Competição: Campeonato Brasileiro 2008 - 14ª rodada

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23/07/2008 (quarta-feira)
Hora: 21h50min (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistente Nº1: Wagner de Almeida Santos (RJ)
Assistente Nº2: Ricardo Maurício Ferreira de Almeida(RJ)
4º Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)

Renda: R$ 299.820,50
Público: 19.346 pagantes - 21.784 presentes

Cartões amarelos: Júnior César 23'/1ºT (FLU), Washington 32'/1ºT (FLU), Eduardo Luiz 39'/1ºT (VAS), Souza 44'/1ºT (VAS), Darío Conca 3'/2ºT (FLU), Morais 31'/2ºT (VAS), Wagner Diniz 41'/2ºT (VAS)
Cartões vermelhos: Morais 38'/2ºT (VAS)

Gols: Edmundo 18'/1ºT (VAS), Leandro Amaral 7'/2ºT (VAS), Washington 8'/2ºT (FLU), Edmundo 13'/2ºT (VAS), Washington (pênalti) 29'/2ºT (FLU), Tartá 36'/2ºT (FLU)

VASCO: Tiago; Wagner Diniz, Luizão, Eduardo Luiz e Edu (Marcus Vinicius 12'/2ºT); Rodrigo Antônio, Souza, Madson (Leandro Bomfim 39'/2ºT) e Morais; Leandro Amaral e Edmundo (Jean 34'/2ºT). Técnico: Antônio Lopes.

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Rafael (Somália 26'/2ºT), Roger, Luiz Alberto e Júnior César; Fabinho, Maurício (Tartá, intervalo), Arouca e Darío Conca; Dodô e Washington. Técnico: Renato Gaúcho.





MELHORES MOMENTOS:








ESTATÍSTICAS:
(fonte - Globoesporte.com)


(clique na imagem para ampliar)




CLASSIFICAÇÃO: (fonte - Futebol na Rede)


(clique na imagem para ampliar)

LIGA ALMIRANTE CUP

E na nossa Liga no Cartola F.C., as coisas vão de mal à pior para o meu time C.R. Almirante, que liderava a competição até pouco tempo.

Na rodada passada eu tive a infelicidade de escalar no meu time o goleiro Wilson, do Figueirense, que me fez o favor de tomar 7 gols em casa!!! Isso fez com que ele conseguisse a expressiva pontuação de: - 12 Pontos!!!! Aí já viu, né? Crise total na minha equipe! hehehe...

Sorte do meu amigo Bruno Tutty, comandante do Al. Guerreiro, que vai se distanciando na frente da tabela, juntamente com o Sofie, do marujo Alex Gomes.


(clique na imagem para ampliar)



É isso, meus amigos!

Mesmo que rapidamente, foi ótimo vir aqui participar mais uma vez!

Vou ficar de olho e sempre que o Dennis não encontrar uma Lan House em terras d'além mar, estarei aqui rabiscando alguma coisa pra vocês!

Agora é força total contra o Santos na Vila, no que promete ser um jogo nervosíssimo!

De um lado o Santos, vice-lanterna, e de outro a gente, com 1 ponto apenas nos separando da zona de descenso, e sem nenhuma vitória fora de casa até aqui.

Saudações, amigos!



..../+/....



P.S.: Parabéns à todos nós pela marca de 20.000 visitas no nosso blog!!! Que venham muitos milhares mais!


quarta-feira, 23 de julho de 2008

Férias, mas sem afastamento

Amigos,

como tenho dito sempre nos meus posts, tive recentemente uma dificuldade em atualizar o blog. Explico para vocês: estou entrando de férias nesta quarta-feira. Após três anos e meio, terei um tempo de descanso. Por isso, organizei uma viagem e ficarei um mês fora. Por isso, minha dificuldade toda em postar um comentário (muita coisa para resolver)...

Mas, quero dizer a todos que não estarei longe do blog. Sempre possível, irei postar aqui um comentário (nem que seja breve) sobre o atual momento vascaíno. Caso eu fique alguns dias ausente, o Almirante Vinícius já se prontificou para postar alguma coisa no blog... Tudo para vocês ficarem com temas para poder discutir, argumentar, essas coisas todas...

Tá certo que as Metas Vascaínas, por exemplo, entrarão de férias comigo. Mas, quando eu voltar de viagem, elas também voltarão, sempre atualizadas...

Fico na torcida para que, quando eu voltar, o Vasco esteja melhor das pernas... Não desistam amigos! A fé sempre move montanhas.


...::: NAVEGADAS :::...

- Notícias nada animadores: além da confirmação da saída de Philippe Coutinho, parece que Pablo também dá adeus. O próprio Almirante que me veio com a notícia e a explicação: o contrato dele com o Vasco vai até o fim do ano e seus vínculos estão ligados ao Olaria. Por isso, para lucrar alguma coisa com a negociação dele, o clube preferiu negociá-lo agora... Ou seja, nem mais na categoria de base podemos ter esperança... que fase!

É isso, gente... Não deixei de comentar! Estarei longe, mas não ausente!
SaraVasco a todos!!!



terça-feira, 22 de julho de 2008

Atlético-PR 3 x 1 Vasco - 13ª rodada - Campeonato Brasileiro


Alan Kardec marcou o gol do Vasco na derrota de domingo


Alô, Almirantes...

Fiquei de colocar as Metas Vascaínas e a Análise do Jogo no sábado, mas como você mesmo sabem, meus dias tem sido corridos. Por isso, farei tudo de uma vez hoje, aproveitando as duas rodadas que passaram.


SOBRE O JOGO


Como era de se esperar, o Vasco perdeu fora de casa para o Atlético-PR, numa partida que poderia ter empatado. Isso porque, depois que Morais entrou, incrivelmente o Vasco começou a jogar bem e teve a chance de empatar a partida quando estava 2 a 1. Mas ai, o Leandro Amaral bateu o pênalti de uma maneira tão bisonha que a bola só entraria se o goleiro errasse o canto. Até mesmo o goleiro do time de anão defenderia aquele pênalti.

Outro fato lamentável da partida foi a escalação de Antônio Lopes. Ele inexplicavelmente colocou o Mateus para jogar como titular, sem sequer ter testado essa formação durante a semana. Ele acho que fosse dar outra sorte de colocar um jogador e ele decidir a partida, como foi com o Alex Teixeira, contra o Ipatinga.

Lamentavelmente, tenho que dizer que o Lopes está gagá. E, acima de tudo, ele só sairá do Vasco se ele quiser. Isso porque em seu contrato há uma multa de 100 e poucos mil reais caso a diretoria o demita. Como essa nova administração já revelou que o Vasco não tem dinheiro, já viu, né?


FICHA TÉCNICA (fonte: LANCENET!)

ATLÉTICO-PR 3 X 1 VASCO

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data/hora: 20/7/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Gelson Pimentel Rodrigues (ES) e Eremilson Xavier Macedo (DF)
Renda/público: R$295.350,00 / 17.806 pagantes
Cartões amarelos: Valencia, Alan Bahia, Antônio Carlos e Nei (ATL); Leandro Amaral e Rodrigo Antônio (VAS).

GOLS: Joãozinho, 19'/1ºT (1-0); Márcio Azevedo, 5'/2ºT (2-0); Alan Kardec, 26'/2ºT (2-1); Anderson Aquino (48'/2ºT).

ATLÉTICO-PR: Galatto, Danilo, Rhodolfo (Chico, 20'/2ºT) e Antônio Carlos; Nei, Alan Bahia, Valencia, Júlio dos Santos (Anderson Aquino, 30'/2ºT) e Márcio Azevedo (Douglas, 38/2ºT); Ferreira e Joãozinho.
Técnico: Roberto Fernandes.

VASCO: Tiago, Eduardo Luiz, Luizão e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Mateus (Alex Teixeira, 30'/1ºT), Jonílson, Jean (Morais, intervalo) e Pablo; Abubakar (Alan Kardec, 16'/2ºT)e Leandro Amaral.
Técnico: Antônio Lopes.


MELHORES MOMENTOS





CLASSIFICAÇÃO (fonte: Futebol na Rede)


(clique na imagem para ampliar)



Oxford AD voltou a ter um grande desempenho e foi o melhor da última rodada com 80,89 pontos. Com essa pontuação, ele assumiu a liderança geral do mês, com 376,18 pontos.

No entanto, a grande mudança foi na classificação geral. O péssimo desempenho do C.R. Almirante, do almirante Vinícius, fez com que ele caísse quatro posições. Com isso, Al. Guerreiro assume a ponta da classificação com 829,94 pontos. Mas, a diferença entre ele e o quinto colocado é de apenas 21 pontos. Ou seja, o campeonato está em aberto.

Confira os 20 primeiros colocados da Liga Almirante Cup


(clique na imagem para ampliar)



METAS VASCAÍNAS


Com o empate do meio de semana e a derrota do fim de semana, o Vasco fica ainda mais longe do título. Não que eu seja esperançoso para, neste ponto do Campeonato Brasileiro, ainda acreditar em título... longe disso. Mas é que o Vasco queimou três empates com essa derrota fora de casa.

Na teoria, para o Vasco atingir uma pontuação para chegar ao título, ele tem que chegar a 77 pontos. Para isso, ele tem chance de conseguir atingindo a campanha que lhe resta. Como o Vasco já estourou a cota de derrotas. Pelo contrário, agora o time precisa vencer mais fora de casa, uma meta praticamente impossível (11 vitórias em 12 jogos). Para um time que ainda não venceu, fica complicado acreditar.

Não se preocupem, nem eu acredito mais no título do Vasco. Só estou explicando minhas tabelas malucas. Tem outra também: do jeito que anda equilibrado esse Brasileiro, vai ser bem possível que um time seja campeão com menos pontos que o estabelecido pela média assim como um time deve ser rebaixado com mais pontos que o que está na meta.

Mas, para saber isso, só no fim do campeonato. Agora, só temos as Metas para tomar como base.




(clique nas imagens para ampliar)


...::: NAVEGADAS :::...


- Está um tal de disse me disse da possível saída do Philippe Coutinho. Eu sei lá... Não sei se teve venda, se não teve... Para mim, é especulação para tumultuar o ambiente vascaíno. Sei de uma coisa: vai ser difícil segurar o moleque.

- 10 anos do gol do Juninho. Saudade dessa época, ainda mais por saber que não tem mais nenhum candidato a Juninho nesse atual elenco... Uma pena!

Agora, os dias serão ainda mais corridos. Vou tentar publicar um post a cada dia, mas já adianto que será difícil.
No entanto, não vou abandonar vocês. Continuem comentando que estarem sempre lendo.
SaraVasco a todos!!


sexta-feira, 18 de julho de 2008

Vasco 1 x 1 Goiás - Campeonato Brasileiro - 12ª rodada

(foto: Daniel Zappe/VipComm)
Luizão salvou o Vasco no empate de ontem com um gol aos 47 do 2º tempo


Alô, Almirantes...

Ontem, após a partida, eu ouvi dois comentários (um de nosso marujo leo) que representam a atual situação do Vasco: "O Vasco entrou em campo com três pontos praticamente certos e saiu com um salvador" e "Antônio Lopes é um treinador ultrapassado, que não se reciclou".

A boa campanha em São Januário era um dos motivos de nossa esperança de vitória. Além disso, era contra um Goiás, time que se encontra na zona de rebaixamento. No entanto, em campo, parecia o contrário. Parecia que o Goiás jogava em casa e tinha boa campanha dentro do estádio. Se não fosse pelos gritos da torcida e pelas inúmeras cruzes-de-malta e escudos do Vasco, juraria que estava em Goiás.

O primeiro tempo então, só deu Goiás. Tirando um lance que o Alex Teixeira chutou em cima do goleiro, o Goiás teve pelo menos três chances de marcar. Tanto que marcou em uma delas, num gol de bola parada.

O segundo tempo foi uma lambança só. Primeiro pelas alterações: tirou Alex Teixeira e Pablo (os únicos que buscavam jogo ao lado de Jean) para colocar Valmir e Edmundo. Valmir saiu lesionado com 10 minutos (de novo). Ainda bem que Mádson entrou com fome de bola.

O gol de Luisão, no fim, só serviu para dimunuir um pouco da irritação. Para mim, apesar do gol "salvador", o empate teve gosto de derrota. Pela maneira que foi. O Vasco jogou mal demais, parecia um time de pelada que se reúne no fim de semana para disputar umas partidas contra: "Ih, o lateral-esquerdo faltou... Po, Pablo, quebra o galho lá".

Ontem, além do Jean, até dou um crédito para o Leandro Amaral. Os dois lutaram, Leandro Amaral tentava sempre buscar o jogo, Jean, às vezes, corria para cobrir as subidas de Pablo... O próprio Pablo não estava numa noite brilhante, mas buscava o jogo. Alex Teixeira também tentava alguma coisa mais coletiva.

Só que vem o Lopes e tira os dois. Um colega de profissão foi perfeito ao dizer: "O Lopes é covarde. Só tira de campo aqueles caras que não reclamam com ele". Nosso atual treinador não está atualizado, não consegue montar um esquema no Vasco, não consegue armar uma equipe com os melhores jogadores em campo. Ou seja, simplesmente não dá mais para ele.

Não acho o time do Vasco tão ruim assim mas os jogadores estão sendo queimados por jogar na posição errada, por não poder ter uma jogada onde trabalham melhor seus fundamentos. Por isso, muitos dos que receberam vaias ontem são bons jogadores. Até mesmo o Morais. Eu odeio ele, mas ele não é ruim. Acho até que ele está fazendo corpo mole para ver se o Lopes cai e isso sim irrita.

Enfim, não acredito que o Vasco seja candidato ao rebaixamento. Até porque, se o Vasco começar a perder, troca o técnico e melhora. O elenco tem qualidade só não joga em conjunto.


FICHA TÉCNICA (fonte: LANCENET!)

VASCO 1 X 1 GOIÁS

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 17/7/2008 - 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Aspirante Fifa-SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcio Eustáquio Santiago (MG).
Renda/público: R$ 65.145,00 / 4.083 pagantes.
Cartões amarelos: Jonílson (VAS); Paulo Henrique, Ernando e Ramalho (GOI).

GOLS: Romerito, 42'/1ºT (0-1); Luizão, 46'/2ºT (1-1).

VASCO: Tiago, Eduardo Luiz, Luizão e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Jonilson, Morais, Alex Teixeira (Edmundo, intervalo) e Pablo (Valmir, intervalo - Madson, 18'/2ºT); Jean e Leandro Amaral.
Técnico: Antônio Lopes.

GOIÁS: Harlei, Ernando, Henrique e Paulo Henrique; Vítor, Ramalho, Fernando, Adriano Gabiru (Felipe, 21'/2ºT), Romerito e Julio Cesar; Alex Terra (Pituca, 42'/2ºT).
Técnico: Hélio dos Anjos.



ESTATÍSTICAS (fonte: Globoesporte.com)



(clique na imagem para ampliar)


MELHORES MOMENTOS





CLASSIFICAÇÃO


(clique na imagem para ampliar)



O vencedor dessa rodada foi inédito. Só da Basco FC marcou 88,10 pontos e ficou na frente de muitos favoritos. C.R.V.G. Rio foi outra "zebra" que ficou em segundo na rodada, com 87,55 pontos.

No ranking do mês, C.R. Almirante, do almirante Vinícius, segue na liderança com 326,58 pontos. Ele, mesmo com os 57,20 pontos da rodada, assumiu a liderança geral da competição. Isso se deve ao baixo rendimento de Sofie, que caiu duas posições.

Confira os 20 primeiros colocados na Liga Almirante Cup:


(clique na imagem para ampliar)


...::: NAVEGADAS :::...


- Cadê o Wagner Diniz? Trouxeram esse maluco com trancinhas, disseram que era ele mas esse ai não me engana não...

- Villanueva estava encostado no Vasco, foi dispensado e acertou com um clube do Azerbaijão. Ele já marcou dois gols em duas partidas e pode fazer dupla de ataque com Eto'o. Como é louco esse mundo do futebol...

- Mais surpresa está por vir aqui blog! Aguardem...

Gilberto, capricha na oferenda porque, com esse time, tá complicado...
SaraVasco a todos!


quinta-feira, 17 de julho de 2008

200 vezes "A Palavra do Almirante"

Uma pequena (e um pouco tosca) homenagem minha pelo número atingido


Alô, Almirantes...

Como vocês devem ter reparado, os meus dias têm sido muito corridos aqui. Com essa janela de transferência aberta, pouco tenho tido tempo para escrever aqui. Ainda mais este post, que é especial e não queria escrever de qualquer jeito.

Não sei se repararam, mas este comentário é o de número 200 do "A Palavra do Almirante". Um blog que começou tímido, criado pelo almirante Vinícius com o intuito de falar sobre a paixão do Vasco. Desde o início, fui freqüentador assíduo. Às vezes, participava arduamente dos comentários. Às vezes, acompanhava as discussões até que, pela falta de tempo do Almirante, pude escrever um ou dois posts do "A Palavra".

Depois, quando ele me contou de sua ida para a assessoria de imprensa do Vasco, vi o Vinícius preocupado: "Tô bolado com o fato de trabalhar no Vasco e não poder manter o blog. Queria passar para alguém de confiança, mas não sei para quem passar ainda".

Foi quando eu, na hora, me prontifiquei para assumir o blog: "Ih, maluco. Se tu quiser, eu assumo a parada e faço isso amarradão".

Pronto, juntamos o útil ao agradável e começava minha história no blog. Na verdade, é apenas um trabalho provisório que estou dando continuidade enquanto o Almirante tirou uma licença. Mas é um trabalho provisório que faço com o maior prazer, pela paixão de ser vascaíno.

E uma das coisas que mais me motivo a vir escrever aqui foi o público assíduo que frenqüentava o site. Pessoas que pouco se conhecem mas mantém um vínculo aqui por uma única e exclusiva paixão: o Vasco.

Parabéns a todos vocês, Almirantes, Marujos, Comandantes, Navegadores... Parabéns pelos 200 posts. Como diria a tradicional canção, "acima de tudo, abaixo de nada... Vasco, Vasco, Vasco!"


METAS VASCAÍNAS


Pelo post especial, serei breve nas Metas Vascaínas. A derrota para o Flamengo foi ruim para o Vasco. Teoricamente, para ser campeão brasileiro, a equipe não poderia perder mais nenhuma partida. Mas não é assim que funciona. O time pode até perder, mas vai ter que empatar bem menos.

Mas, pelo caminhar das coisas, parece que o Vasco lutará mesmo pela Libertadores, no máximo.

Vejam quantos pontos o Vasco precisa fazer para atingir suas metas:



(clique na imagem para ampliar)


Vejam a campanha que o Vasco precisa fazer para atingir suas metas:



(clique na imagem para ampliar)


ANÁLISE DO JOGO


Assim como as "Metas", farei a análise do jogo bem brevemente também. E, como no jogo contra o Ipatinga e contra o Sport, o Vasco é mais uma vez amplo favorito para esta partida. Além de um time melhor, a campanha em casa ajuda e o adversário ajuda ainda mais. Afinal, o Goiás é um dos times favoritos ao rebaixamento.



(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...


- Edmundo será poupado e Alex Teixeira ficará em seu lugar. Eu sou fã do "Capeta em forma de guri". Eu acho que ele ainda vai dar muitas alegrias ao Vasco. Só precisamos entender que o maluco foi direto do juvenil para o profissional. Ele não tem bagagem ainda. Mas aos poucos, ele está criando. Boto fé no moleque.

- Finalmente, depois de seis meses, Abubakar é regularizado e já vai ficar no banco de reservas. Uma vez ouvi de um maluco que o Edmundo tinha elogiado o nigeriano. No entanto, pessoas aqui do jornal disseram que ele é um jogador comum. Agora é só esperar ele entrar em campo para saber se o cara é o novo Nwankwo Kanu ou é apenas um Villanueva.

- Mesmo sem Roque Júnior, pensei melhor: ODVAN NÃO!!! Não quero nem pensar como vai ser uma dupla Eduardo Luiz e Odvan. Parece até motivo piada.

- Vou ao jogo hoje. Quem mais vai?

Mais uma vez, parabéns Almirantes!
SaraVasco a todos


segunda-feira, 14 de julho de 2008

Flamengo 3 x 1 Vasco - Campeonato Brasileiro - 11ª rodada

Se teve alguma coisa bonita no domingo, foi a nova bandeira-camisa do Vasco


Alô, Almirantes...

Eu não sei quanto a vocês, mas eu não agüento mais perder para o Flamengo. Virou motivo de chacota. Os jogadores entram em campo já diminuídos, como se o Vasco fosse um time da segunda divisão e o Flamengo uma potência mundial. Beira o ridículo sofrer mais uma derrota em clássico. É como Vasco era com o Fluminense nos anos 90: vitória garantida. Espero que no segundo turno, isso já possa mudar porque eu não agüento mais.

Sobre o jogo, o de sempre: a zaga falhou e o Vasco perdeu. Primeiro, um pênalti infantil do Wagner Diniz no Juan. Assim, nem em campeonato de fraldinha você vê um pênalti tão infantil. No segundo gol, o Eduardo Luiz tirou Tiago da jogada. Ele não dominou, nem cortou, apenas tirou Tiago da jogada.

O terceiro gol comprova minha teoria: que o Tiago tem sérios problemas visuais. Ele deve ter algo em torno de oito graus de miopia fácil. Tá, o chute foi forte e entrou no ângulo, mas o Tiago estava debaixo da bola. Todo chute de longe o Tiago aceita, impressionante tamanha a deficiência dele nesse quesito.

O ataque vascaíno é um bando. Sério mesmo, um bando que às vezes acerta. Contra o Flamengo, que tem uma defesa bem posicionada, não criou nada. E vai continuar não criando sempre que pegar uma defesa arrumadinha. Wagner Diniz segue com sua sina de "Morais" e sumiu em jogo decisivo. Pablo, que tinha tudo para arrebentar, infelizmente foi mal.

É, o Vasco perdeu mais uma vez para o Flamengo. Agora, resta vencer em São Januário. Afinal, é só isso que o Vasco tem conseguido mesmo...


FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 1 VASCO (fonte: LANCENET!)

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/7/2008 - 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Djalma José Beltrami (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ)
Renda/público: R$ 1.153.029,00 / 63.611 pagantes
Cartões amarelos: Cristian, Fabio Luciano (FLA); Beto, Wagner Diniz (VAS)

GOLS: Ibson, 9'/1ºT (1-0); Fabio Luciano, 37'/1ºT (2-0); Cristian, 18'/2ºT (3-0); Alex Teixeira, 39'/2ºT (3-1)

FLAMENGO: Bruno, Leonardo Moura (Luizinho, 40'/1ºT), Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Cristian, Jônatas (Diego Tardelli, 26'/2ºT) e Ibson; Marcinho (Obina, 32'/2ºT) e Souza.
Técnico: Caio Júnior.

VASCO: Tiago, Eduardo Luiz, Rodrigo Antônio e Luizão; Wagner Diniz (Marcus Vinicius, 22'/2ºT), Jonílson, Beto (Vinicius, intervalo), Jean (Alex Teixeira, 30'/2ºT) e Pablo; Leandro Amaral e Edmundo.
Técnico: Antônio Lopes.


MELHORES MOMENTOS





ESTATÍSTICAS (fonte: Globoesporte.com)



(clique na imagem para ampliar)



CLASSIFICAÇÃO (fonte: Futebol na Rede)



(clique na imagem para ampliar)




Giants 78 foi o melhor da 11ª rodada ao marcar 89,22 pontos. O resultado fez com que ele subisse seis posições no ranking do mês de julho e alcançasse o 3º lugar.

Quem pôde comemorar foi C.R. Almirante, do almirante Vinicius, que fez a segunda maior pontuação da rodada ao marcar 82,19 pontos. Além de aumentar mais a distância na ponta do ranking mensal, C.R. Almirante encostou em Sofie no ranking geral. Agora a distância entre os dois times é de menos de 12 pontos.

Confira os 20 primeiros colocados da Liga Almirante Cup:


(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...


- Muitas notícias veicularam na imprensa sobre possíveis patrocinadores do Vasco. Eu acho que, de fato, com a entrada de Roberto Dinamite, a imagem do Vasco melhorou e é possível que empresas busquem associar sua imagem novamente com o Vasco. Mas daí, a ter algo de concreto, já não acredito muito.

- Edmundo indica Odvan para o Vasco. Sinceridade, eu não sei se eu fico triste ou feliz com essa notícia...

É isso, amigos...
Nesta terça, tem as Metas Vascaínas, com mais uma derrota de casa...
SaraVasco a todos!


sábado, 12 de julho de 2008

Metas Vascaínas + Análise do jogo - Flamengo x Vasco - 11ª rodada do Campeonato Brasileiro

Beto substituirá o suspenso Morais contra o Flamengo

Alô, Almirantes...

Temos neste domingo o primeiro Vasco e Flamengo da era Dinamite. Com toda a sinceridade, espero que os bons ares possam iluminar nossos jogadores até porque, do lado de lá, passa uma nuvem carregadíssima e o que não para de acontecer é confusão nos bastidores.


METAS VASCAÍNAS


Mas, antes de analisar o próximo jogo, vamos falar de nossas metas no Campeonato Brasileiro. O que anima é que o time tá fazendo em casa uma campanha que deixa o time entre os primeiros. Com 80% de aproveitamento, o Vasco consegue em São Januário deixar perto dos quatro primeiros. Ainda bem, porque a campanha fora de casa segue deprimente.

Um bom passo para melhorar essa campanha fora de casa é vencer esse jogo com o Flamengo. Digo isso porque o mando de campo é do Flamengo nesse jogo e, por isso, considero que o Vasco esteja jogando fora de casa. Dos dois pontos que o Vasco conseguiu fora de "seus domínios", um foi em clássico, contra o Botafogo. Por isso, a vitória no clássico é fundamental para essa campanha vascaína.

Confira os pontos que faltam para o Vasco neste Campeonato Brasileiro para atingir suas metas:



(clique na imagem para ampliar)



Confira também a campanha que o Vasco precisa fazer para atingir sua meta.


(clique na imagem para ampliar)



ANÁLISE DO JOGO


A análise do jogo hoje vai dever apenas um item: a qualidade do elenco. Infelizmente, quando fui entrar no Cartola para ver, o mercado já estava em atualização. Perdoem-me pela gafe, mas tentarei fazer uma análise pessoal. E nela, vou colocar os dois times bem equilibrados por um simples motivo: é clássico.

Tudo bem, a saída de Morais é infinitamente pior para o Vasco que a saída de Toró para o Flamengo. Mas a entrada de Beto no Vasco melhora o toque de bola no meio-de-campo vascaíno. Ele vai ter espaço para tocar a bola já que Jean vai colocar aquela correria de sempre.

Tem outra, do lado do Flamengo, a zaga nunca jogou junta. Claro, tem qualidade, mas falta entrosamento. O tal do Dininho jogou uma vez, contra o Nautico. Não valeu! Quero ver agora no clássico!

Tirando isso, infelizmente, a vantagem é maior para o Flamengo. Tirando o fato de o ambiente lá estar tumultuado por causa das confusões extra-campo, dentro das quatr linhas, a vantagem recente é rubro-negra.

Mas, espero que aquele velho jargão "clássico é clássico" possa soprar para nosso lado desta vez.


(clique na imagem para ampliar)


...::: NAVEGADAS :::...


- Notícia confirmada: Felipe acertou com o Flamengo! Só posso dizer uma coisa sobre isso... Mercenário!!!

- Gostei da idéia de um encontro da galera aqui do blog. No jogo de quinta, devo ir para São Januário. Quem mais vai?

Valeu, galera...
Gilberto, reza ai!! Vamos acabar com essa urucubaca! E com o Urubu também...
SaraVasco a todos!


sexta-feira, 11 de julho de 2008

Vasco 4 x 0 Sport - Campeonato Brasileiro - 10ª rodada

Pablo marcou seu primeiro gol como profissional do Vasco


Alô, Almirantes...

Mais uma vez minha Análise do Jogo deu certo e o Vasco conseguiu uma goleada em São Januário na noite desta quinta-feira. Bom para o Vasco, que mantém uma média impressionante de pontos conquistados dentro de casa (12 em 15 - 80%) e que também dá um salto na tabela ficando ainda mais perto da zona de classificação para a Libertadores. O resultado também foi bom para mim, pois minhas análises ganham ainda mais credibilidade. (hehehehe)

Sobre o jogo, posso dizer inicialmente que foi uma honra poder assistí-lo do estádio ao lado do almirante Vinicius. Pela primeira vez em nosso 20 e poucos anos de amizade, nos encontramos em São Januário como profissionais. Além disso, pude notar também que o clima entre os funcionários do Vasco parece ser mais tranqüilo com a chegada de Dinamite ao poder. A impressão que passa é que Eurico amedrontava os funcionários do Vasco.

Agora, sobre o que aconteceu dentro de campo, o placar não refletiu o que foi o jogo. Apesar de 4 a 0, o Vasco passou alguns perrengues na partida. No primeiro tempo, o time de Antônio Lopes não conseguia trocar mais de três passes e o Sport obrigou Tiago a fazer pelo menos umas três defesas complicadas. O gol de Morais foi um achado porque, tirando o lance que Jean perdeu pouco antes, o time pouco chegou ao gol do Sport.

No segundo tempo, o panomrama não mudou muito. O Sport seguia com maior posse de bola e jogando no campo do Vasco. Para nossa felicidade, a equipe pernambucana foi incompetente para não fazer gols. Além disso, cedeu espaço para os contra-ataques vascaínos. No segundo contra-ataque, saiu o gol.

Nesse gol, vou transcrever o que nosso almirante Vinícius falou do meu lado: "Boa, Pablo. Esse maluco joga demais. Vai, Pablo. Vai, Pablo! Boa, Pablo!! Golaço, p....!!!". E que golaço que esse menino fez.

Depois desse gol, o Sport esfriou. Teve um lance de perigo num chute de muito longe, que bateu na trave, mas foi só. Inclusive, começo a achar que o Tiago têm sérias deficiências visuais para longa distância. Porque ele sempre dá um susto nesses chutes de longe. Mas não tenho o que reclamar dele porque ele tem agarrado demais.

O terceiro saiu em outra jogada de velocidade, dessa vez pela direita, que Jean marcou. Apesar da facilidade do gol - na pequena área e sem goleiro -, ele serviu para coroar a atuação do atacante, que jogou demais.

O quarto gol foi a única jogada que Leandro Amaral e Edmundo acertaram. Os dois jogaram muito mal, principalmente Edmundo. Mas, craque é assim mesmo. Joga mal o jogo inteiro mas decide em um lance. Edmundo, que era o jogador mais xingado no lugar onde estava, saiu de campo aplaudido.

Agora, o clássico contra o Flamengo. Fico feliz que do lado de lá, o ambiente está bem conturbado diferentemente do lado do Vasco. Sem contar que agora acabou essa história no Vasco de "jogo contra o Flamengo é um campeonato a parte". O jogadores vão entrar em campo com uma pressão bem menor.


FICHA TÉCNICA (fonte: Netvasco)


VASCO 4 X 0 SPORT

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ).
Data: 10/07/2008 (quinta).
Hora: 20h30min (de Brasília).
Árbitro: Antônio Hora Filho (SE).
Assistente: Ivaney Alves de Lima (SE) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE).
Renda/Público: R$ 104.295,00 / 6.703 pag.
Cartões amarelos: Morais (VAS); Luciano Henrique, Fabio Gomes, Sandro Goiano (SPO)

Gols: Morais 35'/1ºT (1-0), Pablo 8'/2ºT (2-0), Jean 22'/2ºT (3-0), Edmundo 25'/2ºT (4-0).

VASCO: Tiago; Eduardo Luiz, Rodrigo Antônio (Vinícius Reche 43'/2ºT) e Victor (Vilson 32'/2ºT); Wagner Diniz, Jonilson, Morais, Jean e Pablo; Edmundo (Beto 27'/2ºT) e Leandro Amaral.
Técnico: Antônio Lopes.

SPORT: Magrão; Diogo (Everton 43'/2ºT), Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Sandro Goiano (Enílton, intervalo), Fumagalli (Júnior Maranhão 28'/2ºT) e Fábio Gomes; Luciano Henrique e Carlinhos Bala.
Técnico: Nelsinho Baptista.


MELHORES MOMENTOS






ESTATÍSTICAS (fonte: Globoesporte.com)



(clique na imagem para ampliar)



CLASSIFICAÇÃO



(clique na imagem para ampliar)






O melhor da última rodada foi novamente Sofie, líder da classificação geral, com 96,24 pontos. Em segundo lugar nesta décima rodada foi Vascão Madrid, que deixou a má fase de lado e voltou a fazer uma boa pontuação, com 89,09.

No ranking geral, Sofie se distancia do segundo colocado e tem quase 40 pontos de vantagem sobre o segundo, o C.R. Almirante, que passou Al. Guerreiro nesta rodada.

Confira os 20 primeiros colocados da Liga Almirante Cup


(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...



- Não sei quanto a vocês, mas a defesa conseguiu terminar um jogo sem sofrer gols. Isso aconteceu por três coisas: Tiago agarrou demais e evitou certamente uns três gols do Sport; Eduardo Luiz no alto é excelente. Pena que ele não tem 1/5 da qualidade das bolas aéreas no chão; Jonílson foi um cão de guarda assustador. Ele anulou sozinho o setor de criação de jogadas do Sport. Impressionante como ele não cansa.

- Os melhores da partida, para mim, foram Jean e Pablo. O primeiro é capaz de dar um pique de 40 metros e, dez segundos depois, não estar nem ofegante. Ele correu demais e, acima de tudo, jogou muito bem. O Pablo é outro com o mesmo estilo. Ele é seguro, está com confiança no seu futebol e seu gol foi uma prova disso. Driblou três e marcou de biquinho. Tem jogado demais, mas ainda assim queria vê-lo jogando no meio.

- NOTÍCIA FRESQUINHA: Felipe foi ao Catar pedir a liberação de seu passe. Mas não se animem, ele está fazendo isso para jogar no FLAMENGO, e não no Vasco. Eu nem quero ele mais no Vasco.


É isso galera... A surpresa ainda está por vir!
Aguardem!!!
Até amanhã, com as Metas Vascaínas e a Análise de jogo
SaraVasco a todos!


quarta-feira, 9 de julho de 2008

Metas Vascaínas + Análise do Jogo (sem surpresas)

Quando Tiago voltará a bater faltas?


Alô, Almirantes...

Realmente, meus dias não têm sido dos mais fáceis... O trabalho tem comido boa parte do meu tempo e, quando acho que vou ter tempo de atualizar o blog, aparece uma bomba e não deixa eu atualizar. Ainda tem mais um agravante: sabe a surpresa que eu estava preparando? pois é, eu errei nas contas e não vai ser hoje. Me desculpem do fundo do coração, mas a surpresa não vai demorar para ela acontecer...


METAS VASCAÍNAS


Bem, voltando ao normal, vamos falar das Metas Vascaínas. Bem, não tem nem muito o que falar a não ser bater na mesma tecla: o Vasco precisa vencer fora de casa. Nessa partida, o time ficou até perto do triunfo mas, infelizmente, refugou no final. Paciência, agora bola para frente. Temos de torcer para a campanha em São Januário seja superior à média e possa suprir a deficiência fora de casa.

Para esse post, vou inaugurar uma nova coluna: a do aproveitamento. Ela servirá para ter uma noção de quanto o Vasco está perto ou longe da média estabelecida. Pelo visto, em casa, o Vasco está bem... O problema é fora.

Confira quantos pontos os Vasco precisa para chegar às suas metas:



(clique na imagem para ampliar)


Confira o aproveitamento que o Vasco precisa para chegar às suas metas:



(clique na imagem para ampliar)



ANÁLISE DO JOGO - VASCO x SPORT


O Vasco, mais uma vez, tem uma ampla vantagem por jogar em casa. A campanha vascaína dentro de São Januário é um trunfo para o Vasco, que não consegue vencer fora. Esse, para nossa sorte, é o mesmo problema do Sport. Fora de casa, a campanha dos pernambucanos é pífia. Em quatro jogos, só arrancou um empate.

A qualidade técnica do Vasco é melhor que a do Sport também (baseada no Cartola). Isso é outro ponto positivo para os vascaínos. Na verdade, o único quesito que os pernambucanos levam a vantagem nesta partida é a atual fase geral. O time rubro-negro conquistou seis pontos nos últimos cinco jogos enquanto o Vasco conquistou quatro.

No total, a vantagem vascaína ficou ampla. Assim como foi com o Ipatinga, espero que meus cálculos estejam certos.



(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...


- Amanhã, espero estar na Colina Histórica para assistir o jogo. Entrarei depois de muito tempo como imprensa especializada mas quero ver o jogo das arquibancadas. Algum de vocês estará lá?

- NOTÍCIA FRESQUINHA: É triste dizer mas Felipe não chegou a um acordo com o Vasco. Parece que ele ganhava perto de R$ 300 mil/mês no Catar. O Vasco ofereceu R$ 180 mil/mês e ele não aceitou. Ele ainda teve proposta do Atlético-PR, mas ele nem ouviu por não querer jogar lá. Seu futuro deve ser mesmo o retorno ao Catar. Uma pena. Estávamos precisando dele...

É isso, galera!
Boa sorte para nosso Vascão amanhã
SaraVasco a todos


segunda-feira, 7 de julho de 2008

Figueirense 2 x 1 Vasco - 9ª rodada - Campeonato Brasileiro

A camisa 11 voltou a ser itilizada no Vasco, por Leandro Amaral


Alô, Almirante...

É, mais um jogo fora de casa e mais uma derrota. Só que a derrota deste domingo para o Figueirense por 2 a 1 foi irritante por vários motivos. Primeiro, pela maneira que foi: de virada no final. Segundo, porque o Vasco mostra mais uma vez que não consegue vencer fora de casa. Terceiro, porque o Vasco teve muitas chances de ganhar mas a trave atrapalhou.

O quarteto ofensivo começou o jogo com tudo, trocando passes de uma maneira envolvente. Gostei muito da atuação deles. No entanto, no segundo tempo, o quarteto cansou. No final, não conseguia criar mais nada. Ou seja, aconteceu o que eu havia previsto: Morais começou a não criar mais e os atacantes ficaram isolados.

Desta vez, não culparei Morais por isso. Ele jogou bem, até porque preferiu muito mais a troca de passes que as jogadas individuais. O problema mais uma vez foi a defesa. O Figueirense, por estar jogando em casa, partiu para cima e poderia ter feito o gol bem antes se não fosse a incompetência dos atacantes do lado de lá.

Mas, infelizmente, eles foram competentes em dois lances que custaram a vitória para o Vasco. O nosso clube também foi incompetente nas finalizações. Por que não coloco culpa no azar? Por uma explicação que pude ouvir da boca do técnico do vôlei Bernardinho nos meses que cobri vôlei aqui no jornal:


"Não existe sorte no esporte. O que existe é o fato de você treinar sempre uma mesma situação de jogo. Daí, quando acontece isso na partida, quem não acompanha os treinos dirá que foi sorte, mas não foi. O jogador estava preparado para esta situação porque ele treinou muito para isso, para quando chegar essa situação, ele saber o que fazer. Por isso, quando me perguntam sobre sorte, sempre digo que a sorte ajudará sempre quem treina".



Com essa frase, penso: será que Edmundo treina faltas de longa distância à exaustão? Será que os atacantes treinam diversos tipos de chutes durante os treinamentos? Sinceridade, não sei dizer ao certo. Mas acho que a frase de Bernardinho diz tudo.

Enfim, perdemos mais uma fora de casa. Agora, vamos tentar superar essa deficiência em casa. Começou a maratona do Campeonato Brasileiro. Quarta, já tem jogo contra o Sport. Agora, não há mais tempo de lamentar derrota.


FICHA TÉCNICA (fonte: LANCENET!)

FIGUEIRENSE 2 X 1 VASCO

Estádio: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data/hora: 6/7/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)
Renda/público: não divulgados
Cartões amarelos: Bruno Aguiar e Leandro Soares (FIG); Rodrigo Antônio, Tiago e Vilson (VAS)

GOLS: Rodrigo Antônio, 44'/1ºT (0-1); Cleiton Xavier, 32'/2ºT (1-1); e Cleiton Xavier, 41'/2ºT (2-1).

FIGUEIRENSE: Wilson, Anderson Luis, Bruno Aguiar, Bruno Perone e Leandro Soares (Rodrigo Fabri, 11'/2ºT); Diogo, Magal, Marquinho, Cleiton Xavier; Edu Sales (Rafael Coelho, 26'/2ºT) e Tadeu (Ricardinho, intervalo). Técnico: Paulo César Gusmão.

VASCO: Tiago, Wagner Diniz, Eduardo Luiz, Vilson e Pablo; Rodrigo Antônio, Jonílson (Mateus, 13'/2ºT), Morais e Jean (Alex Teixeira, 25'/2ºT); Leandro Amaral e Edmundo. Técnico: Antônio Lopes.


MELHORES MOMENTOS





ESTATÍSTICAS (fonte: Globoesporte.com)


(clique na imagem para ampliar)


CLASSIFICAÇÃO


(clique na imagem para ampliar)





CR Almirante, do comandante Vinícius, disparou na primeira contagem de pontos do mês e fez 107,78 pontos. Com esses pontos, seu time subiu para a terceira colocação geral.

Quem se destacou também foi Al. Guerreiro, de nosso marujo Tutti. Ele fez 104,28 pontos (a segunda melhor da rodada) e assumiu a vice-liderança no tanking geral.

Sofie, comandado por Alex Gomes, segue liderando o ranking geral. Mas CR Almirante e Al. Guerreiro estão cada vez mais na cola.

Confira os 20 primeiros colocados da Liga Almirante Cup:


(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...


- O duro não é nem perder, mas sim ver o Flamengo disparar na tabela. Está cinco pontos distante do segundo colocado. Realmente, agora tenho que concordar com vocês e admitir que a tabela os ajudou bastante.

- Em contrapartida, o Flu se afunda ainda mais. Futebol é legal por isso: o Tricolor foi do céu ao inferno em menos de uma semana.

É isso, galera!
Amanhã, tem Metas Vascaínas, Análise do jogo e, além disso, um post especial. O que será? Vejam amanhã... hehehehe
SaraVasco a todos!


sábado, 5 de julho de 2008

Análise do jogo: Figueirense x Vasco - 9ª rodada do Campeonato Brasileiro

Edmundo e Jean estão confirmados no ataque do Vasco

Alô, Almirantes...

Depois de um dia de calmaria, a única notícia boa foi a confirmação do quarteto fantástico no ataque vascaíno. Melhor: no treino contra os reservas, os titulares sapecaram uma goleada de 5 a 0 sobre os reservas (Leandro Amaral (2), Jean, Wagner Diniz e Edmundo, de pênalti!!). Para mim, isso é bom porque, além de o sistema ofensivo ter funcionado bem, a defesa não tomou gols.

Tá, o adversário era o time reserva do Vasco, que não é lá essas coisas. Mas o resultado é, pelo menos, animador. O time que começou jogando não é um mistério: Tiago, Wagner Diniz, Vilson, Eduardo Luiz e Pablo; Jonilson, Rodrigo Antônio e Morais; Jean, Leandro Amaral e Edmundo.



(clique na imagem para ampliar)



Esse esquema, que no papel é um 4-3-3. Mas, para mim, é um 3-4-3 disfarçado. Isso porque já não é a primeira vez que Rodrigo Antônio entra em campo, no papel, como volante. Mas, em campo, ele joga realmente como um zagueiro. Com isso, o Vasco fica com uma linha de três zagueiros, junto com Vilson e Eduardo Luiz.

Com isso, Wagner Diniz fica liberado pela direita para apoiar. Na esquerda, Pablo tem uma característica de volante e ficará um pouco mais para ajudar Jonílson na marcação do meio-de-campo.

No meio-de-campo, Morais joga um pouco mais recuado, com a função de distribuir as bolas para os atacantes. Jean e Leandro Amaral ficam abertos, jogando na direção de Edmundo, mais fixo no ataque.

Agora, o que pode acontecer:

- Postitivo: Jean e Leandro Amaral ficariam nas costas dos laterais e arrumariam espaço para jogar. Wagner Diniz seria a segunda peça ofensiva que vem de trás, também nas costas do laterais. Com isso, os volantes do Figueirense teriam de se preocupar com esses avanços e dariam mais espaços para Morais jogar.

- Negativo: Morais não conseguir distribuir as bolas para o ataque e, com isso, os três atacantes ficarem inutilizáveis. Sem a bola no pé, Morais, Jean e Leandro Amaral teriam de recuar mais para buscar jogo e, com isso, Edmundo ficaria isolado no ataque.


ANÁLISE DO JOGO


Tomando essas análises como base, nenhuma das equipes leva vantagem nessa partida. Ou seja, não há favoritos. O Figueirense ganhou três pontos por jogar em casa mas o Vasco é melhor na qualidade técnica (baseando-se nos pontos do Cartola). Não há fator psicológico que pode atrapalhar as equipes no jogo deste domingo.

Mas, nos histórico recente entre as duas equipes, também acontece um equilíbrio. O Vasco está melhor neste Campeonato Brasileiro e vem numa fase melhor que a do Figueirense nos últimos cinco jogos.

No entanto, a equipe catarinense ainda está invicta em casa, fazendo uma campanha regular (baseando-se na média de 67% dos pontos aproveitados que um time precisa em casa para chegar à Libertadores). Fora de casa, o Vasco ainda não venceu e está longe da média de 42% dos pontos aproveitados. Ponto para o Figueirense.

Outra vantagem do Figueirense é nos confrontos no Orlando Scarpelli. Nos últimos cinco jogos, foi uma vitória do Figueira e quatro empates. Já nos últimos cinco duelos tanto no Rio quanto em Santa Catarina é equilibrado (uma vitória para cada lado e três empates).

Somando todos os valores, fica 5 a 5. Ou seja, promessa de uma partida bem equilibrada.


(clique na imagem para ampliar)



...::: NAVEGADAS :::...

- O site oficial do Vasco ficou fora do ar na quinta-feira. Na sexta, voltou funcionando normalmente. O interessante é ver a galeria de fotos do treino e ver a imagem de nosso querido marujo Vinícius entre as fotos de Edmundo, Morais, Jean e Leandro Amaral. Clique aqui para ver a moral do nosso companheiro.

- Pouco antes de eu postar esse texto, vi no Netvasco a notícia que dirigentes do Al Rayyan, do Catar, estariam vindo ao Brasil para levar Leandro Amaral. Não sei até onde isso vai mas não ficaria surpreso se ele deixasse o Vasco da mesma forma que o Roger deixou o Grêmio.

- Zé Júlio, será que o Manél vai entender minha tabela dessa vez? hehehehe

É isso, galera...
Boa sorte ao Vasco lá em Floripa!
SaraVasco a todos!